B3, ATrec – Atividade de Recuperação: Modernidade

Ao longo do primeiro bimestre buscamos definir o conceito Modernidade. Vimos que este conceito foi amplamente discutido no interior das ciências humanas, em particular a Sociologia. Dentre as várias visões sobre a Modernidade, alguns autores do século XX, como Theodor Adorno e Max Weber, seguiram uma orientação mais crítica e cética à sociedade moderna, afirmando que o homem caminhava para uma jaula de ferro, um mundo desencantado, com uma ciência voltada a atender os objetivos capitalistas e não as necessidades da humanidade.

Para esta atividade, leve em consideração a citação abaixo e o famoso quadro de Pablo Picasso, Guernica. Recomendamos uma rápida pesquisa sobre o pintor e o contexto em que o quadro foi pintado.

“No sentido mais amplo do progresso do pensamento, o esclarecimento* tem perseguido sempre o objetivo de livrar os homens do medo e de investi-lo na posição de senhores. Mas a terra totalmente esclarecida resplandece sob o signo de uma calamidade triunfal. O programa do esclarecimento era o desencantamento do mundo. Sua meta era dissolver os mitos e substituir a imaginação pelo saber. Hoje, apenas presumimos dominar a natureza, mas, de fato, estamos submetidos à sua necessidade; se contudo nos deixássemos guiar por ela na invenção, nós a comandaríamos na prática” (ADORNO e HORKHEIMER, Dialética do Esclarecimento)

QUESTÃO: Defina a Modernidade a partir da citação e do quadro.

PS: há inúmeras respostas possíveis.

* * *

Período para realização desta atividade: 03/05 a 18/05

Competências e Habilidades avaliadas nesta atividade: Relacionamento de ideias e Construção de conceitos (clique aqui caso tenha dúvidas e leia o item 5)

ATENÇÃO: 

A correção das respostas desta atividade podem ser visualizadas neste link:

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em BENTÃO 3, Introdução à sociologia com as etiquetas , , . ligação permanente.

31 respostas a B3, ATrec – Atividade de Recuperação: Modernidade

  1. Anónimo diz:

    Mariane Moreira de Souza – 3º ano B – Nº 31

    A modernidade implica no avanço da ciência e tecnologia possibilitando inovações e transformações significativas na sociedade. Portanto o homem se desprendeu de mitos para focar na razão e criação. O quadro de Pablo Picasso retrata o massacre de pessoas inocentes, expressando o sentimento de indignação e tristeza ao sofrimento de pessoas que não tiveram a oportunidade de se defender e conter o caos causado pelos senhores que não se importaram com a vida e sim com o principio de dominação e civilização almejada. No entanto nota-se que o individuo tem o propósito de concretizar o futuro próximo mesmo desconsiderando e prejudicando o próximo e tende a piorar a partir do momento em que os “senhores” capitalistas pensam no próprio umbigo fato que predomina e persiste atualmente. Além do desgaste para acompanhar tais mudanças o que será de nós no futuro que já está comprometido?

  2. Raquel Frozel Nozella - Nº 27 - 3º B diz:

    O movimento moderno deve inicio pois a vida cotidiana tornou-se ultrapassada.O modernismo crio uma nova cultura, a tecnologia estava mais presente, as pessoas queriam substituir a natureza pela tecnologia, é o que podemos ver no quadro de Picasso.
    Nossa sociedade pensava que a modernidade viria acima de tudo, mais nos necessitamos da natureza em nossas vidas.
    Pablo Picasso ao pintar o quadro Guernica , que foi uma das cidades bombardeadas por Hitler quis passar um drama em relação as guerras, o quadro representa um manifestação artística modernista.

  3. Kevin Rafael, n°33, 3°B - Bentão diz:

    O modernismo foi um período em que a sociedade buscava mudanças na organização social,pois perceberam que tudo que era tradicional estava ficando ultrapassado. Mas com a procura da modernidade social gerou-se um grande desencontro de pensamentos entre inovação e tradição, levando a confrontos, guerras e massacres.
    Algumas formas para expressar esses combates entre o novo e o velho era por parte das manifestações artísticas, como exemplo, no quadro de Pablo Picasso que resalta um massacre do bombardeio na cidade de Guernica em 26 de abril de 1937 por aviões alemães.

  4. Leonardo Reale - nº 16 3ºB diz:

    A modernidade representou a mudança da sociedade. Esse movimento surgiu em um período de guerra e contou com pessoas dispostas a descobrir novos caminhos, a enfrentar o que lhes causava medo, buscando inovar o conhecimento e revolucionando a forma de se expressar, através, por exemplo, das manifestações artísticas.
    Modernidade é transição, passagem das coisas como eram feitas antes para as inovadoras (vanguardas). Picasso ao pintar Guernica, representava uma característica da Modernidade, expressando seus sentimentos em relação à Guernica (cidade bombardeada por Hitler) e sua melancolia com relação às guerras. Mostrava uma nova forma de se manifestar contra situações sociais que afetavam (e, nesse caso, prejudicavam e destruíam) toda a sociedade.
    Com o surgimento da Modernidade, surgiram também muitas contradições sobre essas novas propostas, sobre essas mudanças modernas, como por exemplo, deixar de lado o conhecimento que já se tinha e o que já se fazia, para buscar novas formas, novos conceitos e aprimorar o conhecimento, buscando o moderno.

  5. William Kenji Katsurada - N°32 - 3° ano B diz:

    A Modernidade significou a mudança. A transição da sociedade, dos pensamentos e ações antigos para as atividades revolucionárias, que acarretaram uma série de contradições.
    A Modernidade aconteceu em um momento de guerras e de seus efeitos na vida das pessoas, criando uma nova fase e propondo ideias que mudassem completamente o que estava acontecendo. Houve movimentos modernistas nas artes (pintura, literatura) e movimentos ideológicos. Foi a partir dessas ideias que surgiram as contradições entre o que era conhecido, o que era feito antes e o moderno, a vanguarda que surgia.
    O quadro de Picasso (Guernica) é uma boa representação de como estava a sociedade nesse período; o quadro representa o abalo e assombro do pintor com relação ao bombardeio da cidade de Guernica, comandado por Hitler. Apresenta cores e formas que expressam os sentimentos de Picasso em relação ao momento. Picasso era participante do movimento cubista, uma vanguarda (Modernidade).

  6. Vitor Ribeiro diz:

    Vitor Ribeiro N°29 3° F

    No meu entendimento a modernidade é quando o homem procura “desvendar” o que te assusta. É pensar que está acima de qualquer coisa até mesmo da natureza, porém nós estamos submetidos à sua necessidade. O quadro Guernica de Pablo Picasso queria retratar o período de guerra onde a pequena cidade de Guernica estava sendo bombardeada pela Alemanha.

  7. Ítalo Soares Moreira, Nº 13, 3º C diz:

    A modernidade é o período em que o homem passaria a dominar, conhecer tudo à sua volta, dominar toda a natureza. O homem deixaria de imaginar e crer em suposições e descobriria a verdade plena. Porém, como mostra o quadro Guernica, a modernidade ao invés de colocar o homem como senhor de seus interesses, o destrói , acaba com seus valores e sua dignidade como ser humano. A tecnologia, que trouxe muitos bens a sociedade, também a destrói por causa da própria vontade do homem de dominar tudo e a todos.

  8. CORRIGIDO Leonardo de Souza Accorsi nº 17 3C diz:

    CORRIGIDO

    A modernidade é sempre estar acima de tudo , principalmente acima da natureza , pressupondo que a tecnologia sempre seja a solução dos nossos problemas.Mas não é isto que ocorre no quadro de Picasso, que usam a tecnologia para matar e transmitir medo nos cidadãos e não solucionar problemas.

  9. Leonardo de Souza Accorsi nº 17 3C diz:

    A modernidade é sempre estar acima de tudo , principalmente acima da natureza , pressupondo que a tecnologia sempre seja a solução dos nossos problemas.Mas não é isto que ocorre no quadro de Picasso, que usam a tecnologia para matar e transmitir medo nos cidadãos e no solucionar problemas.

  10. João Pedro 3° ano B - N°13 diz:

    Com a modernidade o homem pensa que terá mais liberdade, mas com o modernismo vem o capitalismo que faz com que os trabalhadores trabalhem até mais do que deveriam, e assim tirando a “liberdade” do homem, gerando uma contradição com a modernidade.

  11. João Paulo,17,3ºC diz:

    A modernidade é uma matriz de pensamento, em que a racionalização é muito valorizada, e mais do que isso dentro da modernidade vamos ter a ideia de que a maquina e os avanços científicos são a salvação da humanidade(ideia que foi quebrada com a explosão da bomba de Hiroshima, quando viu-se que a máquina também poderia trazer muitos malefícios,para a humanidade).
    Dentro da modernidade ainda vamos ter uma antropocentrismo coletivo(diferente do antropocentrismo pessoal hedonista pós-moderno), em que todos os esforços pessoais e sociais são em proposição de melhorar a qualidade de vida de um grupo ou sociedade.

  12. Caio Henrique Rodrigues nº05 3ºC diz:

    A modernidade veio para esclarecer as coisas com bases científicas “concretas” e não pelos mitos, busca as respostas pela razão. Segundo a citação e o quadro, a modernidade vem para fazer o homem livrar-se de crenças e medos, e coloca-lo na posição de “senhor”, para controlar as coisas como a natureza, sociedade, etc…
    E esta busca desenfreada está representada no quadro que mostra o bombardeio aéreo feito pelos alemães durante a guerra civil espanhola, à localidade de Guernica, no país Basco, no dia 26 de abril de 1937, mostrando o desespero,sofrimento e angústia das pessoas que lá estavam, que são geradas por esta “busca por poder”.
    Ou seja a modernidade tem como objetivo desprender o homem de mitos e pensamentos, e sim liga-lo com a razão, com o real.
    E esse nossa vontade de dominarmos tudo a nossa volta acabou de nos fazer refém, por exemplo a natureza, que pensamos te-lá dominado, mas apenas estamos submetidos à ela.

  13. Luis Gustavo - 3° ano C - N°21 diz:

    Com a Modernidade, que seria a inovação de tudo que existe, o ser humano pressupõe que terá liberdade, mas com ela vem o Capitalismo que visa o lucro, fazendo com que o trabalhador tenha mais horas de trabalho e por fim sentindo se ”preso” gerando uma contradição com a Modernidade.

  14. Marcus Vinicius de Andrade C., 3ºC, nº: 23 diz:

    De acordo com o texto, a modernidade é um “objetivo” para o homem, que tenta evoluir e controlar a natureza com diferentes máquinas, explorando e desvendando mitos para transformá-los em novas fontes de saber, porém essa busca pode levar à um massacre, como mostra a obra de Pablo Picasso. Tal obra representa a forma como Guernica fora bombardeada e dezenas de vidas foram tiradas.
    O significado por trás dessa representação é uma amostra de como a chamada Modernidade pode trazer sofrimento, levando pessoas à morte com máquinas de destruição em massa, criadas em meio aos novos conhecimentos que pouco a pouco foram adquiridos pelo homem.
    Presume-se então que o homem ao mesmo tempo que tenta tomar controle perante a natureza, a destrói, e a cada momento que se passa destruindo-a, mais o ser humano torna-se dependente da mesma.

  15. Pedro Henrique Cruz - 3ºB - Nº25 diz:

    A modernidade é o “novo” é a época em que a sociedade busca as inovações para tudo na arte na arquitetura e na economia, ou seja, mudanças.E no período que este quadro foi pintado o autor estava, se sentindo triste e vazio perguntado a si mesmo se seu sofrimento era maior do que o dos outros, pois aquilo mostrava o bombardeio, feito pelos alemães na cidade de guernica no pré segunda guerra mundial. E então como o novo que busca o “melhor”, as inovações, causa o sofrimento de tantas pessoas?A modernidade é o novo, mais o novo trouxe o pior, trouxe uma sociedade capitalista ,transitória e contraditória que inovou o modo de individualismo.

  16. Anónimo diz:

    Caroline Gerei Fernandes – 3º ano A – Nº 07

    A Modernidade esta carregada de ambiguidades, oferece segurança, mas também perigo, confiança mas também riscos, colocando em oposição o seu objetivo de livrar o homem do medo, através dos esclarecimentos dos mitos, se desfazendo da imaginação e tendo como substituição o saber, assim vivendo contrates, tendo em vista tornar o homem dominante perante a natureza, sendo que são submetidos a esta! Equivocando-se ao achar que a modernidade seria predominância de liberdade e poder, mas tendo como realidade a produção aflitiva da violência do nosso século, nos avanços tecnológicos em contraste com a miséria e o analfabetismo de grande parte da população, na crise com os paradigmas que durante tanto tempo tomamos como verdade e que atualmente não respondem satisfatoriamente as nossas indagações, no desafio de conviver com o diferente e com a multiplicidade de versões e na ambigüidade constante entre o que consideramos velho e ultrapassado e o novo muitas vezes difícil de ser identificado, ou trazendo dentro dele parte do velho.

  17. Patrícia Domingos - Nº28, 3ºE diz:

    Segundo a citação a modernidade pode ser definida como o processo de esclarecimento das idéias, de descoberta da tecnologia, fazendo com que o homem se sinta um ser dominante sobre tudo, inclusive a natureza, no entanto é refém da necessidade que tem da mesma. Picasso mostra como a modernidade pode ser cruel por dar o poder de destruição ao homem através da tecnologia, como faz referência em seu quadro Guernica, cidade que sofreu um bombardeio nazista durante a 2ª Guerra Mundial.

  18. Caio Fernando C. Birolli - 3º C - nº: 04 diz:

    De acordo com a definição e o quadro a moderinadade pode ser definida como uma vontade do homem de se sobrepor a tudo e isso inclui até a natureza e que de certo modo ela é necessária a nós , nessa modernidade é deixado de lado as tradições e mitos e trocar a imaginação pelo conhecimento ; e o quadro mostra como esses termos podem afetar as pessoas , o quadro tem o contexto um bombardeio ocorrido em guernica e mostra a transformações na anatomia dos seres e o terror da guerra diante a modernidade.

  19. Anónimo diz:

    Raquel F. P. nº26 3A
    De acordo com a citação e com o quadro, a Modernidade é definida como uma ‘liberdade’ de expressão, ou seja, pode ser considerada um amplo progresso de pensamento e esclarecimento.
    Com esse esclarecimento de ideias, surgem novas tecnologias, grandes descobertas que contribuem ao homem, uma grande carga de “sabedoria”, onde ele pode passar a combater medos naturais, avanços na medicina, melhores condições de vida. Tudo isso relacionado também com a arte. Uma nova visão para um artista, novos conceitos e etc..

  20. Vinicius Barone -n°33- 3°A diz:

    A modernidade veio surgindo com a vontade do homem de ser o ser dominante, poder dominar tudo e todos, inclusive a natureza, só que dessa necessidade de poder do homem surgiu um total descontrole, que é o que Picasso tenta passar no seu quadro, demonstrando o total descontrole da situação atual da nossa vida, então podemos concluir que com a modernidade tivemos muitos avanços positivos, como os da area da saude por exemplo, entretanto, as perdas foram grandes tambem, como a criação de armas, que geraram muitas mortes ou até mesmo a poluição como consequencia da grande industrialização mundial

  21. Rodolfo Rodrigues, n°29 - 3°A diz:

    A modernidade de acordo com o quadro e a citação se trata do novo mundo, de descobertas, novas tecnologias, de esclarecimento de ideias. Com novas tecnologias, o homem se vê senhor do mundo, poderoso, e livre de seus medos e males, trazidos pela natureza (como as doenças), mas ao mesmo tempo se sente dependente da mesma. O quadro de Picasso mostra seu desespero e horror a guerra, seu real desespero perante a modernidade e os impactos que ela pode causar.

  22. Ederson Andrey - nº09 - 3ºA diz:

    Conseguimos notar que a modernidade representa uma quebra a logica do pensamento tradicional, uma ruptura dos conceitos normais, algo totalmente inovador. Ela livra os homens do medo, pois com todo o avanço obtido pelo homem consegue-se dissolver a insegurança trazida pela natureza, como por exemplo em uma doença.
    Ela se apresenta muito ambigua, ao mesmo tempo em que oferece segurança, oferece risco. Somos acometidos por uma mudança aonde o avanço da comunicação nos liga ao mundo inteiro, embora, o desenvolvimento tenha trazido uma grande melhora vida dos homens.
    Picasso pinta a sua interpretação do real, pois repudiava o bombardeio da pequena cidade espanhola, por isso o quadro traz uma sensação ruim.

  23. Gustavo Henrique - n°14 - 3°A diz:

    Podemos concluir que, o modernismo pretende nos esclarecer todas nossas dúvidas, livrar a sociedade de seus medos e males, e com a ajuda da tecnologia poderíamos evitar doenças, ou seja, o homem pretende ter uma “força” maior do que da natureza, o que não aconteceu e ficamos submetidos ao poder da mesma. No quadro podemos observar que a tecnologia não nos proporcionou tudo de bom, nos deu também dor e tristeza, que está sendo mostrado os efeitos das armas, por exemplo.

  24. Caio Augusto Rovaron Maião - nº 06 3ºA diz:

    O quadro de Picasso traz um sentimento de angústia, traz um certo caos impactante a quem o observa, que era o que estava sendo passado na época de sua criação, a segunda guerra mundial. A modernidade busca, com o apoio da tecnologia que esta avançando, uma superioridade humana, uma vontade insaciável de superar o seu passado e a terra mas ela, como cita o texto “totalmente esclarecida resplandece sob o signo de uma calamidade triunfal”, ou seja, há a vontade humana de ser melhor do que a natureza, mas isso não é possível pois ela está em perfeito equilíbrio. A modernidade seria então, tomando como base o texto e imagem apresentados, uma época onde o homem tenta, com o que já aprendeu, superar a si mesmo e à natureza com o auxilio de tecnologia e à serviço do capitalismo e da sua necessidade de ser o “Senhor”, ser soberano à tudo.
    Caio Maião

  25. Eduardo Masini; nº 08; 3º Ano C. diz:

    A modernidade quer levar o homem a ser o “senhor” de tudo, a estar a cima de seu tempo. Com isso a tecnologia se tornou a arma mais forte da era moderna, pois através dela se teve o aparente domínio sobre a natureza. Essa mesma tecnologia é criticada no quadro de Picasso, onde ele pinta com o intuito de “exclamar” à população o efeito dessa grande arma,que geram guerras, brigas por dinheiro e poder, que deixam as necessidades humanas para atender as solicitações de um mundo individualista capitalista.

  26. Jullyane Bithencourt; 3º ano C; n 15 diz:

    O método da dúvida e o empirismo foram as técnicas mais marcantes da era moderna de se obter o “esclarecimento” sobre os fenômenos. Essas e as tantas outras que surgiram marcaram o início do Antropocentrismo, ou seja, o Homem é o centro. Partindo da análise da citação e do quadro pode-se dizer que esse Antropocentrismo foi marcado por intensa ambiguidade, pois como pode estar o homem no centro de tudo e ao mesmo tempo sofrer com guerras e ranger de dentes? A Modernidade trouxe consigo a ambição e o interesse por sempre querer mais poder e dinheiro, porém, sempre com realizações individuais e egoístas deixando o bem coletivo de lado. El Guernica, o polêmico quadro de Picasso não teve relevância na época de sua exposição, mas hoje podemos ver as barbáries ocorridas na época, as mortes e o sofrimento. Sabendo por que as coisas acontecem, como dominar um povo conhecendo quais seus pontos fortes e fracos, seu cérebro e suas capacidades físicas e tendo dinheiro suficiente para criar e usar bombas e armas contra esses povos, o uso de todo esse poder se torna quase provável para que quem o tem o use para beneficiar apenas seus próprios interesses. Deve-se lembrar de que a Modernidade foi considerada prejudicial apenas quando relacionada à ambição e ao egoísmo, pois ela e sua tecnologia poderiam sim trazer somente benefícios como conforto e acessibilidade.

  27. Daniela Almeida Vega, n°09, 3°E Etec Bento Quirino diz:

    De acordo com a citação e o quadro de Pablo Picasso, pode se definir modernidade como uma forma que o homem encontrou para se livrar da insegurança em relação ao mundo desconhecido, a modernidade seria essa descoberta mais de forma a atender os objetivos capitalistas, esquecendo das nescessidades humanas, como por exemplo a natureza que é explorada e dominada pelos humanos que dependem da mesma para sobreviver, porque estamos sempre buscando a tecnologia, suprir as nescessidades capitalistas e sem perceber o mundo esta sendo destruido pelos homens, como se percebe na imagem retratada pro Picasso, a guerra, o sofrimento na expressão das pessoas que estão todas deformadas.

  28. João diz:

    Podemos concluir que, com o avanço da tecnologia e a necessidade do homem de ser superior à sua própria descendência, o caos existente no mundo atual é resultado da busca ao melhor, na maioria das vezes, inatingível. Se julgando superior, o homem mata os seus semelhantes, cria novas maneiras de atingir os supostos aliados, faz do seu ego a própria desgraça. A angústia demonstrada no quadro de Picasso critica, mais que a época em que vivemos, o sentido que o pensamento humano toma com o passar do tempo. Superar os próprios medos é essencial para se viver, mas chega um momento em que é necessário se sentir ameaçado, por questões psicológicas e pura sobrevivência. Modernidade seria o equilíbrio entre os aprendizados com o passado e a vontade do presente, aliado às novas tecnologias e o mais puro sentimento moderno: ambição.

    João Paulo – Nº18 – 3º A – Bentão

  29. Ednaldo Leite Júnior - Nº 07 - 3ºD diz:

    Tanto a citação como o quadro fazem críticas a modernidade. Primeiramente, no trecho da “Dialética do Esclarecimento”, é proposta uma imagem na qual a modernidade teria o papel esclarecedor, onde utopias seriam substituídas por racionalidade. O ser humano “livraria-se de seus medos” com os avanços tecnológicos e passaria a ser “senhor de sua vontade”. Entretanto, tais fatores estão condicionados ao domínio pleno da natureza, coisa que o homem não detém. Ao invés de “usar a natureza para alavancar seus avanços”, o homem cria suas invenções influenciado por questões de interesses políticos e, sobretudo, interesses capitais. É nesse ponto que entra a crítica contida em “Guernica” de Picasso. Os avanços tecnológicos (no caso a bomba) foram conduzidos sem visar um bem maior para a sociedade (apenas interesses políticos). Portanto, a modernidade seria algo instável, uma “faca de dois gumes”, servindo como um modo de disseminar o conhecimento ou como uma arma poderosa.

  30. Anónimo diz:

    Adair Antonio da Silva Neto, nº01 – 3ºA

    Segundo a citação, a modernidade tenta livrar o homem do medo. Com a tecnologia se tem o domínio sobre tudo que pode afetar o homem (doenças, etc.). A modernidade também tem como meta “dissolver os mitos e substituir a imaginação pelo saber” (ela procura o progresso do pensamento, o esclarecimento). Ela quer colocar o homem como senhor da natureza, porém isso não acontece, “estamos submetidos à sua necessidade”.
    O quadro (assim como a Segunda Guerra Mundial) mostra que a tecnologia não é a solução para o mundo, ele mostra o impacto devastador das armas modernas sobre suas vítimas ao redor do mundo.
    Portanto:
    1- A modernidade tenta livrar o homem do medo (da natureza);
    2- Pressupõe-se que a tecnologia é a solução para o mundo;
    3- A modernidade busca o esclarecimento;
    4- A modernidade tem como características a insegurança e a transitoriedade (vistas a partir do quadro de Picasso).

  31. Renan Gutierrez Trava - 3° ano C - N°27 diz:

    A modernidade segundo o meu entendimento sobre o breve trecho e o quadro “Guernica”, seria que o modernismo nos levaria a um mundo sem descobertas, sem pensar nos cidadões e sim no lucro, o quandro de Picasso, mostra o grito contra a violência, nele é demonstrado pessoas mortas e feridas em um ataque, podemos relacionar com o trecho, sobre o que seria o modernismo no ponto, do que o homem seria capaz de fazer para o seu bem, o modernismo nos leva a uma jaula de ferro segundo autores do século XX, e penso que ambos os autores desses duas obras demonstradas a cima seguem o mesmo raciocino.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s