A imagem de Chávez e a ideologia

chavesNeste post publicamos uma imagem que está sendo massivamente compartilhada pelos internautas nas redes sociais virtuais nestas últimas semanas. Ela nos permite problematizar um tipo especial de propaganda, a “propaganda política”. Sim, pois não se trata de uma imagem inocente, que objetiva apenas criticar a revista “Veja”, mas que também pretendo promover a revista “Carta Capital” e uma posição política sobre o líder bolivariano. Nos transmite a ideia de que a primeira revista enche os seus leitores de mentira e lixo ideológico, enquanto que a segunda oferece um jornalismo mais sério e comprometido.

É evidente que a Carta Capital tem um profissionalismo e um compromisso com o jornalismo de qualidade, muito maior (quase que a anos luz) que a revista Veja. Seu editor-chefe, Mino Carta, mais do que provou a qualidade do seu trabalho. Já a Veja, poderíamos encontrar inúmeros exemplos de sua tosquidão e manipulação dos fatos (para dar um exemplo, procurem na internet a capa da Veja em que manipula uma foto de João Pedro Stédile, líder do MST, colocando-lhe uma arma em sua mão ou os seus artigos de 1968 sobre o movimento estudantil, ao qual chamava de “terrorista”).

A questão central que queremos destacar com esta imagem, e assim podemos aproveitá-la em sala de aula, é que tanto uma revista quanto a outra apresentam uma nítida posição política/ideológica sobre o chavismo. Esta imagem se explica por um contexto de disputa quanto ao legado de Hugo Chávez na Venezuela e na América Latina. E é deste contexto que devemos partir nossa aula para conduzir os alunos a reflexões mais críticas e menos carregadas pelo senso-comum da luta ideológica.

Sugestão de Atividade:

Pedir aos alunos que pesquisem sobre o legado positivo e negativo de Hugo Chávez na Venezuela.  Mostrar a imagem e analisá-la com os alunos, criando um debate na sala sobre o chavismo. O professor deve mostrar os elementos ideológicos deste debate (feito tanto pelos conservadores, quanto pela esquerda), que escamoteiam a real política aplicada na Venezuela durante o governo bolivariano.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Ideologia e Indústria Cultural, Poder, Política e Estado. ligação permanente.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s