Filme: Medianeras – as relações na era digital

O primeiro capítulo do livro de Sociologia problematiza as mudanças ocorridas nas relações pessoais (sociais) nestas últimas décadas com o surgimento de novas tecnologias. Um interessante filme que problematiza essa questão é Medianeras: Buenos Aires na era do amor digital do diretor Gustavo Taretto. Seguem o trailer e a sinopse do filme:

Sinopse:

Trailer oficial do filme Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual, que conta a história de Martin, Mariana e seus desencontros. Eles vivem na mesma cidade, na mesma quadra, em apartamentos um de frente para o outro mas nunca conseguem se encontrar. Só conseguem se relacionar via internet. Se conhecem online, mas na vida offline se cruzam sem saber da existência um do outro. Como se encontrar no mundo “real” em uma cidade de 3 milhões de habitantes? Nas palavras de seu diretor Gustavo Taretto, “Medianeras é o resultado de várias ideias, que em algum momento — que eu nem sei dizer qual — começaram a se unir. A maioria delas é o resultado de minhas observações e da minha curiosidade sobre Buenos Aires e seus habitantes que muitas vezes vivem suas vidas mais na internet do que fora dela”.

Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual é estrelado por Pilar López de Ayala, Javier Drolas, Inés Efron e Rafael Ferro. E conta com direção e roteiro de Gustavo Taretto.

Prêmios
Prêmio do Público da Mostra Panorama no Festival de Berlim 2011
Mostra competitiva do Festival de Gramado 2011

Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual é o desdobramento do curta homônimo realizado em 2005 pelo menos diretor, com o mesmo ator principal, e ganhador de 40 prêmios em festivais internacionais.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em BENTÃO 1, Cultura e Etnocentrismo, Dicas Culturais, Mudança e Transformação Social com as etiquetas , , , . ligação permanente.

9 respostas a Filme: Medianeras – as relações na era digital

  1. Ana Paula Agnelo N°02 1°B Bentão diz:

    Gostei muito do filme! Ele mostra como a sociedade de hoje pode estar cheia de meios de comunicação ,pode conhecer milhares de pessoas do mundo todo e ao mesmo tempo se tornarem tão isoladas do mundo ,incapazes até de conhecer uma pessoa que mora perto da sua propria casa ,como a tecnologia isolou as pessoas ,as aprisionando dentro delas mesmas as tornando pessoas solitarias .

  2. Gabriele Aline Pereira, nº13, 1ºA , (Bentão) diz:

    O trailer, nada mais é do que o assunto retratado no debate feito em sala. Ele complementa o que dissemos, que é bem mais fácil acharmos um perfil e se relacionar com essa pessoa, do que conversar com alguém pessoalmente. É a questão de acharmos um perfil que bata com nossas caracteristicas, porque nem sempre estamos dispostos a procurar esse “perfil” pessoalmente, pois além da timidez, existe também a violência que nos encontramos hoje. A internet facilita os assuntos, porém, por um lado, nos acomodamos a ela, e deixamos de falar com aquele que está perto de nós, com aquele que quer nosso bem. Esquecemos um pouco da realidade, e vivemos apenas ela, o que é muito ruim, pois no futuro, podemos estar solitário.

  3. Adorei todos os comentários. Gustavo, não era uma atividades para os alunos do Bentão, apenas uma sugestão de filme.Por isso mesmo, fico contente que tenha criado o debate. Além da questão das novas relações criadas pela internet, o filme também problematiza a vida na metrópole contemporânea. Com a verticalização da moradia e a especulação imobiliária das ultimas décadas, fica cada vez mais caro viver nesta cidade. Resta-nos, portanto, apartamentos cada vez menores e uma vida cada vez mais solitária e virtual. Porém, o filme (resumido no Trailer, como bem percebeu a Beatriz) não é pessimista com esta realidade, mas crítico, pois nos coloca a opção de escolhas e fugas. Por diversos outros motivos, vale a pena assisti-lo!

  4. Beatriz Dezembro Lopes , 1ºA , nº2 diz:

    É interessante e engraçado a criatividade que a pessoa teve para criar esse filme.Só pelo trailer já deu pra entender o que ele queria mostrar.
    É que num futuro muito próximo estaremos bem assim, extremamente sozinhos e carentes pelo fato de tanta tecnologia e de nos relacionar apenas por computadores,celulares e etc.O que facilita na comunição mas estraga num convívio amigável.

  5. Gustavo Martinelli, diz:

    Filme muitíssimo interessante, não sei se isso foi uma atividade propósta para os alunos do Bentão (sou da etecap), mas adorei o longa e quis compartilhar!

  6. eduarda diz:

    nome: eduarda stefany n °9 serie :1A bentao

    o filme retrata basicamente algo muito comum no nosso cotidiano.
    a força que a tecnologia exerce em nossas vidas embora possua muitos pontos positivos também possui muitos pontos negativos.
    o fato de como se torna fácil se aproximar virtualmente das pessoas, sem a necessidade de olhar nos olhos, de como a tecnologia facilita criar personagens já que sua palavra é a unica prova presente no momento, faz com que as pessoas encontrem dificuldades em relacionamento pessoais.
    chegamos a um ponto de que o ser humano encontra dificuldades pra uma coisa que pertence a sua natureza.
    conversas duradouras, palavras sinceras, amizades reais, são necessários para o ser humano se realizar como pessoa. e sem isso os relacionamentos sensíveis estão se perdendo.
    a tecnologia é muito importante. nos possibilita coisas incríveis. mas é necessário que haja um equilíbrio e consciência de que a tecnologia é um instrumento para facilitar a nossa vida e não que ela seja a nossa vida.

  7. Bruno Cavaçcanti Díaz 1ºA diz:

    O filme mostra como é fácil se relacionar online,hoje é mais fácil se relacionar na Internet,fica mais fácil encontrar uma pessoa que tenha o mesmo perfil que o seu,você não precisa conhecer os defeitos da pessoa,você não precisa não ao menos conhece-la,não é como antigamente que um relacionamentos entre as pessoas eram criados por convivência,hoje basta você aceitar um convite em alguma rede social e pronto,você estará convivendo,conversando,escancarando sua vida para uma pessoa que você pode nunca ter visto.

  8. Beatriz Ricci Faria - nº3 - 1º A - Bentão diz:

    O filme deixa claro como é bem mais fácil nos relacionar com pessoas que não conhecemos virtualmente do que conversar até com nossos vizinhos. O filme também relata o que é bem comum em cidades grandes, como Campinas e São Paulo, que as vezes não conhecemos nosso próprio vizinho, talvez sabemos seu nome e seu rosto, mas isso geralmente é o máximo que sabemos deles, podemos citar algumas pessoas que moram em quadras perto da sua, por terem estudado na mesma escola que você, ou então viraram amigos na internet e descobriram que essa pessoa mora bem perto de você.
    Alguns amigos que você tinha quando era criança e que brincava na mesma pracinha que você, hoje você só saberia dizer como ele está por que vê na internet.. Isso acontece por que a internet é tão rápida e pratica que passamos tanto tempo na frente de um computador que nem percebemos, mas acabamos afastando quem está realmente perto de nós.

  9. Leonardo Rodrigo Dourado n° 21, 1°A Bentão diz:

    Foi o tema que debatemos na ultima aula, esse trailer mostra o quanto os relacionamentos virtuais são fáceis de serem criados, duas pessoas que moram de frente um para o outro, quase sempre “se encontram” sem saber e só percebem a presença alheia quando estão em seus computadores.
    Isso pode ser caracterizado por todos, nas ruas não conversamos com ninguém mas em chats falamos com pessoas que nunca vimos, pois os relacionamentos entre “vasinhos” estão ficando raros porque agora eles se preocupam mais em falar das nossas vidas que em manter uma convivência amigável, e nos chats não precisamos ver as pessoas com que conversamos, podemos falar de tudo e todos sem ninguém saber quem somos, isso facilita e muito nas comunicações mas afasta as pessoas “reais”.

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s