ET, ATrec – Atividade recuperação: Modernidade

Ao longo do primeiro bimestre buscamos definir o conceito Modernidade. Vimos que este conceito foi amplamente discutido no interior das ciências humanas, em particular a Sociologia. Dentre as várias visões sobre a Modernidade, alguns autores do século XX, como Theodor Adorno e Max Weber, seguiram uma orientação mais crítica e cética à sociedade moderna, afirmando que o homem caminhava para uma jaula de ferro, um mundo desencantado, com uma ciência voltada a atender os objetivos capitalistas e não as necessidades da humanidade.

Para esta atividade, leve em consideração a citação abaixo e o famoso quadro de Pablo Picasso, Guernica. Recomendamos uma rápida pesquisa sobre o pintor e o contexto em que o quadro foi pintado.

“No sentido mais amplo do progresso do pensamento, o esclarecimento* tem perseguido sempre o objetivo de livrar os homens do medo e de investi-lo na posição de senhores. Mas a terra totalmente esclarecida resplandece sob o signo de uma calamidade triunfal. O programa do esclarecimento era o desencantamento do mundo. Sua meta era dissolver os mitos e substituir a imaginação pelo saber. Hoje, apenas presumimos dominar a natureza, mas, de fato, estamos submetidos à sua necessidade; se contudo nos deixássemos guiar por ela na invenção, nós a comandaríamos na prática” (ADORNO e HORKHEIMER, Dialética do Esclarecimento)

QUESTÃO: Defina a Modernidade a partir da citação e do quadro.

PS: há inúmeras respostas possíveis.

* * *

Período para realização desta atividade: 03/05 a 18/05

Competências e Habilidades avaliadas nesta atividade: Relacionamento de ideias e Construção de conceitos (clique aqui caso tenha dúvidas e leia o item 5)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em ETECAP com as etiquetas , . ligação permanente.

43 respostas a ET, ATrec – Atividade recuperação: Modernidade

  1. Gabriela Beatriz n°11 2C diz:

    A modernidade, no meu ponto de vista, nada mais é que a constante mudança que o ser humano busca na sede de superar e inovar. O quadro e a citação, revelam uma critica quanto as diversas mudanças que vinham ocorrendo na época nazista, que esbanjava “guerras”, e limitações as pessoas.

  2. Augusto, nº41, 2ºA - ETECAP diz:

    Bom, é muito difícil discutir modernidade, é muito relativo, pois como o próprio nome diz, modernidade, deriva de moderno, eu penso que é algo novo, mas hoje tudo está se inovando a cada instante, e o moderno de ontem, pode não ser o de amanhã.
    Mas em relação ao quadro : ‘Guernica’, de Picasso. O quadro retrata uma critica ao governo alemão(nazista), por causa de uma série de ataques na cidade Guernica, na Espanha, a modernidade no quadro é porque quando Picasso pintou o quadro, o acontecimento era algo recente, apesar que já se passou muito tempo, acredito que o quadro continua moderno.

    Obrigado Festi, sou aquele aluno no 2ºA que conversou contigo na aula, perguntando se iria ter algum modo de recuperar a nota, sem ser pelo blog, enfim, você me deu a oportunidade.. Novamente, obrigado!

  3. caio pinola nº 06 2ºA diz:

    Modernidade pode ser expressada de varias formas,depende do ponto de vista.Para certos indivíduos modernidade é a busca pelo “novo”,por algo fora dos padrões atuais.Para outros este conceito é visto como a crítica ou a contestação deste “novo”.Na minha visão Modernidade é um meio termo entre estas visões divergentes,esta visão consiste em você conseguir analisar,e posteriormente criticar ou apoiar outras visões em relação ao mundo e às inovações que vem ocorrendo no mundo.Com relação ao quadro a ideia de modernidade ,vem baseada na ideia de critica com relação à mudanças que vinham ocorrendo na época nazista .

  4. Vinicius Rodrigo nº38 2ºB diz:

    Como cosiderar algo novo se a cda momento o novo é substituido pelo novissimo
    Mas a definição de modernidade pode ser quando quando o homem consegue controlar tudo a sua volta. Independente dos obstáculos ao seu redor, como a natureza ou sua própria raça, assim modernidade é considerada sinônimo de individualismo e egocentrismo. Onde a sabedoria era só amplificaria o sentimento individual.
    O quadro de Picasso desenhado após um ataque nazista a uma cidade espanhola retrata bem o que se passava naquela época e como era explicito o sentimento moderno. Onde um grupo cujo sua ideologia era dizimar pessoas consideradas de uma raça inferior tinha tanta expressão. O quadro expressa horror, sofrimento, repulsa e barbaridade causadas por um ataque durante a 2ª Grande Guerra.

  5. Fernanda Sucharski Zelenka n°14 2°B diz:

    Tanto o quadro de Picasso quanto a citação fala de como o “esclarecimento” levaria a desgraça do homem.
    O quadro foi feito no contexto da segunda guetra mundial, quando Hittler bombardeia uma cidadezinha espanhola.
    Comparando ambos é facil perceber essa forma de conceituar a modernidade, como se o avanço tecnologico fosse levar o homem à sua própria desgraça, destruindo uns aos outros

  6. Bruna nº07 2°D diz:

    A modernidade é algo que muda o tempo todo, o moderno é constantemente atualizado. A modernidade é criar coisas novas, transformar o pensamento em ação, é agir sem medo e sem as regras impostas pelos outros. Na citação, o autor fala sobre a sabedoria e sobre o ser humano ver o mundo com a razão, com o que está a sua volta, como no quadro de Picasso, que ele demonstra seus sentimentos, o que ele sentiu em relação ao bombardeio da cidade espanhola de Guernica pelos ditadores, demonstrando que eles agiram com a razão, sem pensar nas consequencias só para impor e demonstrar poder sobre a sociedade, onde nao havia democracia, apenas capitalismo contendo o socialismo.

  7. Bianca nº 06 2ºB diz:

    O cubismo no quadro, mostra que o artista moderno não
    está mais preso ao registro realista, pois agora a
    fotografia tinha essa função, entao o mais importante
    agora era que artista se despreenda-se dos conceitos
    aprendidos, criando algo novo, moderno, e assim ele
    teria só que
    se preocupar em pintar como ele enxerga este objeto,
    que no caso de Guernica, é a visão de picasso sobre
    o bombardeio sofrido por Guernica por aviões alemães,
    que mostra seu repúdio a esse fato ( principalmente
    pelas cores de preto e branco e o estilo cubista
    que retrata bem o horror nas pessoas de la)
    e na citação , mostra que a modernidade esta nos
    “destruindo”, pois ao avançar as tecnicas pela
    racionalidade e viver melhor, também temos que se preocupar
    se estes avanços também nao podem servir para o exterminio
    do homem, ja que pensamos que controlamos a natureza, mas
    precisamos dela pra sobreviver

  8. Beatriz Paiva de Souza n°05 2°D diz:

    Modernismo, foi uma época de transformações em todos os aspectos culturais e ideológicos, tentando mostrar que o novo e o moderno pode ser tão bom quanto o clássico. No quadro retratado acima, podemos ver uma fuga de todos o padrões clássicos da pintura, com figuras assimétricas, que em um primeiro momento não se vê sentido pra ela, quando na verdade a imagem retratada de forma não convencional, ganha um sentido muito amplo de indignação e repúdio do pintor em relação ao bombardeio de uma cidade espanhola. Em relação a citação, podemos ver que o modernismo desencadeou uma nova forma de pensar e agir sobre o mundo, encorajando um olhar crítico e mais científico sobre as coisas onde já não bastava apenas acreditar naquilo que era imposto a sociedade.

  9. João Góes 2ºB nº 19 diz:

    Modernidade, na sociedade de hoje, pode ser sinônimo de individualismo, egocentrismo. Muitas das pessoas tentam ter benefício próprio da várias maneiras, e por isso tentam impedir que outros venham ter conhecimento, sabedoria, pois com conhecimento, dificilmente conseguiram “passar a perna” nesse alguém, exemplo disso o governo, que manipula as pessoas com a mídia para esconder toda a “maracutaia” que está por trás da máscara chamada mídia.
    No quadro, o bombardeio à Guernica, criado por Pablo Picasso, retrata o caos causado pelas grandes guerras. Grandes guerras que foram causadas pelo o que? Pelo egocentrismo de um, que se achou que seu país era capaz de dominar o mundo sozinho. E é mais ou menos isso que acontece sempre que alguém tenta se beneficiar isoladamente, sem se importar com os demais. Acontece o caos, o sofrimento, a tristeza daquele que se deixou de lado.

    • Filipe Piccin n15 2B diz:

      A modernidade no mundo capitalista,pode ser definida como a era do individualismo.As pessoas não se interessam mais em ajudar os outros e nem cuidar do meio ambiente,que esta sendo devastado cada vez mais,e isso vai se voltar para nós algum dia.O quadro na minha opinião representa isso,o desespero e tristeza das pessoas quando perceberem o que fizeram com o meio ambiente…Para poder agradar o sistema capitalista, e a natureza se revoltando contra a humanidade,que foi devastada,destruida e usada da maneira errada.O texto na minha oipinião diz respeito a essa vontade do homem em ser senhor de tudo e de todos,a usar a natureza da maneira errada e sem pensar nas consequencias,apenas visando lucros e avanços tecnológicos.

  10. Victor n°41 2°C diz:

    A modernidade no mundo capitalista pode agradar a muitos pela rapidez e avanços técnologicos em varias áreas mas sera só isso que a modernidade nos traz?Na citação,por exemplo,podemos perceber que com a modernidade varios mitos foram desmistificados fazendo assim com que algumas coisas que nos estimulavam a imaginação e pensamento, com a modernidade foram substituidas pela razão o saber de uma forma crua.A citação ainda diz que nós apenas pensamos que controlamos a natureza mas na verdade a estamos destruindo,e se fossemos guiados por ela na invenção sem a destruir ou tentando preserva-la ai sim nós a dominariamos de fato sem destrui-lá.
    Já o quadro Guernica representa o bombardeio da mesma na Espanha,podemos fazer um paralelo entre o quadro e o modernismo se pensarmos que esse modernismo,esse avanço técnologico nos trouxe guerras por busca de poder,e armas cada vez mais modernas controladas por uma minoria são usadas para matar pessoas em meio a essas guerras, armas que a cada dia ficam mais perigosas,podemos dizer então que apesar da rapidez e agilidade do modernismo quando controlado por um sistema capitalista traz sérios problemas a sociedade que tera que se adaptar constantemente .

  11. Raul Soares nº40 2ºC diz:

    A modernidade não pode ser definida em um simples conceito. Para “Baudelaire” o moderno é ”O efêmero, O fugaz”; esse conceito sem dúvida é bem aplicável em nossa sociedade capitalista onde tudo passa rápido, na rapidez da comunicação, da produção industrial em massa, da globalização e do capitalismo que se auto-consome.
    No quadro Guernica de Picasso, em que as pessoas estão implorando por piedade, mostra que a modernidade está nos sufocando e o povo não pode fazer nada contra ela. A citação e o quadro nos mostram a desilusão que a modernidade produziu; enquanto as pessoas acham que o moderno é bom, e que necessário nos adaptarmos a modernidade; Picasso mostra que o moderno e avanços científicos não servem mais a população, mas sim a uma minoria que nos manipula como se não pudéssemos resistir ao seu controle, ou como se estivéssemos em uma jaula de ferro.

  12. Pedro Fernandes - nº31 - 2ºA diz:

    Modernidade é inovação, algo que pode ser considerado como moderno hoje, pode não ser no dia seguinte. O quadro de Picasso foi moderno em sua época, pois a pintura mostrava a guerra e destruição pelos olhos do artista, seus sentimentos e impressões sobre o ocorrido e não um retrato detalhado e realista do que realmente teria acontecido, na época este tipo de pintura podia ser considerada moderna, já que era algo novo. Hoje em dia o moderno se torna difícil e raro, já que não têm havido muita inovação, pelo menos no que se diz em movimentos sociais. A citação explica dizendo que: “Hoje, apenas presumimos dominar a natureza, mas, de fato, estamos submetidos à sua necessidade […]”, ou seja, presumirmos estarmos no limite da inovação, mas como se segue o texto: “[…] se contudo nos deixássemos guiar por ela na invenção, nós a comandaríamos na prática.”, ainda há mais o que inovar, mas ainda não percebemos.

  13. Danilo Felipe Dias - n10° - 2D diz:

    A modernidade é uma época bastante ampla , cuja base consisti na substituição do modo de produção feudal pelo modo de produção capitalista.
    Podemos fazer uma ligação do quadro Guernica de Pablo Picasso e o texto de Adorno e Horkheimer com esta afirmação , e aí percebemos que a modernidade , com seus objetivos e ideais pode até nos levar a um desenvolvimento maior de tecnologia e saber , porem junto também pode nos levar ao caos e destruição , como o bombardeio a cidade de Guernica e os conflitos gerados pelo saber “demais “ apresentados no texto

  14. Matheus Colis n° 27 , 2° B , ETECAP . diz:

    Modernidade , existem varias formas de ve-la , nao consigo definir em apenas UM conceito , o que hoje é moderno pra mim , amanha pode nao ser… A Modernidade pode ser definida como a maneira que move os pensamentos , inova as opiniões e os conceitos das pessoas, influenciando na arte, na vida social , nos costumes, ou seja, em tudo que é relacionado a sociedade e sua forma de se manifestar , entre outras formas … lendo a citaçao e vendo o quadro , dá para ver que ambos estao indo para o lado do invidual . A citaçao nos tras , que os autores , se importavam com o saber , saber o que estavam fazendo , e fazer essas coisas pro bem da sociedade em meio aos acontecimentos . No quadro de Pablo Picasso, nos mostra a guerra civil ; que Hitler causou , destruindo , massacrando , “pisando” no povo de Guernica , um conflito , onde os povos mostram uma fisionomia sofrida , querendo ajuda , tambem tem alguns animais , que parecem estar bravos com a humanidade , que nao pensam neles . vejo , que a natureza esta representada por esses animais . O ser moderno é preso nas suas proprias vontades , nas suas proprias ideias , onde na verdade esses pensamentos e essas ideias , é em prol da sociedade .

  15. Isabela V. Sestari , N °17, 2°B diz:

    A modernidade pode ser definida ao compararmos a citação e o quadro, onde vemos claramente uma era em que se vive no individualismo. O quadro nos mostra no que pode se resultar esse pensamento individual, que sempre coloca uma pessoa como superior a outra, resultando em guerras como o bombardeio na cidade de Guemica, feito pelos aviões de Hitler, e grandes conflitos .O quadro nos mostra uma mistura, uma fusão de pensamentos, com todos os seus elementos interligados, podemos ver o medo e a tristeza no rosto das pessoas. E ainda existe a natureza, representada pelos animais, que , ao meu ver, se voltam contra a humanidade, depois de tanto tempo sendo mudada para nos satisfazer. Na citação, percebemos a visão do autor, que diz que o homem se coloca na posição de senhor, que quer dominar a natureza, sem perceber que se fossemos guiados por ela, ela nos recompensaria, e conseguiríamos “comandá-la na pratica,” comandá-la com o quem aprenderíamos com a convivência .No meu ponto de vista, a partir da citação apresentada e o quadro, definiria a modernidade como um ato de individualismo,de tentar sempre evoluir e arriscar novas escolhas e descobertas, sempre visando conquistar um lugar acima do resto da sociedade.

  16. João Vitor Peres Alvarenga / nº18 / 2ºA diz:

    Durante muito tempo a humanidade vive em constante mudança, onde líderes foram nomeados e conquistas(objetivos) foram alcançadas, ao ver isso penso em modernidade como sendo, um passado, um presente e um futuro diferentes entre si, com inovações na forma de vida de cada indivíduo da sociedade. Mas para que essas inovações aconteçam, precisa ser superado obstáculos, tais como a população que pode e com certeza tem o direito de não estar de acordo com uma nova forma de sobreviver, onde é representado, por uma enorme e importante obra de Pablo Picasso, um confronto bélico causado pelas aviações alemãs comandada por Adolf Hitler, ocasionando a destruição e arruinando com a vida da população de Guernica.
    Estamos fechados, trancafiados em jaulas apertadas, onde nos jogam e nos deixam sem espaço para analisar, pensar e opinar sobre novas escolhas, como se fossemos marionetes, somos amarrados e obrigados a apenas aceitar as suas escolhas, e quando não fazemos isso, quando não acontece do modo com que eles acham que é certo, nós somos dilacerados pelo seu poder e assim humilhados até nos darmos conta de que antes de começar a guerra, nós já perdemos, pra quem? Pra um ser maior, onde se julgou no poder e pelo seu próprio modo de pensar se pôs acima da população. E isso tudo só acaba quando vermos que a obsessão, e a vontade de apenas conquistar e nunca ter um limite, acaba com o nosso princípio e com o que mais precisamos, que é a união, pois tenho certeza que juntos resultamos em algo melhor.

  17. Letícia Bazilio, nº 21, 2º E. diz:

    Toda vez que nos referimos a algo novo, diferente, mas aceitável e global, usamos o termo “moderno”. Modernidade pode, então, ser definida como a atualidade e as barreiras que ela vêm quebrando, os conceitos que vêm definindo. O quadro de Picasso retrata a Modernidade de uma forma diferente. Ele se expressa através da pintura, gritando ao mundo o quanto o bombardeio à Guernica foi um ato sem precedentes e visionário, transformando sua indignação para com os alemães por meio da arte – abusando do preto e branco em sua tela. Wolfram von Richthofen matou muitas pessoas no dia 26 de abril de 1937, sem nenhum motivo justificável e isso foi um choque para Picasso, mas era algo que estava repercutindo na atualidade dele, era algo que estava quebrando barreiras, definindo novos conceitos, sendo Moderno. O único jeito para demonstrar seu repúdio pela nova Modernidade foi através do quadro. “Conta-se que, em 1940, com Paris ocupada pelos nazistas, um oficial alemão, diante de uma fotografia reproduzindo o painel, perguntou a Picasso se havia sido ele quem tinha feito aquilo. O pintor, então, teria respondido: ‘Não, foram vocês!'” Esse foi o jeito de Picasso lidar com a Modernidade, de aceitar o novo.

  18. Larissa Assis Moraes 2E nº20 diz:

    A primeira tentativa de caracterização da modernidade pode descrevê-la como um estilo, um costume de vida ou organização social, surgido na Europa a partir do século XVII e que devido a sua influência veio a se tornar mundial. Modernismo entao é a arte de ousar, sem regras, inovando o pensamentos das pessoas.O propósito da modernidade é ser diferente do normal,criando, inovando coisas que ainda nao existem.Quando nao conhecemos sentimos medo, ja o que nós conhecemos estamos acostumados no nosso dia a dia nao nos provoca mais, porque já conhecemos. Ser moderno é romper com os padrões do velho e do conhecido, e inventar algo novo e até então não existente.Picasso fez exatamente isso no seu quadro Guernica, ele ousou, ao invés de ficar no antigo estilo de pintura,levando a arte a novos limites e questionando a tonalidade usual. O quadro foi um grito contra a violência na visão de Picasso expressando atrocidade das vidas estilhaças, corpos revirados do avesso e produz um grande assombro .

  19. Fabiano Scolfaro Cheri Nº8 2ºA ETECAP diz:

    Ser moderno é ser diferente do normal. Modernidade é criar coisas inovadoras que ainda não foram inventadas e que trara beneficios aos destinados.No quadro, Picasso não precisou se guiar por outras leis que não as de sua própria interioridade. Picasso não pintou o real e sim a sua interpretação do real que nasceu das impressões causadas no artista pela visão de fotos retratando as consequências do bombardeio sofrido pela cidade de Guernica, durante a Guerra Civil Espanhola, em 26 de abril de 1937.

  20. Kelly Caroline, n°42, 2°b , ETECAP diz:

    A modernidade pode ser definida como tempo do progresso da opinião e do conceito social, repercutindo na arte e na cultura, fazendo nascer o individualismo, onde ariscar é livrar-se do medo e caminhar rumo ao novo.
    A citação e o quado explicitam as manifestações humanas, do modo em que seus autores a compreendem. A citação explica o porque dos conflitos, como por exemplo onde Adorno e Horkheimer dizem: ” […] perseguido sempre o objetivo de livrar os homens do medo e de investi-lo na posição de senhores.”, que ocasiona num choque de poder, pois o homem começa a pensar diferente, caminhando rumo ao novo, indo em busca do que é melhor para si.
    Picasso retrata a guerra que ocorreu em Guernica, expressando a brutalidade do fato, expondo seu modo de pensar, sua indignação, na qual os tempos modernos o faz sentir-se livre para isso.
    Então a modernidade é o tempo da “intelectualidade” onde o homem busca o conhecimento, o pensar, onde ele busca o seu ideal.

  21. Fábio, Nº34, 2ºE ETECAP diz:

    A modernidade veio para nos trazer novos parametros, o livramento do medo segundo a citação. Mas como a mesma diz o que acontece na realidade é que ficamos com ainda mais medos.A modernidade traz tambem maior nivel de inteligencia ou seja sabedoria, segundo a qual deveria ser usada para o bem mas é ultilizada inversamente para cometer atrocidades como a que foi por exemplo o massacre de Guernica segundo o qual Picasso pintou ele acreditava que era inadimissivel o ataque a uma cidade minuscula como Guernica. A citação e o quadro tentam demonstrar uma crítica a “Moderdenidade” ja que o que viria para o bem veio para o mal.

  22. Victor Santana nº37 2ºA ETECAP diz:

    mals aew, fiz errado… segue a resposta aki… o vitor embaixo ai fui eu

    Bem, a modernidade prôpos novos paradigmas científicos, tecnológicos, sociais e humanos para o individuo a partir do sec XVI,assim a humanidade precisou de pensamentos, sabedoria, e esclarecimentos para poder atingir a seus objetivos e se destacar. Já o belo quadro “La Guarnica” de Pablo Picasso retrata sua repudia ao ataque nazista a Espanha e retrata a tristeza do ocorrido.

  23. victor diz:

    Bem, a modernidade prôpos novos paradigmas científicos, tecnológicos, sociais e humanos para o individuo a partir do sec XVI,assim a humanidade precisou de pensamentos, sabedoria, e esclarecimentos para poder atingir a seus objetivos e se destacar. Já o belo quadro “La Guarnica” de Pablo Picasso retrata sua repudia ao ataque nazista a Espanha e retrata a tristeza do ocorrido.

  24. Carolina Camargo nº4 2ºE diz:

    Com a moderninade e o cpitalismo o mundo mudou a sua visão. Tornou-se uma visão individualista , homens agora tinham como objetivo seus interesses proprios nao tinham mais uma visão da necessidade humana, e com isso o mundo se ve nesse caos. O quadro foi pintado nesse contexto pois ele reflete o sofrimento causado a população de Guernica apos a guerra mostra-nos a destruição que o homem pode causar para objetivos proprios.

  25. Thainá, n° 35, 2°A ETECAP diz:

    Modernidade pode ser definida como a mudança no modo de pensar e fazer as coisas, é arriscar algo novo, que muda constantemente, é passado e presente ao mesmo tempo. O quadro de Picasso foi pintado no século XX, que é considerado um século de guerras, e a cidade de Guernica foi bombardeada pelos alemães. Em seu quadro, Picasso faz uma crítica ao modo de agir e de pensar da época. O pintor expressa sua rejeição a tamanha violência reproduzindo as pessoas, os animais e os edifícios atingidos pelas bombas. Adorno e Horkheimer colocam na citação, em geral, que as manifestações humanas surgem a partir do modo racional que o ser humano pensa e age. Na obra apresentada, isso fica bem nítido. Os alemães, nazistas na época, destruíram a cidade de Guernica de forma desumana, na concepção de Picasso, e o quadro foi uma maneira de ele mostrar o porquê de eles estarem agindo daquela forma, eles achavam que os estrangeiros estavam afundando a Alemanha, para eles, apenas a raça ariana deveria permanecer, ou seja, Picasso teve uma visão moderna, por ser algo diferente expressando seu modo de ver.

  26. Fernanda Rajer n°42 - 2°D diz:

    Modernidade, foi um período da história em que o homem acreditou que
    era capaz de dominar a natureza através da razão.
    No quado Guernica , pintado por Pablo Picasso ele retrata pessoas e animais
    sofrendo com o bombardeio dos Alemães. Isso mostra que na modernidade o conhecimento não foi usado para beneficiar a humanidade.

  27. Jaqueline de Lima Munhoz 2°D n°17 diz:

    A modernidade é o ato de fazer o novo sem se preocupar com regras ou padrões, pois fazer o novo é não ter medo, é ousar.A modernidade está em constante mudança, o novo e o velho são palavras que acompanham a humanidade.

    Apesar do artista Pablo Picasso não ter participado fisicamente da guerra, através das informações queele pintou o quadro Guernica, um dos mais importantes de sua vida. No quadro ele transmite o homem que se preocupa com o progresso sem pensar nas conseqüências, assim como na citação e no quadro o homem buscou o caminhou da razão, achando que seria o melhor caminho e que a partir daí o mundo seria seu aliado, e ele seria o seu senhor, mas não foi isso que aconteceu. O homem buscou a razão mas a usou de forma errada, se tornou escravo dela, cometeu atos cruéis, como por exemplo a guerra que o quadro retrata.

  28. Caroline Cristina n° 08 2°D ETECAP diz:

    Pode haver diversas definições para modernidade, mas do meu ponto de vista seria mudança, pois ela está mudando a todo momento a fim de se adaptar a cada época, relacionando-se com o capitalismo. Consequentemente a população se transforma no mesmo ritmo, pois o ser humano se adapta a qualquer ambiente.
    Pablo Picasso em sua trágica e clássica obra transmite seus sentimentos, sua rejeição a tal violência em relação ao bombardeio sofrido pela cidade de Guernica, durante a Guerra Civil Espanhola.
    A relação do quadro e a modernidade, é que ela sempre está destruindo algo que foi criado pela sociedade, para poder impor o novo, assim como os nazistas destruiram uma cidade.

  29. Danillo nº11,, 2ºB ETECAP diz:

    Modernidade é passado e presente, está sempre mudando a fim de conquistar progresso, evolução, mesmo que pra isso seja necessário medidas extremas, já que nesse período evolução é representada por individualismo.
    Acontecimentos como as Gms(no século XX) trazem a insegurança às pessoas, e surgem novos ideais, que se disseminam para o mundo. O texto se relaciona com o quadro, quando o homem perde o medo ele comeca a agir de forma superior e surge uma competitividade que o leva a pensar em domínio, que acontece por exemplo no bombardeio à Guernica, retratado por Pablo Picasso, de forma fria, com cores representando a morte.

  30. Isabela n°16 2ºE ETECAP diz:

    Modernidade pode ter diversas definições, mas o que se encaixa na minha opinião, é o ato de arriscar. Arriscar em algo novo, seja em tendências artisticas, modo de se vestir, modo de pensar, tecnologia, enfim, inumeros aspectos que nos permita inovar.
    No momento em que apostamos em algo novo, sabemos que esse algo nunca agradará a sociedade por completo, simplesmente por cada pessoa ter uma visão de modernidade, uma visão do que é atual.
    Picasso mostra na obra o que ele ve, e o que vale a pena na sua concepção melhorar ou mudar, assim como nós, com um simples gesto de estilo, ”denunciamos” aquilo que achamos estar ultrapassado, para poder dar uma forma mais recente e evoluida no meio em que vivemos.

  31. Pedro Giroto nº 36 2ºD Etecap diz:

    O que é moderno, é aquilo que é novo. Na época, foi um grande choque ”exterminar” os mitos e transformá-los em conhecimento.Tudo o que as pessoas acreditavam não existia mais, não era mais aceito. No quadro, Picasso mostra a guerra, o sofrimento, proveniente de algo que não havia sido feito antes, o confronto do povo contra a repressão.

  32. Anónimo diz:

    Camila Ferreira n°7, 2°A
    Moderno é o que se diz à respeito de uma evolução, sendo esta social, econômica, política ou cultural de uma siciedade. Ou seja, na medida em que uma sociedade se modifica, ela busca a melhora de seus conhecimentos por meio dos estudos realizados, e isso faz com que sempre se tenha um passado para ser comparado com o atual presente, o que se torna moderno.
    Na pintura de Picasso, ele retrada sua revolta e tristeza em questão da guerra, oque naquele tempo, se comparado à um tempo anterior, não deixa de tornar-se moderno.

  33. Beatriz, n°4, 2°B, ETECAP diz:

    A modernidade pode ser definida ao compararmos a citação e o quadro pois vemos claramente o reflexo do individualismo presente no período moderno, quando o autor diz que os homens se colocam na posição de senhores, isso gera uma relação hierárquica de poderio e que no contexto analisado é uma das implicações que ocasiona uma guerra, como por exemplo o bombardeio alemão contra Guernica. Podemos ver que esses movimentos artísticos transmitem a necessidade do mundo dentro da época da qual eles estão inseridos. Cada tempo tem a sua arte e cada arte retrata o seu tempo. Picasso retrata um tempo onde as pessoas apresentam várias formas de vários ângulos, possivelmente uma forma de narrar a necessidade do povo no contexto temporal em questão, uma época de transição política e social, guerra de poder entre homens e mulheres, busca por liberdade e choques culturais. Podemos notar no quadro essa fusão de etnias e culturas nos personagens e o uso de cores escuras e as expressões sociais mostra o sentimento de temor da sociedade com o mundo, o aspecto de agonia social que o povo transparece perante ao contexto nos qual estão inseridos.

  34. Naiara nº27 2ºD diz:

    Atualmente,os seres humanos buscam cada vez mais esclarecer aquilo que não sabem e desvendar os mistérios do mundo. Buscam conhecer o desconhecido e inventar o que não foi inventado,tudo em benefício da modernidade.A modernidade por si só é a ‘ruptura lógica entre o pensamento tradicional, teísta’,ou seja,a tudo que já foi descoberto.O propósito da modernidade é ser diferente do normal,descobrindo e criando coisas inovadoras que ainda não foram inventadas,é o esclarecimento. O desconhecido impõe medo,por não sabermos o que está diante de nós, já o conhecido nos é familiar,não nos provoca medo pois já sabemos do que se trata. Ser moderno é romper com os padrões do velho e do conhecido, e criar algo novo e até então não existente,como Picasso fez. Ele rompeu com o estilo antigo da pintura,levando a arte a novos limites e questionando a tonalidade usual.Picasso não pintou o real em Guernica e sim a sua interpretação do real,algo que é lógico apenas para ele.

  35. Juliana Finesse nº 21 2ºB - ETECAP diz:

    O moderno para uma época pode não ser necessariamente para a outra, pois tudo se atualiza, sofrendo mudanças rápidas.
    No quadro de Picasso podemos observar o sofrimento do autor ao desenvolver esta obra, que transmite o absurdo significado ou a absoluta falta de sentido da realidade gerada pela guerra, como Picasso usa as tonalidades pretas e cinzas, tendo completamente a falta de cores, lembrando a morte.
    Já na citação de Adorno e Horkheimer o ponto de foco é o saber, pois nesse trecho: “Sua meta era dissolver os mitos e substituir a imaginação pelo saber”, fica claro a importância do saber para os autores.

  36. Márcia n°:25 2°D Etecap diz:

    A Modernidade pode ser definida como a própria dinâmica que move, inova as opiniões e os conceitos das pessoas, influenciando na arte, nas relações pessoais, nos costumes, ou seja, em tudo que é relacionado a manifestação humana. Na citação, os autores colocam que a percepção mais nítida da modernidade é a “intelectualização”, que o ser humano tem a capacidade de enxergar o mundo a partir da razão, passando a agir e pensar diante dos aconctecimentos ao seu redor. Talvez Picasso procurava denunciar o ato de violência na cidade de Guernica, e todo o seu estrago além de transmitir o que a guerra representava para ele, o sofrimento humano.

  37. Matheus Saito - nº 30 - 2ºA diz:

    Modernidade é algo que esta constantemente em mudança, pois o mundo muda, sendo uma coisa que era moderna ontem hoje já é algo do passado. O que na visão de alguns artistas pode ser bom ou ruim. No quadro de Picasso podemos ver que ele acha a modernidade algo doloroso e horroroso, como em exemplo esta este belíssimo quadro que mostra no estilo cubista a guerra que é algo que representa bem o modernismo pois a ela causa uma grande transformação.
    Na visão de outros porém pode ser vista como algo diferente e inovador como um exemplo um grande escritor chamado Gustave Flaubert com a seguinte frase “É essencial ser absolutamente moderno nos seus gostos” uma frase que mostra um outro lado do modernismo que seria a inovação, nos fazendo ver outras coisas com outros olhos encarando a vida de outras maneiras.
    Vendo isso percebemos que o modernismo pode ser visto e interpretado de varios jeitos, sendo elas boas ou não.

  38. Patrícia nº34 2ºE diz:

    A Modernidade pode ter dois lados; o bom e o ruim. Pois o mundo esta em constante mudança,a cada dia algo novo é feito,é aprendido,alguma ideia surge para resolver problemas ou causar maiores problemas.O mundo moderno esta aí e não podemos fugir.
    Infelizmente a modernidade pode trazer perdas,como esta representado no quadro de Picasso,mostrando o desespero e o medo durante a guerra civil espanhola.
    Mas a modernidade também pode nos trazer mudanças para melhorar nossa vida,como agilidade,prática,etc.Não são todos que concordam com a modernidade,pois traz a nós algumas respostas em segundos,o que sem a modernidade levaria certo tempo de pesquisa e de reflexão.A pessoa moderna vive cada vez mais em torno disso,querendo cada vez mais praticidade e rapidez em sua vida.

  39. Gabriela nº10 2E diz:

    Modernidade, na perspectiva do quadro e da citação, é considerada como uma reflexão, que o fascinante é imaginar, descobrir a essência, encontrar o significado, e não só transparecer o conceito. As pessoas buscam respostas instantâneas, imediatas, evitando algo que é necessário para todos: o pensar. Essas, acabam se prejudicando, pois diferente é você buscar respostas, e outro, e tê-las entregues nas mãos, fazendo-as não evoluírem mentalmente, e principalmente, não ter o conhecimento do seu ser. O quadro de Picasso incorpora, em estilo cubista, a desumanidade em relação ao bombardeio sofrido por uma cidade de Guernica pelos aviões alemães e o sentimento de total desprezo do artista quanto a isso, sendo seres retratados, de certa forma, irreais, mas que ao mesmo tempo transmite o absurdo ocorrido. Para termos uma comparação geral, dizem que um oficial nazista observou uma fotografia de Guernica na parede do apartamento de Picasso e, apontando para a imagem, perguntou: “Foi você quem fez isso?” E Picasso respondeu: “Não, vocês o fizeram”.

  40. Pedro Batista / nº29 / 2ºD diz:

    —————————————————————————————————————————
    A modernidade permite transformar as coisas ao redor, como a moda e a sociedade, mas também acaba ameaçando destruir tudo o que já fizemos e tudo que somos.Na obra Guernica, Pablo Picasso procura reproduzir essa destruição (sem retorno), gerada pela guerra civil que visou trazer mudanças, para melhorar a relação entre a sociedade e o governo, apesar de causar danos e também transtornos para a população.
    Assim de uma hora para outra a sociedade muda e junto com ela a forma de pensar de cada cidadão, por exemplo, um cidadão idoso em relação à época tende a ser reacionário e pode hoje não aceitar algumas ideias como, os livros digitais, a opção sexual de alguém, da mesma forma que os clássicos antigos, juntamente com os seus métodos, bloqueavam ou impediam a relação entre o homem e a natureza. Portanto de certa forma, o homem estava submetido e preso à ordem da natureza pela necessidade, como descrito na citação: “Hoje, apenas presumimos dominar a natureza, mas de fato, estamos submetidos à sua necessidade; se, contudo nos deixássemos guiar por ela na invenção, nós a comandaríamos na prática”.
    —————————————————————————————————————————

  41. Amanda Bernacci nº03 diz:

    O termo moderno é bastante difícil para definir em apenas um único conceito, já que o que é moderno para uma época pode não ser moderno para outra. Hoje em dia é ainda muito mais difícil se aceitar apenas uma definição do que é modernindade, graças a rapidez da comunicação, da produção industrial em massa, da globalização e do capitalismo que é justamente onde nos é ensinado que tudo vira mercadoria e que sempre temos que buscar o novo, o ‘moderno’. Com toda essa troca de informaçoes e mercadorias, nossa vida diaria se reduz quase a uma competição entre aqule que tem mais, ou que sabe mais. Nesse novo universo que vivemos estamos sempre suscetíveis à aqueles que desesperadamente estão em busca do poder, no quadro de Picasso, Guernica, a dor, o medo e a impotência está estampado no rosto de todos que o compõem. Durante a guerra civil espanhola, comandada por Hitler a cidade de Guernica foi tomada pela imensa violência e devastação deixando todos com direitos limitados, onde a democracia não mais reinava e o capitalismo apenas observava o avanço do socialismo.

  42. Lívia Junto nº22 diz:

    Ser moderno é encontrar-se em um ambiente que promete aventura, poder, alegria, crescimento,transformação das coisas ao redor,mas ao mesmo tempo ameaça destruir tudo o que temos, tudo o que sabemos, tudo o que somos. Ser moderno é fazer parte de um universo no qual, ‘tudo o que é sólido desmancha no ar’. O sólido é acreditar no progresso, a ideia de um mundo transformado, talvez melhorado, pelo desejo burguês de progresso humano, infinito a todo custo. A potencialidade dessas transformações se vai, se dissolve e desmancha no ar.
    O quadro de Picasso,Guernica,é um retrato do progresso representando a experiência moderna, se analisarmos o quadro bem, vemos um homem com os braços erguidos, em direção aos céu que despejaram bombas, como quem se rende, como quem implora. A sensação de impotência diante da técnica reduz os homens, rouba a experiência, impede de falar sobre a guerra, sobre os horrores que as bombas e as mortes deixaram tão evidentes na Espanha, iniciando um período de limitações individuais, onde a democracia não existia e o silêncio das potências capitalistas que viam felizes a contenção do avanço socialista.
    O indivíduo moderno é refém do próprio sonho e das ambições de um mundo melhor.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s