Aos alunos e amigos da ETECAP

Publico a minha carta de despedida da ETECAP que postei no meu perfil do Facebook.

Aos alunos e amigos da ETECAP,

Gostaria de agradecer a todos os meus alunos da ETECAP pela homenagem e demonstração de carinho que me deram neste meu último dia na escola. Enchi-me de orgulho ouvindo as falas emocionadas e observando os olhares saudosos (que, tanto quanto os discursos, dizem muito) lá no P2. Compreendi, então, que não se tratava de um ato de despedida, mas sim de um agradecimento por tudo o que construímos juntos. Eu ouvi intervenções políticas de jovens maduros e decididos a não se resignarem na vida. Sinto-me realizado por ter feito parte deste processo.

Acredito que a beleza da juventude está justamente em visualizar a possibilidade de um mundo melhor. E a beleza do trabalho de um professor está na possibilidade de fazer deste contato com a juventude a razão para renovar a sua energia e vontade de lutar. Como disse hoje cedo, quem perde com a minha saída da ETECAP sou eu, pois deixo para trás o privilégio de ter salas de aulas com estudantes com sede de conhecer e debater, de pessoas humanas, sensíveis e carinhosas no trato cotidiano.

Foram quase seis anos de ETECAP e durante este período como professor me tornei um educador. Demorou, mas finalmente entendi as palavras do nosso querido professor Orestes sobre o que significa ser isso. Nossa tarefa não é inculcar conhecimentos e conteúdos nos alunos (isso, qualquer um adquire através dos recursos disponíveis). Educar é abrir caminhos e possibilidades ao outro, ajudando-o a descobrir e compreender o mundo e se tornar um indivíduo autônomo. Todavia, num mundo tão desigual e injusto como este, educar é ajudar na construção da sua crítica, pois a autonomia só será plena se houver liberdade a todos. Neste sentido, um educador nunca poderá ser substituído por uma máquina ou qualquer forma de educação à distância, como preconiza algumas mídias e muitos governantes e empresas, pois o professor é um intelectual dentro da sala de aula que, com o seu conhecimento, faz a mediação com o mundo. E ao fazer esta mediação e proporcionar uma reflexão coletiva, o educador, junto aos estudantes, se educa. Este é o prazer proporcionado por uma sala de aula.

Aproveito para agradecer a todos os meus colegas de trabalho, que nestes últimos anos contribuíram para que eu me tornasse um educador melhor. Foram muitas as discussões, brigas, embates e reflexões que tivemos. Mas a ETECAP não é o que é sem o trabalho cotidiano e persistente de todos os seus profissionais comprometidos com a educação. Por isso que não merecemos os salários e as condições de trabalho ao qual somos submetidos, pois somos muito mais que as mesquinhas avaliações do governo. E nossos alunos sabem disso.

Por fim, além do aprendizado e das trocas de experiências, adquiri na ETECAP valiosos amigos. Mais uma vez, obrigado!

Não gosto muito das despedidas. Para esses momentos, prefiro uma velha expressão francesa: “à bientôt, j´espère!”, até logo, espero!

Ricardo Festi.

Campinas, 09 de abril de 2013

Anúncios
Esta entrada foi publicada em ETECAP, Principal com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s