B1, AT2 – Os sonhos dos jovens?

Para esta atividades, os alunos deverão ler o texto “Os sonhos dos adolescentes“, de Contardo Calligaris, do final do capítulo 2 (Unidade 1):  O processo de Socialização, do livro didático; após a leitura, os alunos deverão confrontar a visão do autor do artigo com o curta-metragem “Não vou sair daqui” sobre o Occupy Wall Street. Em seguida, responder a questão:

Para uma melhor compreensão da atividade, recomendamos que os alunos pesquisem sobre os recentes processos de lutas sociais que ocorreram e ainda estão ocorrendo pelo mundo afora – a Primavera Árabe, as lutas na Grécia e o conjunto da Europa, a luta dos estudantes chilenos por “Educação para todos”, dentre outros…

Leitura complementar: “Occupy Wall Street”: um suspiro em meio ao possível declínio.

Questões:

1) Será que o autor do primeiro texto, “Os sonhos dos adolescentes”, tem razão? Os jovens só querem um emprego segure e bem pago, e nada mais? Então, como explicar os protestos do mundo afora, em que os jovens são maioria? O que você acha disso?

* * *

Período para realização desta atividade: 28/03 a 09/04/03

Competências e Habilidades avaliadas nesta atividade: Relacionamento de ideias (clique aqui caso tenha dúvidas e leia o item 5)

OBS: não é preciso colocar seu sobrenome na identificação, desde que coloque o número correto (lembremos que este Blog é público).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em BENTÃO 1 com as etiquetas , . ligação permanente.

77 respostas a B1, AT2 – Os sonhos dos jovens?

  1. Daniel diz:

    Tmbm acho..bm emprego é o grand snho ds jvens atuais!

  2. leomark matos farias 1°B n°23 diz:

    Eu começo dizendo que nem todos aderem a lutar por algo mesmo que seje do seu mais absoluto interece mais, mas tambem a aquelas manifestaçoes que não tem motivos solidos para acontecer no sentido de que os argumentos “a ideologia” para essas manifestação acontecese muitas vezes esses atos são vazias no sentio de nececidade.Com esses argumentos não estou dizendo que todos os protestos são badernas “sem ideais ,sem causas” mais tem pessoas que estão na marcha,paseata só porque todos irião sem nem saber o porque desse fato (acontecimento) mais con tudo acredito que não só os jovens como todos tem que lutar pelos sonho seje de uma vida melhor ou de uma sociedade mais justa ou ainda outros mais.Mas com conciencia sem violencia de ambas as partes.O autor falou de nossos direitos e se sentirmos que algum modo estão sendo tirados de nós devemos lutar mais sem esqueser a etica o respeito e a pessoa humana.

  3. Anónimo diz:

    Pollyana Lançoni – Nº 30 1º B

    O autor pode estar certo em partes, pois muitos jovens só querem um emprego que pague muito bem e nada mais. Mas também existem aqueles que querem sim um bom emprego bem remunerado, mais também querem um emprego que os deixam felizes, querem fazer o que gostam. O movimento de Occupy Wall Street, são os jovens colocando seu ponto de vista e sendo “abafados” pelos miliotares policias, eles estão lutando pelo que querem. Muitos ai dizem que querem algo, mais na verdade não luta por isso e acaba não conseguindo aquilo que quer.

  4. Júlia nº18 - 1ºC diz:

    O autor do texto está correto, porém não absolutamente. É claro que há jovens que crescem com a ideologia de que a felicidade se resume em passar metade da vida estudando, entrar em uma boa universidade, e ser bem sucedido em uma empresa. Pensam pequeno, sonham pequeno, e são pequenos, porque aprenderam dentro de casa que o estável é o confortável. Sendo assim, quando algo absurdo acontece fora de suas gaiolas, como golpes políticos por exemplo, fingem não ver. Não perdem tempo formando uma opinião sobre o assunto; apenas se conformam, por assim está bom para eles. Porém, de um outro lado, temos os jovens que apesar de serem pequenos, não pensam como um. Sabem que merecem mais do que uma vida disciplinada asfixiante, comandada por um governo autoritário. E com uma opinião forte e própria, correm atrás de seus direitos, tentam revolucionar, mudar o que não está bom de verdade. Podemos usar a Primavera Árabe, uma onde revolucionária de manifestos e protestos ocorrendo no Oriente Médio e no Norte da África desde 18 de dezembro de 2010, como forte exemplo.
    Portanto, assim como temos jovens que reelegem políticos corruptos com o argumento ”ele rouba mas faz”, temos aqueles que se rebelam contra isso, manifestando-se contra corrupção policial e maus tratos. Isso mostra que tudo é questão de cultura, ideologia e tipo de governo.

  5. Fernanda, !° diz:

    A maioria dos jovens de hoje pensam pequeno, sonham pequeno, isso pode ser a influencia da mídia, tv, familiares e até mesmo da geração em que vivemos por não temos passado por grandes experiencias vividas antigamente onde o autor fala que os adolescentes “sonhavam auto”
    e como hoje temos tudo ao nosso alcance, muitos escolhem coisas que é comum e fácil, que de pra viver desse trabalho, para um sonho se realizar temos que batalhar muito e talvez isso seja difícil pra adolescentes de mentes pequenas que só pensam em coisas comuns e facies de que de para viver bem
    Os protestos que estão acontecendo é por que os jovens em pleno século 21 não tem liberdade de expressão ainda sofrem ditadura, esses jovens como sofrem meio que uma “isolação” tem a mente mais aberta, conseguem compreender melhor o que é melhor pra sociedade e se manifestar e lutar por seus direitos

  6. Jane Crismila n° 16 1°C diz:

    Em parte pois os jovens mostram cada vez mais que eles não tem opinião própria na hora de escolher o que querem para seu futuro, e as vezes ficam tão confusos entre o que querem que eles sejam ou o que eles querem ser. Porem tem muito jovens que em alguns lugarem lutam para poder ter essa opção, a escolha, contudo são proibidos pelo seu próprio governo de escolher o que querem para seu futuro, são oprimidos de forma violenta por lutarem por seus ideais.
    Os jovens não querem somente um emprego e ser bem pago, eles também querem liberdade para poder se expressar.
    Quando lhe é permito se expressar então você se contenta com o que tem, porém aqueles que são impedidos de se manisfetarem e de lutarem pelo o que quer, lutam, para poder decidir por si próprio o que realmente querem para seu futuro. Não se contentando com aquilo que lhe é dado, eles lutam pelo direito de escolher, mas infelizmente, como mostra no video eles são proibidos de forma brutalmente desnecessaria e violenta.

  7. Siliane L. L. Nogueira, nº 33, 1º A E.M; E.Tec Bento Quirino diz:

    Raciocínio gerado por S. L. L. Nogueira:
    Concordância parcial. Utilizar-se da generalização é algo considerado fácil; a exposição da ideia central é superior, não obstante, a prioridade que se gera a partir da generalização é maior que a devida; descarta-se outras ideias, porém, essas outras idéias – tais quais as dos jovens contraditórios aos princípios de uma vida monótona, ignorando a “batalha”, a busca pelos próprios anceios; aspirações; objetivos – retornam à tona.

    Já diz a filosofia que vivemos o mundo real, aquele que está em constante EVOLUÇÃO.
    Os pensamentos são filtrados através da SELEÇÃO NATURAL, porém, apenas os bons pensamentos prevalecem.

    Vivemos o incerto. (S. L. L. Nogueira)

  8. João Gabriel -N°17 -1°C-BENTÃO diz:

    Não concordo,os jovens não querem um bom emprego e um salário alto,os jovens querem cidadania,querem sua liberdade de expressão,querem ter sua opinião sem a opressão da sociedade dizendo que qualquer forma de expressão são formas de rebeldia,revolução etc.Os jovens querem fazer parte da sociedade como qualquer outra espécie de ser vivo iria querer.Lutar pelos seus direitos acaba virando uma dessas formas de rebeldia e podemos ver a opressão do resto da sociedade atuando nessas lutas.

  9. Juliana Rosa n19 1C - BENTÃO diz:

    Na minha opinião, acho que os jovens de hoje em dia sonham sim com um emprego bom, bem pago, em que ele se sinta á vontade e é por isso que ocorrem as revoluções, pois hoje em dia infelizmente o mundo ‘funciona’ com ‘revolução, evolução’ então com isso a única maneira de conseguir alcançar seus objetivos é pela maneira mais difícil. E por essa razão alguns jovens preferem ser sustentados pelos pais em vez de lutar por aquilo que eles querem conquistar.

  10. Gabriele Aline Pereira, nº13, 1ºA , (Bentão) diz:

    De certa forma, a opinião que o autor exprime no texto está certa, porém, não é que deixamos de sonhar, ou de correr atrás do que queremos. É que aceitamos a nossa realidade, e os nossos sonhos está de padrão com ela. Não podemos dizer que nós adolescentes deixamos de sonhar, pois o que move nos futuros são os sonhos, então nesta parte o autor cometeu um equívoco. Porém, a parte em que ele fala que nós queremos um futuro sustentável, com um salário bom, está certa.
    Também queria deixar claro, que os jovens estão protestando sim, mas só ocorre quando um protesto, quando querem mudanças em prol de si mesmo, ou daqueles em sua volta, como no vídeo.

  11. Amanda Rodrigues - Nº 01 - 1ºC - Bentão diz:

    Os jovens de hoje em dia andam sofrendo forte influência da mídia, da família e até da sociedade. A sociedade em geral, assim como algumas famílias, acha que ter uma vida boa para o filho, é ele achar um emprego bom, que lhe pague bem, muitas vezes sem deixar prevalecer o que o filho gosta. Ainda sim existem pessoas que lutam pelos seus sonhos, sem deixar-se influenciar, pois acreditam que podem vencer na vida fazendo o que gosta, sem precisar sofrer essa influência. Eu mesma sou um exemplo, desejaria muito ser estilista, mas a opinião do meu pai sobre isso é que não há mercado e quase não irei ganhar dinheiro, porém eu não quero ser rica, só quero ter uma vida boa que eu consiga pagar tudo o que eu tenha, e que o dinheiro seja suficiente pro mês. Eu já pensei muito em deixar esse sonho de lado, mas eu sei que eu não iria me entregar totalmente pra uma profissão como me entregaria pra essa que adoraria exercer. No mundo existem jovens que vão querer ter um emprego bom, que ganhe super bem por influência da sociedade e dos pais, mas também haverá pessoas que não vão se influenciarem e lutar pelos seus direitos no mundo, por que não é só ganhar bem e ter um emprego do seu gosto, e sim se impor no mundo, com sua opinião e justiça!

  12. Lorena Margonaro Souza 1ºC Bentão diz:

    Entendi o ponto de vista do autor, mas não concordo com tudo, acho que muitos jovens querem ter apenas conforto e muitos deles não tem sonhos tão alto quanto os jovem de antigamente, mas também a muitos jovens que tem sonhos altos e que não querem só conforto, eles querem ajudar a sociedade, eles não se contentam apenas com o conforto deles mesmos, querem que todos se sintam confortável na sociedade.

  13. Maria Clara n°28 1°C Bentão diz:

    Eu concordo plenamente com o texto, nós adolescentes, jovens de hoje em dia sofremos uma grande influencia do que devemos fazer e ser no futuro. Claro que bem menos que antigamente, mais hoje em dia não é só a influencia de nossos pais e familiares, o que os jovens querem é mais poder, dinheiro, grandezas em geral ..
    Na escola aprendemos que se tivermos estudo seremos alguém na vida, mais quem não tem sonhos, ou vontade de aprender… Para que presta a escola para essa pessoa. Não ter um objetivo na vida se deve também por influencia. Por exemplo: Meu pai não tem estudo e nem profissão, mais esta bem na vida e da para viver, minha mãe também não tem estudo e trabalha em qualquer coisa, se eu sempre vivi bem vou fazer igual.

  14. Rafael Andrade nº31 1ºA diz:

    Concordo e nao concordo! É impossível nós tratar-mos de todos os jovens do mundo com uma só característica. Lógico que há jovens que querem um emprego fácil e ganhar bem (afinal, quem nao quer?). Mas também há aqueles que correm atras de seus objetivos, sejam eles difíceis ou fáceis de alcançar. Esse jovens são aqueles que mesmo sabendo das suas dificuldades, correm atrás dos seus direitos, diferente dos acomodados que só querem mordomia (“Se ficar muito trabalhoso eu troco de serviso e já era!”).
    Conclui-se então que, da mesma forma em que há jovens que nao ligam pra nada, há tambem jovens que querem seus direitos, e correm atras deles.

  15. Fábio Scolfaro Nº7 - 1ºC Bentão diz:

    Sobre o texto ” Os sonhos dos adolescentes”, concordo em partes porque essa situação não pode ser generalizada.Hoje em dia, sim, muitas pessoas querem um emprego seguro e bem pago sem precisar fazer muito esforço, mas há aquelas que já tem algo planejado, e querem ir além. Em qualquer circunstancia vai ter opiniões contrarias, pois vivemos em uma sociedade livre onde cada um tem o direito de dizer o que pensa, por isso os protestos.

  16. Letícia Peixoto - Nº 24 - 1º B - Bentão diz:

    Eu concordo em parte com o autor do texto.
    Concordo que hoje em dias os jovens pensam pequeno, muitas vezes pela influencia se seus pais, familiares, ou mesmo pela sociedade, que não dão motivos para que esse jovem tenha interesse em crescer na vida. Muitas vezes essa falta de interresse vem por que os pais dão tudo o que o filho quer na hora em que ele desejar, frazendo com que o mesmo não queira sair de seu porto seguro.
    Muitos se contentam com pouco, por exemplo: um salário pequeno, uma vida mediocre…
    Acredito que todos devemos correr atrás de nossos sonhos, empregos melhores, salários maiores… Mesmo que para que ele se realize seja preciso quebrar muitas barreiras, nao só nossas (pessoais), como as da sociedade em que vivemos (sociais). Muitas vezes fazendo protestos e manisfestação que não atraem tanto a sociedade, e muitas vezes nem as autoridades, assim como mostra o video.

  17. Isabela Fonseca, nº 14, 1ºC Bentão diz:

    Há um pouco razão naquilo que o autor diz, porém, não se pode generalizar. Nos dias de hoje, grande parte dos jovens realmente tem optado pelo emprego onde se ganha bem, trabalha por menos tempo, está seguro. A atualidade, e tudo a nossa volta nos influencia a optar por aquilo que é mais comodo, porém, ainda existem aqueles jovens que vão atrás dos seus sonhos, daquilo que realmente gostam, e não apenas o que dá dinheiro ou conforto, por esse motivo concordo em partes. Mas acredito que os protesto acontecem por conta de atitudes que geram revolta no povo, corrupção, injustiças, isso tudo aumenta a cada dia, e nenhuma providência é tomada. A única solução que as pessoas encontram, e a de se unirem e lutarem pelo justiça. Há aqueles que querem o conforto, mas ainda existem os que lutam pelos seus ideais.

  18. Daniele Rodrigues Teixeira - Nº 06 - 1ºC - BENTÃO diz:

    Eu concordo em algumas partes, pois uma quantidade dos jovens são bem influenciados pela mídia, pelos pais e pela sociedade em modo geral; sendo assim deixado para traz os seus sonhos.. para seguir com um emprego que seus pais sonharam pra ele(a), ou com algo que lhe dê mais dinheiro. Mas também há jovens que não se deixam influenciar tão fácil, pois eles querem seguir com seus sonhos, querem sua liberdade de expressão e um emprego que eles gostem.. e principalmente querem lutar pelos seus direitos.

  19. Izadora Nardi Gonzalez - n° 15 - 1°C - Bentão diz:

    Eu concordo em partes, não acho que se possa generalizar essa situação. Sim, falta autonomia nos jovens, que são ifluenciados pela midia, pelos pais.. etc, mas também há aqueles que sabem o que querem, e nao abrem mão disso por um salario mais alto e menos horas de trabalho.

  20. Gabriela, nº 38 - 1ºC Bentão. diz:

    Concordo, pois hoje em dia os jovens são muito influênciados pela mídia e a maior parte quer um emprego decente, com um salário razoável e menos horas de trabalho. Com isso, tendo uma vida estável e um bom tempo para o lazer. Por tanto, os protestos que estão acontecendo atualmente, são pelos jovens influênciados, que lutam por direitos, sem saber ao certo o motivo desta atitude.

  21. Flávia nº9 1ºC Bentão diz:

    Os jovens e adolescentes de hoje sofrem uma forte influencia da mídia e dos adultos, onde, as vezes, mostram que a vida melhor é aquela que se tem bastante dinheiro, um emprego bom e etc. Mas existem pessoas que não se deixam influenciar, e, graças a isso não desistem de seus sonhos que as vezes são deixados de lado para conseguir dinheiro. Por isso concordo em partes com o texto, porque não se pode generalizar dizendo que são todos que procuram apenas por um salário onde se ganha muito dinheiro, mas sim, por um trabalho onde se gosta do que se faz.

  22. Luis Guilherme Rodrigues N°26 1°B -Bentão diz:

    Calligaris o autor do texto “Os sonhos dos adoloscentes” tem razão em certos pontos de suas afirmações, pois sim a maioria dos jovens da geração citada sonham pequeno, em ter uma vida sem preocupações onde este teria medo do desconhecido e assim medo de lutar por seus direitos .Mas existem jovens que ao perceberem algo que o estaria prejudicando ou uma desjustiça na sociedade ele reindivicaria e e lutaria por seus direitos. Creio que você deve sim lutar pelos seus direitos mas com consciência do que você busca de sua vida sem deixar de lado seus sonhos e deveres.

  23. Mariana nº 30 1ºC Bentão diz:

    Hoje em dia, os adolescentes sofrem muita influência dos adultos, da mídia e da sociedade, e por isso muitas vezes acabam abandonando seus sonhos para seguir uma carreira que dê dinheiro e status. Eu concordo em partes com o texto por isso. Claro que também existem as outras pessoas que fazem seus planos sem influência de ninguém, colocando-se assim ao lado da liberdade de expressão. Com certeza os jovens querem uma vida estável e confortável, mas também querem seguir seus sonhos e lutar por uma sociedade mais justa e contra o que acham errado.

  24. Mateus de Mattos Rodrigues Nº29 1ºB-BENTÃO diz:

    Concordo em partes com o autor do texto “Os sonhos dos adolescentes” pois hoje em dia a maioria dos jovens pensam apenas em ter um bom emprego que receba bem e possa se garantir nele e se sustentar, porem para os dias atuais isso eh pouco, os jovens deveriam correr mais atrás de assuntos polêmicos, os jovens são maiorias em protestos pois são aqueles que tem a maior vontade de mudar como é o caso do protesto relatado no vídeo, na minha opinião mesmo com os jovens participando destes protestos deveriam haver mais manifestações, para que mostra-se ainda mais a força da juventude atual.

  25. duda_fany@hotmail.com diz:

    nome: eduarda n°9 serie 1A bentao
    “Ser jovem e não ser revolucionário é uma contradição genética.” Che Guevara

    nos dias de hoje estamos vivendo em uma sociedade controlada pela mídia que por sinal possui uma politica de extrema direita.
    fontes de diversão como por exemplo TV e radio que são constantemente manipulada direta e indiretamente por partidos políticos mostram o tempo todo uma realidade da qual jovens revolucionários que lutam por seus direitos são muita vezes injustiçados e taxados como bagunceiros ou até mesmo drogados. a mídia faz com que a sociedade adormeça em seus direitos, em sua própria vidas, influenciando as crianças adolescentes e jovens a acreditar que ter uma vida normal e pacata é a forma correta de se viver.
    mas o ser humano tem necessidade de mudança e a internet, redes sociais vem acordando a população e cada vez faz perceber, que a sociedade junta tem poder de mudança e não é o povo que deve temer o seu governo e sim o governo que deve temer o seu povo. nos dias de hoje grandes revoluções veem acontecendo a primavera árabe é uma prova de que pra haver mudança tem que haver uma conscientização da maioria o que prova o quanto o texto está errado e tem uma visão pessimista.
    aproveito também para dizer que esse espirito jovem não deve se perder nem mesmo quando nos tornarmos adultos e que é preciso mudar o mundo hoje antes que o mundo mude agente!

  26. duda_fany@hotmail.com diz:

    “Ser jovem e não ser revolucionário é uma contradição genética.” Che Guevara

    nos dias de hoje estamos vivendo em uma sociedade controlada pela mídia que por sinal possui uma politica de extrema direita.
    fontes de diversão como por exemplo TV e radio que são constantemente manipulada direta e indiretamente por partidos políticos mostram o tempo todo uma realidade da qual jovens revolucionários que lutam por seus direitos são muita vezes injustiçados e taxados como bagunceiros ou até mesmo drogados. a mídia faz com que a sociedade adormeça em seus direitos, em sua própria vidas, influenciando as crianças adolescentes e jovens a acreditar que ter uma vida normal e pacata é a forma correta de se viver.
    mas o ser humano tem necessidade de mudança e a internet, redes sociais vem acordando a população e cada vez faz perceber, que a sociedade junta tem poder de mudança e não é o povo que deve temer o seu governo e sim o governo que deve temer o seu povo. nos dias de hoje grandes revoluções veem acontecendo a primavera árabe é uma prova de que pra haver mudança tem que haver uma conscientização da maioria o que prova o quanto o texto está errado e tem uma visão pessimista.
    aproveito também para dizer que esse espirito jovem não deve se perder nem mesmo quando nos tornarmos adultos e que é preciso mudar o mundo hoje antes que o mundo mude agente!

  27. Edieh Murphy Swarchnnagger Lindomar, 1ºұ, Numeroº24 diz:

    “Penso,Logo Existo”
    Mona Laisa,
    melhor frase de todos os tempos devido a ação moderna da faixa etaria o expoente sem crase é uma pequena dedução de numeros indicos pelo estreito de bering.

  28. Anónimo diz:

    “Penso,Logo Existo”
    Mona Laisa,
    melhor frase de todos os tempos devido a ação moderna da faixa etaria o expoente sem crase é uma pequena dedução de numeros indicos pelo estreito de bering.

  29. Thayná Soares Silva N. 36 1.C BENTÃO diz:

    Eu concordo com o texto, pois hoje em dia os adolescentes sofrem muita influência dos adultos, da sociedade, e acabam pensando apenas na fama e no dinheiro que eles irão ganhar. Seguem a carreira e vida dos pais e de outras pessoas que conhecem . Mas há outras pessoas que escolhem seguir seu próprio plano de vida, sem a influência de ninguém, e são essas pessoas que se colocam ao lado da liberdade de expressão.

  30. Geovanna Bragante n º10 1 ºC Bentão diz:

    Em partes o autor do texto “os sonhos dos adolescentes”, pode até estar certo,pois existem alguns adolescentes que sonham pequeno, e tem uma vida comoda, contudo nem todos os adolescentes são assim,pois se eles sonhassem tão pequeno como é falado no texto, não iriam se manifestar e lutar pelos seus direitos.E se eles quisessem só um emprego que pagasse bem, por que eles lutariam pelos seus direitos ao invés de ficarem bem acomodados nas suas casas?
    Então concluímos que os jovens de hoje, não querem só um bom salario e uma vida comoda, eles querem mais do que isso, eles querem um bom futuro profissionalmente e socialmente.

  31. Caio Henrique de Melo Mariano, nº6,1º A , Bentão diz:

    Concordo em partes , penso que os jovens que querem um emprego seguro e sem preocupações são aqueles que cresceram e viveram uma vida cercada de conforto e nunca tiveram que enfrentar as situações ,mas isso não pode ser dito de todos , pois os que cresceram em outra realidade encaram os problemas e esperam uma mudança em relação a eles ,por isso os protestos e manifestações

  32. Larissa Martins de Oliveira, Bentão - Número 21, 1ºB. diz:

    Não concordo plenamente com o autor, pois não pode-se afirmar que são todos os jovens que agem dessa maneira. Há muitos jovens que querem uma profissão, um trabalho, realizar seus sonhos e alcançar objetivos, e que, por isso, fazem protestos, pois é uma maneira de conseguirem transmitir ao governo e à sociedade que querem ser vistos, querem ser enchergados também como cidadãos que precisam construir um futuro através de metas e esforços. Porém, há claro, entre nos jovens, aqueles que não se importam com sonhos e objetivos, e sim, em terem dinheiro e uma boa vida, sem se enforçarem para tal. Mas isso não é algo que possa ser generalizado para uma ideia de que todos os adolescentes são irresponsáveis, não querem ser esforçar para ter uma vida digna, não se importam com nada, etc. Porque há uma grande parte que não é assim, e isso tem que ser levado em conta. Por isso os jovens são maioria em muitos protestos, porque querem ter um futuro melhor, querem lutar para ter algo. Eis então mais um motivo para não podermos generalizá-los dizendo tais coisas.

  33. Luana Castro, n°: 25. 1°B diz:

    Concordo em partes com o autor de ‘Os sonhos dos adolescentes’. Acredito que hoje em dia existam muitos jovens que só querem um emprego que lhe dê segurança e bom salário sim, onde esperam não ter pressão, muitas responsabilidades e principalmente, que não ‘tenham que usar o cérebro’. Porém, não podemos generalizar essas excessões. Acredito que muitos adolescentes, muitos jovens ainda têm sonhos, e lutam por esses sonhos… E é por isso que vemos muito frequentemente mais e mais jovens nas ruas, lutando por seus direitos. Sobre os adolescentes de hoje, que estão à procura de vida fácil, acredito que possam ter sofrido alguma influência, que muitas vezes podem ser da própria família, dos pais, amigos ou responsáveis. Acredito que esses adolescentes da geração dos anos 90 acreditam que o mundo gira em torno deles mesmo… Onde seus pais trabalham para sustentar exclusivamente e apenas seus luxos. A sociedade em que vivemos também tem certa culpa, pois é uma sociedade capitalista, onde visamos o lucro e nosso bem estar… Único e exclusivamente nosso! Poucos são os jovens que querem um mundo melhor, e fazem a diferença. Poucos são os jovens que vão à luta por seus direitos. Poucos são os jovens que querem SER a diferença!

  34. Julia Brandão Nunes- n°20- 1°B diz:

    Não concordo com o texto ” O sonho dos adolescentes “, porque a maioria dos jovens buscam por um emprego melhor, salários melhores, uma vida melhor. E ainda querem fazer a diferença na sociedade, e vão em busca do seus direitos, que devem ser sim cobrados. Não podemos generalizar, pois sempre irá existir pessoas menos incomodadas com a as outras.

  35. luis henrique guinami de brito n°25 1°c diz:

    concordo em parte do texto,pois os jovens de hoje: tem queles que lutam por algo maior, um emprego assegurado por uma renda maior; e tem outros que categorizamos como classe media que sao enfluenciado pela escola e pela pessoas de seu convivo,por fim tudo isso depende da educaçao da familia.

  36. Maria Luiza Lisbôa nº 28 1ºB Bentão diz:

    Na minha opinião, Contardo Calligaris, autor do texto “Os sonhos dos adolescentes”, tem certa razão ao afirmar que os jovens de hoje sonham pequeno e que só querem um bom emprego que lhes paguem bem, mesmo tendo varias opções vidas possíveis, porém ter opções não necessariamente significa ter oportunidades. Vivemos em um mundo onde tudo gira em torno do dinheiro e a concorrência no mercado de trabalho é grande, levando as pessoas a deixarem seus sonhos de lado, para começar algo que lhes dê ‘bastante’ dinheiro e no menor espaço de tempo possível para que tenham as suas necessidades supridas, sem contar que somos criados, pela mídia e pelos governos, numa ideia de que se você não tem um bom trabalho que te de grandes lucros então você ‘não faz parte da sociedade’, mas isso também não quer dizer que seja uma coisa generalizada e que não existam ainda aqueles que lutam.
    Como mostrado no vídeo “Não vou sair daqui”, cada vez mais os jovens vem se levantando contra os abusos de poder, contra o desrespeito aos seus direitos como civis e contra todos os tipos de desgraças que acontecem por todo o mundo e que são causadas pelos governos. Cada vez mais os jovens buscam por voz, querem participar das decisões tomadas, querem ser ouvidos e para isso juntam-se em protestos contra o que acham errado, como uma forma de crítica pública e coletiva que não pode ser ignorada, e tudo isso porque sonham, e sonham com um mundo melhor, onde não é necessário fazer as coisas só pelo dinheiro mas também pelo prazer e pela felicidade de fazer.

  37. Isabela Ferreira Sastre - nº 18 - 1º B - BENTÃO diz:

    São poucas as coisas que podemos generalizar. Não são todos os jovens que saem para lutar por seus direitos e também não são todos que cruzam os braços e deixam as coisas passarem. Realmente uma grande parte da juventude sonha em ter um emprego que lhe de segurança e uma vida com comodidade, mas se os heróis estivessem servindo apenas para nos divertir, como diz o autor do artigo, não estaríamos vendo a juventude saindo para as ruas e lutando para que seus direitos sejam respeitados, mesmo sabendo que essa atitude não seria bem recebida pelas autoridades. Ainda existem jovens literalmente dando a cara a tapa. Como os adolescentes representam o futuro, acho importante que haja um esforço para alcançar aquilo que sonha e defender o que acredita, pois isso mostra que se conformar ainda não superou a esperança.

  38. Giuliana, 1ºB nº 13 diz:

    O autor do texto não está completamente correto em dizer que os jovens sonham pequeno, e a prova disso são os jovens civis que protestam, correm atrás de seus direitos e lutam contra o governo. Existe, sim, uma parcela considerável de jovens que apenas querem um bom emprego, que pague bem, trabalhando pouco. Mas ainda existem aqueles que abrem mão de um emprego desses para poder correr atrás de seus sonhos. Falar dos jovens de uma maneira generalizada, de maneira positiva ou negativa, não seria totalmente correto, porque não são todos iguais e cada um carrega um sonho diferente. E correr atrás desse sonho, realizá-lo, depende exclusivamente da força de vontade da pessoa e da motivação que ela recebe de sua família e das pessoas à sua volta. Por isso, deve-se analisar jovens de um meio comum para fazer observações generalizadas.

  39. Ana Paula Agnelo N°02 1°B Bentão diz:

    O autor do texto está correto ao afirmar que os jovens estão sem perspectiva de vida,sonham pequeno,eles não querem saber de trabalho pesado,querem trabalhar pouco e ganhar bem .Antigamente quando tudo era mais difícil de se consquistar os jovens davam mais valor ao trabalho,tinham sonhos,queriam lutar para vencer e poder dar uma vida menos dura aos seus filhos.Hoje que as coisas estão mais faceis,os filhos ja nascem com uma condição de vida mais estruturada não dão tanto valor a essas coisas que antigamente eram tão importates,os jovens de hoje se tornaram muito dependentes de seus pais ,acreditam que nunca vão passar por necessidades e que ja tem uma vida estruturada ,por causa disso ja nascem acomodados ,não usam sua voz para lutar ,preferem se acostumar com aquilo que não esta correto e tambem pelo fato que nós jovens ligamos muito para o que os outros vão pensar e que se ninguem vai lutar por que ele tambem tem que ir ?Só ele não vai fazer difereça nenhuma.Só que não é bem assim .É claro que não são todos assim ,ainda ha jovens que lutam para conseguir um bom emprego e pelos seus direitos como cidadãos ,como podemos ver no video onde os jovens acreditam em si proprio ,sabe que tem voz,e que se todos se unirem fazem diferença e não se deixam aterrorizar pelo poder .Mas infelizmente esses lugares são minoria ,percebe-se que esses lugares são aqueles que ainda sofrem pela ditatura ou conflitos desse tipo.

  40. Igor Ribeiro Nº 17 1ºB Bentão diz:

    Concordo em partes com o autor do primeiro texto “Os sonhos dos adolescentes” hoje em dia há sim aqueles jovens que querem para o futuro um trabalho bom e que page bem, mas, as vezes nem sempre é o trabalho que sonhavam só porque pagam o suficiente para ele sobreviver esta bom, mas tem aqueles que correm atrás do seu sonho e querem um mundo melhor para o seu futuro e de sua família. Por isso que nos protestos e greves tem bastante adolescentes no meio, pois, são aqueles que querem um futuro melhor.

  41. Ana Luiza Santana 1° B N°1 diz:

    Muitos jovens hoje em dia realmente querem apenas um bom emprego, que possa lhes pagar bem e que lhes proporcione uma vida confortável, e que contanto que sejam pagos no fim do mês não se importam em não exercer a área profissional que desejava, não ligam para seus direitos e muito menos para o que acontece no mundo. Mas há também muitos jovens que lutam pelos seus direitos, que vão atrás de seus sonhos fazendo o que for para chegar lá, protestando, confrontando o governo, como mostrado no curta metragem, e que se importam com a forma que as coisas andam no mundo. Por isso acho que o autor do texto ‘’Os sonhos dos adolescentes’’ peca em falar que todos os jovens não sonham, que só pensam em um bom emprego com um bom salário, pois podemos ver através desses vários protestos que acontecem no mundo, sempre liderados por jovens, que eles não pensam assim, pelo menos não todos como diz o autor do texto Os sonhos dos adolescentes.

  42. Rafael Pereira Nº 31 1ºB Bentão diz:

    Na minha opinião, Contardo Calligaris, o autor do texto “Os sonhos dos adolescentes” tem um conceito semi-verídico. Esse texto nos permite com base nos próprios modos de vida e, com auxílio da mídia (Televisão, jornais, revistas, internet, etc), formar a opinião própria sobre tal, e melhor analisar a perspectiva do autor. Contudo, não é correto afirmar como ele, generalizando os jovens, pois cada um dos jovens tem intuitos que podem não ser semelhantes. Exemplo disso é o vídeo acima. Podemos perceber que, sem os jovens civis, nenhuma destas manifestações levariam ao final planejado, o da vitória. Conclusão disso: Há jovens protestando e “derrubando” o governo centralizado, para a melhoria de seu país, como, ao mesmo tempo, há jovens “sonhando baixo”…
    Deixo claro, também, que esses movimentos e manifestos em geral, são ideais para a correção dos eixos político, tecnológico, cultural, social e, até mesmo, econômico do país, além da expressão do povo ser melhor interpretada, o governo provavelmente cederá à tanta pressão…

  43. Isadora Clude N° 19 1°B Bentão diz:

    Eu não concodo com o autor do texto, porque os adolescetes de hoje tem sim seus sonhos e metas. Esses sonhos não são iguais ao dos adolescentes de antigamente, hoje em dia os sonhos sao diferentes, e é claro que gostariamos de empregos com bom salário , mas tambem queremos um mundo melhor, e lutamos por isso, seja fazendo greves , protestos , etc.
    Não sao todos os adolescetes que lutam por isso, mas na maioria das greves ( protestos) grande parte dos ”participantes” sao adolescentes que querem mudar o mundo ao seu redor.

  44. Fernanda Rosa N° 08 1°B Bentão diz:

    Concordo em parte com o autor do primeiro texto, pois os dolescentes querem sim ter um trabalho seguro e bem pago, porem tem aqueles que alem disso querem trabalhar em algo que goste e se ampliar profissionamente, e isso faz com que ele lute para poder crescer em seu emprego, por isso as greves e protesto, nada mais é que adolescentes dedicadas correndo atras dos seus direitos e com isso poder dar a sua familia uma vida melhor que a que seu pais lhe deram.

  45. Rafael R., nº 32, 1ºA, Bentão diz:

    O autor do primeiro texto tem sim razão, mais em parte. Pois nem todos os jovens de hoje em dia tem esse tipo de pensamento “pequeno”, parte dos jovens de hoje sentam em seus sofás e assistem o Jornal e veem a desgraça que esta acontecendo ao seu redor, sem fazer nada, apenas esperando a próxima noticia. Mas a juventude não esta perdida como ja vimos a maioria das pessoas que protestam são jovens, e que estão em busca de uma sociedade justa e igual para todos, esses jovens não ligam se a pessoa que esta ao seu lado protestando se é negro ou branco, judeu ou católico, ele esta ali em busca dos seus direitos.

  46. Leticia Damiani Guimarães Mendes nº22 1ºA (Bentão) diz:

    Que pessoa não se deslumbra por um futuro pacato,em que não há mais nada a se fazer,a não ser se preocupar com o que vai ter para o jantar?Uma sociedade perfeita e sem erros.É isso que os jovens de hoje em dia,que tiveram todos os problemas “mastigados” pelos pais a vida toda,pensam da vida.Seus pais lutaram para dar um futuro em que o jovem teria um bom emprego e não precisaria sofrer ou lutar para conseguir um pão.Os jovens da nova geração nunca viram uma sociedade diferente daquelas que seus pais lhe proporcionaram,e por isso não conseguer ver um futuro melhor,ou para alguns “fantasioso”.Mas aos poucos começamos a enxergar as coisas(Sim,nós,por que eu era uma dessas jovens,e me impressionei quando comecei a ver as injustiças e os protestos que borbulhavam pelo mundo a fora),aos poucos jovens de todo o mundo começaram a lutar pelo que é certo,e sair de sua zona de conforto,para ir as ruas exigir seus direitos,e outros se juntaram a estes,e mais se juntaram aos outros,e agora(Vejo isso até na escola)os nossos rebeldes com causa gritam para serem ouvidos,e lutam,como seus pais lutaram,e buscam por seus direitos,abrindo espaço para novos sonhos brotarem.E essa luta se espalha cada vez mais,atingindo todos e a tudo.

  47. Gabriela Lima n°11 1°A Bentão diz:

    Eu concordo em partes pois sim os jovens de hoje querem sim um emprego seguro e bem pago.Mas não é todos que sonham pequeno muitos querem crescer na vida por isso fazem protestos para ver se essa “realidade” muda muitos são influenciados pelos próprios pais para correrem atrás dos seus direitos e ter uma vida estável.

  48. Pedro Abreu Silva N° 33 1°C Bentão diz:

    A Primavera Arabi
    Os protestos no mundo árabe em 2010-2011, também conhecido como a Primavera Árabe, uma onda revolucionária de manifestações e protestos que vêm ocorrendo no Oriente Médio e no Norte da África desde 18 de dezembro de2010. Até a data, tem havido revoluções naTunísia e no Egito, uma guerra civil na Líbia; grandes protestos na Argélia, Bahrein, Djibuti,Iraque, Jordânia, Síria, Omã e Iémen e protestos menores no Kuwait, Líbano, Mauritânia, Marrocos,Arábia Saudita, Sudão e Saara Ocidental. Os protestos têm compartilhado técnicas de resistência civil em campanhas sustentadas envolvendo greves, manifestações, passeatas e comícios, bem como o uso das mídias sociais, como Face book, Twitter e Youtube, para organizar, comunicar e sensibilizar a população e a comunidade internacional em face de tentativas de repressão e censura na Internet por partes dos Estados.

  49. Larissa Goulart n° 21 1°c Bentao diz:

    Na minha opinião eu acho que o autor tem razao sim , hoje em dia os jovens só pensa em ter dinheiro , uma vida estavel e nao sonham eu ter um emprego que traga felicidade , pode ser poucos os que pensam em trabalha num lugar pra fazer oque gosta e nao pelo dinheiro , hoje jovens querem tudo muito facil nao querem correr atras de nada . Tem jovens que ate sonham grande mais é a minoria . Mais também tem muitos jovens que vão atras de seus direitos , lutam por eles , e por uma vida melhor , os jovens também tem o direito de se expressar .

  50. Diana Morais de Miranda nº 5, 1º B Bentão diz:

    O autor do texto não tem e nem deixa de ter razão, pois nós não podemos generalizar as coisas, dizendo que os jovens só querem empregos seguros e com um bom salário, claro que muitos jovens querem um emprego assim, afinal, quem não quer? Mas também tem outros jovens que se preocupam com algo além da sua própria comodidade, aqueles que ajudam os que precisam, desde os animais em risco de extinção até as pessoas que perderam tudo em uma tragédia. Podemos até ter um emprego bom, ter o nosso conforto, mas também temos nossos direitos e nossos deveres, se esses nossos direitos estiverem sendo, de alguma forma, tirados de nós, devemos lutar contra isso.

  51. Gabriela dos Santos Fernandes Nº12 1ºA diz:

    Bom, eu acho sim que o autor do texto tem um pouco de razão, pois alguns jovens preferem ser sustentados pelos pais, querem sempre ter coisa boas, mas cada geração e uma coisa, pois antigamente até as crianças trabalhavam. Mas também temos aqueles jovens que lutam pelo seus direitos e já sabem mais ou menos o que querem de suas vidas, mas é claro que os todos querem um trabalho estável, com segurança e que ganhe bem, não é só os jovens como todos em geral. Há maioria das pessoas que protestam são jovens pois acho que os adultos já passaram dessa ”fase” se assim posso dizer, quem sofre mais com as coisas que acontecem no dia de hoje são os jovens, pois amanhã eles serão adultos e aqui é um país aonde podemos expressar o que sentimos, mas as vezes nem sempre lhe escutam e por isso fazem protestos

  52. Anna Laura Ragazzi nº 1 1ºA diz:

    Eu concordo em partes , com o autor do 1º texto . Há sim alguns jovens “mimados” , que só querem ganhar uma “graninha extra” , que não lutam pelos seus direitos , porque o que eles tem já está suficiente , ou o que os pais dão já é suficiente. Como ele disse também , hoje em dia os jovens tem muito mais opções , e mesmo assim sonham baixo . Mais ele está errado em generalizar essas afirmações , pois nem todos os jovens de hoje em dia são assim .
    Há aqueles jovens que lutam pelos seus direitos , que querem sempre mais , que correm atrás de um futuro melhor , esses jovens tem um poder , uma força muito grande , capaz de mudar muitos conceitos . Por isso acontece tantos protestos , greves e passeatas , se existe uma coisa que eles acham q está errada , ele vão lutar pelos seus direitos .

  53. Ju Colleto, nº20/1ºA Bentão diz:

    Talvez, pois como dito no texto, cada geração tem o adolescente que merece. A geração atual tem adolescentes que lutam pelos seus direito e os que se contentam com o que lhes é proposto. O autor do texto ”Sonhos dos adolescentes” não está totalmente certo, porém sua opnião não é descartável e nem aceitável. Os jovens procuram bons empregos, atrás de salários que lhes assegurem uma boa vida, mas como quase todo cidadão, eles lutam contra o que acham errado e lutam também a favor de seus direitor. Acredito que todo cidadão tem o direito da liberdade de expressão e de uma vida justa e acomodada, cada um faz seu caminho, e deve decidir o que quer para a sua vida e nação.

  54. GUSTAVO T GONÇALVES Nº16 / 1ºB / BENTÃO diz:

    Eu acho errado falar em geral sobre os jovens. O autor do primeiro texto, “Os sonhos dos adolescentes”, está certo sobre grande parte da juventude, que busca apenas um emprego com garantias para si mesmo, mas, porém, está errado em generalizar isso. Quantos protestos estão ocorrendo e, neles, a participação dos jovens é fundamental, como dito, são maioria.
    Eu acho que é falho generalizar todos. Muitos jovens querem uma vida “normal”, mas também grande parte defende o interesse comum da sociedade em que vivem.

  55. Bruna Gabriele 1°c n°4 bentão diz:

    Sim, pois os jovens de hoje em dia,não pensam em trabalhar ou estudar para ter um bom futuro,
    eles só quer saber de mordomia.
    Os jovens de já era muito diferente dos jovens de hoje em dia ,
    porquê eles queriam estudar, morando longe ou perto da escola e quando era longe eles andavam km apé afim de querem aprender alguma coisa,
    mas os de hoje em dia eles podem moram ao lado da escola, ir a escola de ônibus ou topic mas não vão por preguiça. Pois pensam , ´´ não preciso disso meu pai tem dinheiro, então não preciso trabalhar.´´´
    Pois eles não sabem no mundo a fora que é muito difícil arranjar um bom emprego sem ter um bom ensino.

  56. Pedro Abreu Silva n° 33 Bentão diz:

    Sim, pois os pais precisam educar seus filhos para fazer a coisa certa. Sim, porque os adolescentes querem ganhar seu próprio dinheiro, que não seja assaltado na volta do trabalho e para eles está bem.

  57. Giovana A. Ciccolani nº 11 1ºc bentao diz:

    Em minha opiniao o autor do texto ” os sonhos dos adolescentes”, está parcialmente certo , pois existem jovens que correm atraz de suas vontades e direitos, e não ficam acomodados, mas tambem existem outros , que só querem um enprego bom , e não se importam com mais nada.

  58. Renato Natal nº 34 1° C diz:

    Os jovens de hoje querem sim um emprego estável e com o um bom salário, mas na minha opinião não é apenas isso que eles procuram. A grande onda de protestos pelo mundo a fora mostra a grande insatisfação do povo, e principalmente dos adolescentes com relação a corrupção, maus tratos das autoridades e principalmente a forma de governo de alguns países do norte da África e do Oriente médio. A primavera árabe é o exemplo do que esta acontecendo. O povo, liderado por seus jovens, vão para as ruas e lutam para que acima de tudo haja democracia e justiça.

  59. Matheus B Busssioli nº32 1C diz:

    Eu concordo parcialmente com o autor do texto: “os sonhos dos adolescentes”. Na minha opinião, tudo depende da educaçao que os pais dao. Quando a familia é burguesa, certamente os filhos só pensam em ser bem sucedidos, mas nas familias de classe media os adolescentes, na maioria das vezes, eles tem influencia da escola e da familia, como muitos jovens no mundo fora.

  60. Daiane Manchine De Almeida 1A n:08 diz:

    Eu acho que o autor tem meio que uma certa razão pois, os jovens de hoje em dia preferem ser sustentados pelos pais ao em vez de trabalhar, eles querem muita moleza.Mas há certos jovens que pensam diferente e lutam pelos seus direitos os chamados Protestantes, o governo sempre tenta impedir que os jovens de sua palavra final.Por isso eu digo quem quer luta por isso e no final consegue.

  61. Pedro Serafim de Souza nº30, 1ºA Bentão diz:

    Será que o autor do primeiro texto, “Os sonhos dos adolescentes”, tem razão? Os jovens só querem um emprego segure e bem pago, e nada mais? Então, como explicar os protestos do mundo afora, em que os jovens são maioria? O que você acha disso?

    Não, porque a geração dos adolescentes além de buscarem um bom salário , buscam também seus direitos (porém a minoria). Na minha opinião, acho que todos os cidadãos tem direitos de liberdade de expressão e conseguir seus direitos.

  62. Vitória Panutto Merlim n° 35 série: 1°A Bentão diz:

    Não concordo com o autor do texto1, pois existem sim jovens que querem um mundo melhor, um mundo sem enganações por parte do governo, um mundo onde têm direitos garantidos. Os protestantes jovens querem ter liberdade para se expressar e que o governo os escute e atenda as vontades do povo, sem violência.

  63. Carlos Eduardo Richena de Lima - 1º A - nº 7 diz:

    Eu não concordo, pois esse fato não pode ser generalizado. Claro, muitos adolescentes não sabem o que querem da vida, ou por serem muito jovens, ou por falta de interesse, mas não pode ser generalizado de forma alguma.

    Muitos a partir dos 10 anos sabem o que querem das suas vidas, claro, isso pode demorar um pouco mais, por que não? Sua ideias não estão formadas, apenas foi colocado em sua cabeça que ele deveriam trabalhar para seu próprio sustento.

    Temos tanto adolescentes que lutam pelos seus ideais, quanto adolescentes que não querem nada com a vida, apenas curtir.

    Os adolescentes que querem trabalhar, que são a maioria, muitas vezes tem apenas um objetivo: trabalhar e sustentar a si mesmo, porém tem os jovens que querem ir além, em busca do conhecimento e de uma vida sem preocupações futuras

  64. Júlia Schmidt Souto Nº19 1ºA Bentão diz:

    Sim o autor do texto tem razão pois os jovens querem receber bem, trabalhando pouco, ou seja, hoje em dia eles só pensam em si próprio, e na maioria das vezes os adultos influenciam muito em seus pensamentos. E em alguns protestos eles participam pois todos pensam igual, e acham que assim, eles vão conseguir algum resultado. E isso tudo acaba causando uma grande confusão. (Feito em Dupla com Smaida Giacomello)

  65. Smaida Giacomello Nº34 1ºA Bentão diz:

    Sim o autor do texto tem razão pois os jovens querem receber bem, trabalhando pouco, ou seja, hoje em dia eles só pensam em si próprio, e na maioria das vezes os adultos influenciam muito em seus pensamentos. E em alguns protestos eles participam pois todos pensam igual, e acham que assim, eles vão conseguir algum resultado. E isso tudo acaba causando uma grande confusão. (Feito em Dupla com Júlia Schmidt Souto)

  66. Beatriz Ricci Faria nº3 1ºA Bentão diz:

    Não concordo com o autor do texto 1, pois há muitos jovens à procura de seus direito à frente do governo. Por isso, existem muitos protestos, por terem consciência de que há um governo que está tentando passá-los para trás ( os enganando) e estão tomando iniciativas cada vez mais frequentes para mostrar que não concordam com isso e querem mudar.

  67. Beatriz , Nº 02 ,1ºA , BENTÃO diz:

    Eu não concordo com o autor do texto,acho que ele não tem razão em partes.Pois ele generaliza a sua opnião sobre os adolecentes dizendo que TODOS são de uma maneira ” folgados “,que só queremos vida boa.Mas não é assim,há exceções e alguns que correm atrás dos seus sonhos.E uma maneira de correr atrás de seus sonhos é correr atrás de seus direitos por isso fazem protestos,passeatas,manifestações,greves, e etc.

  68. Caio César Canavês da Silva nº05 1ºA diz:

    Concordo, o que os jovens de hoje querem é arrumar um emprego no qual ganhem bem para trabalhar pouco, tendo assim uma vida tranquila e com muito tempo livre. A explicação para os diversos protestos mundo afora é que o jovem é muito influenciado pelas ideias “lançadas” pelos que o rodeiam, lutando por direitos que nem ao menos saber para que servem.

  69. Luís Pedro de Almeida Soquetti - Nº27 - 1ºB - BENTÃO diz:

    Contardo Calligaris o autor do texto ”Os sonhos dos adolescentes” pode ser aquele tipo de ”veterano” para não dizer ”tiozinho” que pintou a cara e foi protestar contra a ditadura militar, e acha que nós somos uma geração alienada e que sonha pequeno.Pois bem,se comparado a eles somos sim tudo isso, mas nem tanto, muitos jovens andam protestando nesse país,se bem que não derrubamos nenhuma ditadura e é nesse ponto que quero chegar, o Brasil não está ”vivendo” nenhum periodo com um governo autolitário ou totalitarista em que não temos liberdade de imprensa ou liberdade de expressâo, temos sim graves probremas sociais mas as pessoas não estão de costas para eles e usando um fone de ouvido.
    Vários movimentos no mundo contra os problemas na sociedade vem se desenrolando, sendo que a maioria das pessoas são estudantes,bem eu não acho que o jovem tunisíano que ateou fogo no seu proprio corpo em dezembro de 2010 protestando contra as condições de vida do seu país aspirava apenas por um churrasco com os amigos,nem que os outros revolucionários árabes estejam pensando somente na sua aposentadoria,nem que as feministas ucranianas estão acomodadas com a sociedade atual. Se todas essas pessoas pençasem pequeno estariam sentadas no sofá vendo uma serie americana.

  70. Sara H. R. Alves nº 33 1º B Bentão diz:

    Concordo em partes com o autor do texto “Os Sonhos dos Adolescentes”. Os adolescentes de hoje são menos sonhadores sim, porém não deixam de ser. Eles querem um emprego bom e estável, mas não querem viver fazendo algo de que não gostam, ou ter de trabalhar 24 horas por dia. Talvez, porque sonhar no mundo de hoje esteja difícil, não há incentivo, talvez seja difícil acreditar que, como profissão, você possa ser militante do Greenpeace ou um músico. Mas eles querem mudar o mundo, têm uma indignação, não querem ter que passar pelo o que, talvez, seus avós ou pais tenham passado, por isso os protestos. Adolescentes são adolescentes, querem mesmo se divertir e ter tempo livre.

  71. Rebeca Rojas & Flávio Menezes - 1º B nºs: 09 e 38 diz:

    Não! ele não têm razão (o autor do texto 1)… pelo fato de que os jovens estão pensando mais alto mas não fora de sua realidade, eles foram mais alto do que seus pais pois pensaram grande. Apesar de alguns não estarem interessados nesse tipo de trabalho há ainda jovens que querem fazer certa diferença, apesar de tudo e todos e para isso, vão lutar pelo seu direito.

  72. Gabriela Priscila n°12 1°B Bentão diz:

    Não concordo com o texto “Os Sonhos dos Adolescentes” porque a maioria dos jovens querem sim, bons empregos, seguros e bem pagos, mas não são todos que não lutam pelos seus direitos, grande parte deles também querem além disso, lutar para uma vida melhor, contra a corrupção, melhores condições de trabalho, etc.
    Então não podemos generalizar, pois sempre existirá pessoas mais acomodadas que outras.

  73. Thainá Alves n° 36 1° B Bentão diz:

    Os jovens procuram um bom emprego, atrás de salários que possam lhe assegurar uma vida confortável. Mas também lutam contra o que acham errado e a favor de seus direitos. Então, não concordo com o texto ”Os sonhos dos adolescentes” .

  74. Leonardo Rodrigo Dourado n° 21, 1°A Bentão diz:

    Os jovens procuram um emprego que precisem realizar o minimo de atividades para assim terem “mais tempo livre”, assim eles querem trabalhos seguros, com bons salários, que possam lhes oferecer a possibilidade de criar seu horário fixo, assim sendo: querem trabalhar do jeito que quiserem e tendo uma boa renda mensal.
    Os protestos são gerados pela fácil influenciabilidade de um jovem, ou seja, se alguém implantar uma ideia anarquista em um meio de trabalho cuja classe economicamente ativa esta na faixa dos 18 aos 22 anos, eles irão aderir a ideia e logo, irão começar os protestos e reivindicações de direitos que nem sabem ao certo para que servem os direitos que estão reivindicando.

    • Larissa dos Santos n°36, 1°A Bentão diz:

      Entendo o ponto de vista do autor mais nao sei se concordo com tudo o que foi dito.Não acredito que os adolescentes de hoje em dia nao sonhem,mais sim que os padrões da sociedade mudaram diferente do que era a 20 anos atrás.Acho que os jovens(e pessoas em geral)querem SIM uma vida estável até mesmo pelo conforto que isso tem a oferecer e isso pode leva-las a realizarem seus sonhos.Falando agora restritamente sobre o Brasil,há sim,manifestações no dia-a-dia em que os jovens são a maioria como pelo aumento da passagem de ônibus ou pela corrupção,mais a nossa situação não se compara com a situação atual da Líbia onde as pessoas INCLUSIVE os jovens não tem liberdade de expressão e a única forma de ser ouvido é se unir e lutar pelos seus direitos.

      • Gabriela Carvalho da Cruz - N° 11 - 1°B - BENTÃO diz:

        Na minha opinião o autor do texto tem um pouco de razão, mas acho que não se pode generalizar e dizer que todos os jovens só querem um bom emprego e com um salário alto. É claro que todos querem uma vida comfortável, mas também há aqueles jovens que além do seu comforto querem ajudar outras pessoas, crianças,animais… E ainda lutar pelos nossos direitos quando estiverem querendo tirá-los de nós.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s