B3, AT1 – O ensino de Sociologia incomoda?

Por Ricardo Festi

Esta atividade se refere ao debate sobre a obrigatoriedade do ensino de Sociologia nas escolas, aprovado em 2006. Leia o trecho abaixo extraído do nosso livro didático e analise o discurso da revista Veja. Em seguida, comente a questão:

Para Pierre Bourdieu, sociólogo francês contemporâneo, a Sociologia, quando se coloca numa posição crítica, incomoda  muito, porque, como outras ciências humanas, revela aspectos da sociedade que certos indivíduos ou grupos se empenham em ocultar. Se esses indivíduos e grupos procuram impedir que determinados atos e fenômenos sejam conhecidos do público, de alguma forma o esclarecimento de tais fatos pode perturbar seus interesses ou mesmo concepções, explicações e convicções.

Ora, uma das preocupações da Sociologia é justamente formar indivíduos autônomos, que se transformem em pensadores independentes, capazes de analisar o noticiário, as novelas, a televisão, os programas do dia a dia e as entrevistas das autoridades, percebendo o que se oculta nos discursos e formando o próprio pensamento e julgamento sobre os fatos, ou, ainda mais importante, que tenham a capacidade de fazer as próprias perguntas para alcançar um conhecimento mais preciso da sociedade à qual pertencem. (TOMAZI, N. Sociologia para Ensino Médio, p. 7. 2007)

Imagem, extraída da revista Veja de setembro de 2011, que circulou pelas redes sociais.

Na sua opinião, por que o ensino de Sociologia incomoda tanto alguns setores da sociedade brasileira? Para ajudar em sua resposta, recomendo a leitura do texto de Zigmunt Bauman, “Tarefa da Sociologia”, da p. 10 do Livro Didático.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em ATIVIDADE, BENTÃO 3 com as etiquetas . ligação permanente.

106 respostas a B3, AT1 – O ensino de Sociologia incomoda?

  1. Rebeca diz:

    Então, iniciando esse discurso, primeiramente como dito, um discurso crítico ao falarmos da diciplina de sociologia, que envolve a sociedade humana. Ela não ensina a forma crítica, suas acões a impõe, a sociedade brasileira têm um índice de liberdade para impor e expor suas opiniões, caso haja uma descordância a corrupção no país, portanto gera críticas em relação a isso, e também pelo simples fato de a sociologia fazermos pensarmos de forma diferente, ao que geralmente somos habituados, entretanto faz nos a darmos nossas opiniões, de forma afetiva e ampla ao que achamos e vemos. Me expressei de forma simples, meu objetivo no momento é fazer minha analogia entre crítica e sociologia de forma clara porém ampla, para que todos entendam, e concorde comigo. A quem leu agradeço pela atenção. Obrigada!

  2. Ellen Caroline Sanches nº36 3ºA diz:

    A sociologia possibilita a sociedade um maior julgamento dos fatores, maior conhecimento e capacidade de pensar sobre os acontecimentos do cotidiano. Ela acaba incomodando alguns setores da sociedade brasileira pois, ao possibilitar um maior conhecimento e julgamento a pessoa fica mais atenta aos fatos, julgando principalmente os acontecimentos políticos publicados nos jornais e comentados na TV. Ficamos mais atentos para nosso pensamento não ser manipulado pela mídia, e sim julgado conforme o nosso pensamento.Através desta somos estimulados a desenvolver melhor a capacidade de pensar, ficando longe do senso comum imposto pela manipulação, principalmente dos políticos através da mídia.

  3. Flávio Moreira F. Bentão , 3ºF , Nº34 diz:

    Simples , basicamente , sabendo um pouco de sociologia , muitas das coisas feitas,mencionadas ou produzidas por esses setores seriam questionadas de forma mais ampla , principalmente nos fatores sociais ,e muitas vezes ( infelizmente ) , as pessoas veriam a parte ruim que estaria por traz dos planos desses setores , logo , o povo não apoiaria tais medidas ou projetos , criando assim um problema para eles.

  4. José Matheus Monteiro n° 16 3°B ( Aqui Festi, aprova esse porque corrigi os erros) diz:

    “Critica” a natureza da sociologia?

    Galera eu li vários comentários dos colegas da escola e pensei em algo que vi em muitos comentários “A Sociologia forma pessoas criticas” ou “A sociologia nos ensina a opinar sobre um fato”.
    A questão que quero debater e a seguinte: Criticar e o fundamento decisivo para termos sociologia no ensino escolar?
    Eu li sobre os fundamentos da sociologia em alguns sites vou citar com contra+z algumas partes:

    “Sociologia é a ciência que estuda o convívio entre as pessoas em grupos, associações, comunidades, etc.”

    “A Sociologia surge então para compreender as novas formas das sociedades, suas estruturas e organizações”

    “Os sociólogos estudam e pesquisam as estruturas da sociedade, como grupos étnicos, classes sociais, gênero, violência, além de instituições como família, Estado, escola, religião etc.”

    Então voltando ao meu pensamento loco aqui: Desde que temos sociologia na nossa escola foram estudadas muitas coisas como a mais legal o conceito de “ação influenciada”, vimos muitas coisas mesmo, mas, uma coisa que ninguém nos ensinou foi “nós temos que ensinar sociologia para vocês aprenderem a criticar” não diretamente pelo menos. Em vez disso vimos muitas coisas sobre nossa sociedade então surgiu uma duvida:
    Se o objetivo da sociologia não é criticar como surgiu essa expressão. E aqui minha suposição: será que essa expressão não e recurso utilizado por alguém e que é reproduzido pelos alunos, vejamos e difícil um professor nos dizer que esse e um fundamento da sociologia, mesmo assim muitos alunos o reproduzem sem questionar, como surgiu este conceito, será que ele realmente existe ou será que a “critica” em sociologia e fruto de um processo por conhecermos e analisarmos uma estrutura e criarmos uma visão critica, neste caso a critica não seria ensinada pela sociologia e sim uma conseqüência de um novo aprendizado que também não tem por objetivo a critica, logo toda pessoa é critica por natureza e isso não é um fato ligado a sociologia (só pesquisador agora ksksoak)

    Outra questão ai pra nos debatermos:

    Se a critica não e fundamento da sociologia, a mesma poderia ser ensinada sem despertar o caráter critico?
    Vamos citar novamente as características da sociologia: estudar a sociedade, grupos étnicos, classes sociais entre outros.
    Será que não podemos aprender a sociologia e deixarmos o “aprendizado sobre critica” de lado, isso foi uma questão que surgiu, porque podemos, por exemplo, estudar todo o fundamento sobre a ditadura (1° coisa que pensei) e finalizar o ensino sem levantarmos a critica sobre ele, mas em seqüência os alunos vão criar suas opiniões e passar a criticar ou não a ditadura, mas cumprimos o objetivo porque neste caso a sociologia foi ensinada sem o fato “criticar” mas e lógico que ele surgiu nos alunos, mas, não de origem da sociologia ( difícil de entender em kk)e sim porque a critica já está presente em todos o fato é:
    Ninguém critica ou opina sobre algo que não conhece
    Então surge uma nova questão:
    O fato de a “classe dominante não aprovar o ensino sociológico, será porque ele ensina algo que eles não querem que saibamos ou eles não querem que aprendemos a criticar,opinar, este segundo é impossível porque todos somos críticos por natureza mas as vezes não temos conteúdo para criticar( agora já faço afirmações kk)

    Então podemos deduzir o seguinte: o que preocupa a classe dominante não e a critica e sim o conhecimento sobre a estrutura em que eles vivem que a sociologia ensina, o que irá ocasionar a critica a “eles” e por seguinte desconforto por parte deles por surgir novos contestadores da burguesia.
    Uma pergunta que fico meio perdida nos meio do texto:
    O conceito criticar em sociologia seria parte da matéria ou um discurso usado por professores e outros e reproduzidos pelos alunos?

    Exemplificando as perguntas mais ou menos:
    A critica faz parte do ensino sociológico?
    A sociologia poderia ser ensinada sem despertar a critica?
    O conceito criticar em sociologia seria parte da matéria ou um discurso usado por professores e outros e reproduzidos pelos alunos?

    Então galera ta aberto debate pros interessados, alguém informe pro “Ro” galera, porque ele não esta mas no 3°B, quero ele aqui também kkk ele não pode falta!
    Conto com a participação do Professor Festi que e o mais instruído e conhecedor da matéria pra ajudar nos aqui, tomara que pelo menos alguém leia minhas perguntas = )
    Desculpem pela linguagem simples e porque não sou bom em escrever muito sabe, e nem quero aparentar ser um bom escritor, então escrevi da forma que mais me agrado, o importante e o conteúdo, enfim né!

    Tudo que escrevi ai foi minha autoria só não foi os conceitos copiados no inicio do comentário , por conseqüência irá ter vários erros, ou contradições então já me desculpem, mas lembrando o que vale e o conteúdo e se alguém pergunta porque escrevi isso também não sei, surgiu na minha cabeça eu reproduzo kkk, Festi sabe fiquei viajando perguntado pra ele = ) uns assunto loco na aula!
    Então é isso não estou criticando ninguém, só quero debate sobre o que escrevi, é meio difícil escrever o que penso porque a idéia não fique tão clara como na minha cabeça, mas tentei, faze o que né. Terminando aqui vou assiste anime uh =

    Mais uma vez, debate aberto, quem ler divulga pra ter mais visibilidade e se torna um debate interessante (não sei se o que escrevi e interessante enfim kkk)

    Aqui os links do site que eu li:
    http://www.brasilescola.com/sociologia/sociologia2.htm
    pt.shvoong.com/social-sciences/1670469-que-é-sociologia/
    http://www.infoescola.com/sociologia/o-que-e-sociologia/

    Parando por aqui se não vo viaja noite toda, valeu pessoal
    Ah e quem ta viajando aqui e o Zé do 3°B kkkkk

  5. Que demais, quantos alunos inteligentes, como se expressam bem pela escrita. Sou professora também e esta atividade foi uma coisa e tanto. Parabéns a todos!

  6. duda diz:

    nome: eduarda stefany da costa n°9 1°A etec bento quirino

    A mídia Brasileira tem uma politica de extrema direita. seja por TV ,revistas,jornais ou qualquer fonte de enterimento que não haja liberdade da população para que se expresse, será completamente induzida pela mídia a favor da ignorância populacional.
    quanto mais ignorante e influenciável for a sociedade, com mais facilidades a politica nacional poderá esconder suas falcatruas.
    a unica coisa que muda a sociedade é a educação. uma população informada é uma população exigente consequentemente os prestadores de serviços públicos terão obrigação de ser mais honestos e isso é uma hipótese completamente fora de cogitação para os governos e mídias.
    a sociologia e filosofia dentro das escolas traz informação para as pessoas e justamente isso que eles temem, nos dias de hoje estamos vivendo uma nova era de ditadura, que atua nos meios de informação. seja dentro das escolas, e até mesmo na internet com a nova e famosa lei S.O.P.A. felizmente ainda existem pessoas que lutam pelos direitos de livre expressão, liberdade igualdade e fraternidade que são princípios iluministas está sendo conquistados aos poucos com protestos e passeatas organizados por movimentos estudantis. pouco a pouco mudaremos essa sociedade pois afinal só a informação muda o mundo!

    • Leonardo Rodrigo Dourado n° 21, 1°A Bentão diz:

      duda nos estamos no primeiro ainda não responda nas questões do 3°…

  7. Lucas Kajihara, nº 20 e Vinicio Henrique, nº 31, 3ºC, Bentão diz:

    No Brasil, a mídia junto do governo, manipulam as informações que são veiculadas à nós em prol de suas beneficiações. Através da sociologia, obtemos a capacidade de analisar os diferentes pontos de vista difundidos no nosso meio e desenvolver nossas próprias ideologias, dificultando, assim, a tentativa de alienação que tentam nos impor, tanto pelos jornais, programas de entretenimento e pelos programas sensacionalistas. No caso específico da Veja, que abomina a lei da obrigatoriedade das matérias de filosofia e sociologia no ensino público, essas matérias dificultariam a transmissão de sua ideologia direitista, em que as pessoas pensariam melhor antes de “comprar” a opinião dela.

  8. Júlia nº 18; Raquel nº24, 3ºD , Bentão diz:

    A sociologia incomoda muita gente por ser uma ciência que desenvolve o senso crítico das pessoas e por essa razão alguns se perguntam se incomoda por medo ou por ignorância, tendo isso em mente vemos que é uma matéria considerada arriscada ou frustante, pois leva as pessoas a descobrirem o que existe por trás das situações corriqueiras do dia-a-dia, que a princípio parecem não ter importância, mas que quando questionamos passamos a ter conhecimento da sua essência. E por essas questões a Veja critica a obrigatoriedade dessas matérias no ensino médio, por que não é interessante pra mídia que as pessoas questionem e obtenham conhecimento das coisas como elas realmente são e não como aparentam ser.

  9. Erika Harumi nº08 e Persio Moraes nº23 3ºD Bentão diz:

    O ensino das matérias de filosofia e sociologia perturba alguns setores da sociedade brasileira, pelo fato de que os governantes manipuladores não querem que os jovens sejam estimulados a pensar. A Veja acaba sugerindo que o governo invista mais em matemática e ciências, assim desestimulando o pensamento critico e colocando de lado a falta de investimento na educação, que deveria ser o “absurdo” e mostrando claramente o posicionamento politico da revista.

  10. Giovanna, Talitha n°11 e 26 3°D Bentão diz:

    O ensino da sociologia atualmente deixa certos “setores” sociais brasileiros incomodados pois a sociologia faz com que os indivíduos pensem por si só e construam sua opinião sobre os fatos ocorrentes na sociedade. Esses “setores” não querem que os cidadãos vejam a realidade sobre certos assuntos. O objetivo é ”esconder” temas, que poderiam criar agitação e como a própria revista Veja disse ”a pregação ideológica esquerdista” poderia se propagar e alarmar as massas sociais sobre a verdade de certas abordagens que atualmente a maioria da população não compreende, justamente pelo fato de que a sociologia não é presente como deveria.
    Concordo que o quadro lastimável educacional brasileiro é um assunto delicado, mas que não deve ausentar a sociologia e a filosofia.

  11. Anderson Cortiella, nº1; Nícolas Doi nº22 3ºD Bentão diz:

    B3, AT1
    A mídia é a maior fonte informação atualmente e com tanto poder de influencia ela pode ser usada como forma de manipulação. Nessa reportagem existe uma crítica sobre duas matérias que justamente ajudam os jovens terem uma visão crítica do que ocorre no mundo, na política e principalmente as informações que chegam a nós através da mídia.
    Se sociologia e filosofia deixarem de ser obrigatório seria o fim das discussões e aprendizagem que realmente são importantes, que tornam os jovens mais conscientes e políticos. O objetivo das instituições é de formar cidadãos para o avanço do pais. Obviamente matérias que incentiva a ciência e engenharias são importantes para uma melhor qualidade de vida, porém lidamos cotidianamente, com a política. Ao ir para escola de transporte publico estamos lidando com política, é importante que tenhamos conhecimento sobre o que passamos no dia a dia e não, apenas, recebermos informações, que a mídia , que possa ser usada como manipulação social e política, nos passa.
    Sociologia e Filosofia passam a incomodar a partir do momento em que os jovens começam a pensar e criticar.

  12. Isabella, nº 14; Jaqueline nº15, 3ºD, Bentão diz:

    O ensino da sociologia causa desconforto devido ao fato de estimular o pensamento e a criação de senso crítico na avaliação de certos aspectos da sociedade. Por estudar a ação do homem, nos dá liberdade para entender, compreender, e enxergar como as coisas realmente são.
    Durante a ditadura militar, a sociologia, assim como a filosofia, foi vista como “perigosa” por abrir a mente dos jovens, sendo retirada da grade curricular. Atualmente a volta da obrigatoriedade da sociologia ao ensino médio, pode ser vista como uma vitória, entretanto, muitos se incomodam pelo fato de não poder manipular tão facilmente os jovens. Mas de certa maneira, o estudo não incomoda somente a mídia, como também o governo e alguns estudantes que acostumados a não pensar, julgam a matéria desnecessária. Enfim, ainda sofremos as consequências provocadas durante a ditadura militar, que afeta principalmente a nossa geração pelo simples fato de terem nos ensinado a aceitar sem questionar. Acreditamos que o pior ainda está por vir, já que grande parte dos jovens/crianças não se importam mais com as questões referentes à sociedade, dando maior valor às coisas banais.

  13. Bruno Galerani, Nº3 ; Victor, Nº29, 3º D, Bentão diz:

    Acreditamos que o estudo de Sociologia causa incômodo em alguns setores da sociedade brasileira porque ele mostra para as pessoas o que realmente acontece no mundo, assim desenvolvendo opiniões criticas, antes não existentes ou, talvez, não tão rígidas, fazendo-as questionarem a sociedade da qual fazem parte e podendo levar a população a se voltar contra o governo, implicando assim na existência de revoltas e transformações sociais que poderiam levar ao término de alguns setores ou levá-los a mudanças negativas para eles.

  14. Rodrigo,25,3ºD;Mateus S.,20 3ºD . Bentão diz:

    Em consenso,entendemos que a sociologia é de fundamental importância para o desenvolvimento critico,e é necessario que os alunos do Ensino Médio tenham determinada disciplina para formação de opiniões sobre a realidade que o cerca. Porém, é nescessário que a educação seja melhorada como um todo, ou seja, é preciso que todas as disciplinas da grade curricular sejam favorecidas, pois, para que um aluno reflita sobre a realidade que o cerca ele precisa saber ler e escrever, por exemplo.
    Outro ponto que merece ser citado é que a sociologia deve dar uma visão ampla e não guiar os alunos para determinada tendencia, mas sim apresenta-lo a todas possiveis para que ele reflita e forme sua opinião, caso essa caracteristica seja seguida, determinada disciplina sera muito util.

    • Nathalia diz:

      Olá Rodrigo e Mateus!
      Concordo com vocês. Acredito que a crítica da revista Veja sobre o assunto é exatamente esta: Porquê obrigar o ensino de Sociologia e Filosofia se grande parte de nossos jovens chegam ao Ensino Médio mal sabendo ler e escrever? Pois bem, até aqui ok, só acho que a revista distorce o problema real. O absurdo não está na obrigatoriedade do ensino dessas matérias, mas sim na educação de baixa qualidade que nossas crianças recebem desde as séries iniciais do Ensino Fundamental. Assim, o necessário é empenhar esforços para que a educação seja melhorada como um todo,não desmerecendo nenhuma disciplina.
      Também concordo com vocês quando citam o papel que a Sociologia deve desempenhar. Ela deve oferecer uma visão ampla sobre a sociedade para que o estudante decida o que ele quer seguir e desenvolva, assim, opinião própria.

  15. Bruno, Fernanda e Joice, nº 2, 9, 17, 3º D, Bentão diz:

    O ensino de Sociologia incomoda por formar um senso crítico no ser humano, ou seja, criamos opiniões e, assim, deixamos de seguir o que a sociedade impõe. Sem sermos “manipulados”, de forma indireta, pela sociedade brasileira começamos a questionar quais “regras” realmente devemos seguir. Fica claro, através da reportagem da Revista Veja, que o objetivo maior da sociedade é que nos foquemos mais em disciplinas como Matemática e Português, deixando de lado disciplinas como Filosofia e Sociologia que nos fazem pensar como cidadãos livres. Além disso, a partir do momento que buscamos mais informações, descobrimos aquilo que eles (por exemplo, os políticos) escondem, como roubos de fundos públicos.

  16. Diego N°6;Helio N°12; Jean N° 16 3º D -- BENTÃO diz:

    Na maioria dos jovens de hoje em dia,acham que disciplinas como filosofia e sociologia são matérias insignificantes e dispensáveis.Porém,essas disciplinas são de extrema importância para formar cidadãos não alienados,Na época da ditadura militar,os jovens foram as ruas reclamar seus direitos perante os militares que oprimiam sua forma de pensar e agir.Saber ter um olhar critico e saber analisar situações na atualidade é fundamental,pois os jovens que tem a percepção de certo e errado na politica e na sociedade hoje em dia é muito raro. E esses jovens incomodam os políticos que nos roubam o tempo todo.
    Portando a sociologia incomoda sim,mas poderia incomodar mais, se nós jovens começarmos a analisar mais os assuntos da nossa sociedade e as decisões de nossos lideres.

  17. Ednaldo nº07, Matheus C. nº21- 3ºD bentão diz:

    É evidente que, atualmente, os mais altos escalões na nossa sociedade não precisam de pensadores, e sim “apetadores de parafuso”, afinal, é fácil manipular indivíduos sem senso crítico, que apenas concordam com tudo o que lhes é dito. O conhecimento é uma das melhores armas que temos à disposição para romper com o senso comum. Sendo assim, a Sociologia nos proporciona, além do conhecimento de nossa sociedade, o senso crítico necessário para que não sejamos enganados por superiores que manipulam seus funcionários, os quais apenas acatam tais decisões, sem ao menos refletir sobre elas. Acreditamos também que esta disciplina, tratada como escória pela reportagem da revista “Veja”, irá abrir “novos horizontes”, permitindo que a qualidade do ensino melhore, tanto para alunos como professores.

  18. Mahomed, n° 19, Thiago, n°28, 3°D Bentão diz:

    A sociedade é divida em grupos. Os grupos com mais poder financeiro procuram evitar a sociologia, porque nela, há o estudo das relações sociais.

    Estes estudos levam o indivíduo a criar opinião própria e a capacidade de criticar, que fazem com que esses indivíduos conscientizados entrem em conflito com a classe com maior poder aquisitivo, isso faz com que a classe burguesa se sinta ameaçada, com medo de perder o controle econômico, que implica em perder vários privilégios.

  19. Gabriel,Igor N° 10 e 13, 3° D Bentão diz:

    A sociologia incomoda porque ajuda indivíduos a refletirem sobre tudo que é imposto para as pessoas atualmente como novas leis e tudo que é colocado pela midía e que influenciam as pessoas no modo de agir e pensar. A sociologia desperta novos ideais,modos e pensamentos críticos atuantes na politica que podem mudar a sociedade, o que gera o desconforto nos altos escalões de nossa sociedade já formada sobre uma opinião ou um assunto qualquer.

  20. Carolina Remédio nº04, Carolina Ribeiro nº05 e Thais Krüger nº27, 3ºD - Bento Quirino diz:

    O ensino da sociologia incomoda por conta de que a matéria abre a mente para o senso critíco, fazendo com que alguns assuntos que o governo pretende manter escondido da população venham a conhecimento de todos, além de motivar os jovens a procurarem novos conhecimentos e a elaborar opiniões sobre as atitudes do governo, questionando a atual situação da sociedade. Os recursos de comunicação atuais mascaram os reais fatos que podem ocasionar revolta na população, e o objetivo da sociologia é mostrar os principais fatos que podem alterar a sociedade, e fazer com que as pessoas tenham um ponto de vista critíco sobre o tema, desafiando a mídia, que seleciona o que pode ser veículado ou não para a população.

  21. Géssica Nº 13; Ianaiy Nº 15. 3ºE Bentão diz:

    O ensino de Sociologia incomoda diversos setores da sociedade brasileira, porque tem como objetivo despertar o senso critico da população alertando-a de seus direitos e deveres como, por exemplo, em uma campanha política as pessoas não se influenciam facilmente por um discurso bem feito sem estabeler critérios de avaliação para verificar se as propostas apresentadadas seram realmente realizadas dentro do aspecto de determinada região.

  22. Jonathan H. nº18 Rafael H. nº30 Caio Luz Stuck nº 6 André Concetti nº1 3º E Bentão diz:

    Na nossa opinião a sociologia faz com que os alunos reflitam sobre a mídia, faz com que eles questionem as normas impostas pela sociedade e pelo governo isso pode ser um grande incômodo para os mesmos. Os alunos aprendem sobre filósofos e sociólogos antigos, descobrindo novos conceitos e desenvolvendo um senso crítico e formando novos cidadãos. Com o desenvolvimento de um senso crítico você luta pelo seus direitos e princípios.

  23. Felipe Mori Nº10, Rafael Cruz Nº29 3º E -- BENTÃO diz:

    Nós concluímos que para uma grande empresa como a veja, é muito fácil publicar uma matéria na qual critica um vertente muito importante da sociedade: Formação de Cidadãos C-R-I-T-I-C-O-S, estes os quais estão sempre atentos as muitas alienações que sofremos no dia-a-dia.
    Não é interessante para eles esse tipo de cidadão que não são facilmente influenciados pela opinião de uma maioria a qual está no poder!
    “Razão a gente dá ao diabo quando têm.” é fato que a educação brasileira ainda precisa de muita melhora e investimentos nas mais variadas gamas do conhecimento. Mas nos respondam uma coisa… Devemos formar cidadãos ou máquinas criadas para servir uma minoria da elite!?

  24. Mateus; Renan; 25; 31; 3ª E; Bentão diz:

    De fato a sociologia incomoda, pois ela nos faz refletir sobre a sociedade e posteriormente formar um pensamento crítico, com o intúito de adquirirmos a capacidade de tirar nossas conclusões sem a influencia da mídia e do governo que muitas vezes tenta manipular a sociedade para seus próprios interesses.
    Como por exemplo: A greve dos estudantes da USP, onde os mesmos estavam reinvindicando seus direitos, pedindo a saida do reitor que abusou de seu poder utilizando verba escolar para fins pesoais, porem a mídia tentou de qualquer forma desviar a atenção do público para esse fato dizendo que a greve estava sendo feita porque os estudantes nao quereiam mais ”segurança” no campus da universidade.

  25. Bárbara, Rodrigo N°02,32 - 3°E - BENTÃO diz:

    A sociologia como ciência tem como objetivo estudar a sociedade e tornar o individuo mais critico com tudo aquilo que acontece em sua volta. O fato dessa ciência incomodar certos grupos e pessoas deve se ao fato que querem vendar os olhos da sociedade para satisfazer os interesses dos mais poderosos. Por abrir a mente das pessoas e mostrar que aquilo que os mais poderosos pensam ou dizem na maioria das vezes não é uma verdade absoluta e sim defende interesses que somente serve para aqueles que querem vendar os olhos da sociedade.

  26. Patrícia nº28/ Valéria nº33 3ºE Bentão diz:

    Na nossa opinião o setor que mais se sente incomodado com a população mais atualizada sobre as condições da sociedade é o das classes sociais mais elevadas, que se beneficiam com a ignorância e aceitação da população em relação ao modo como o governo administra o país, para eles é inaceitável pessoas que tenham senso critico, pois essas pessoas colocam em risco o domínio do governo e daqueles que querem manipular o ponto de vista das pessoas. É mais fácil lhe dar com pessoas ignorantes, já que assim elas não questionam o errado por não conhecer o que é certo. A sociologia segue um caminho contrário, ensinando as pessoas a serem criticas e a enxergar a sociedade a partir de um ponto de vista próprio, saber filtrar as informações que recebem pelos meios de comunicação, sabendo que nem tudo que ouve ou vê será sempre verdade.

  27. Izabela (N°16) /Luis Guilherme (N°22) - 3ºE - Bentão diz:

    O ensino da sociologia incomoda alguns setores da sociedade, pois leva a pessoa que a estuda a um pensamento crítico e analítico sobre a sociedade e os problemas sociais. Os principais incomodados são justamente os que não querem que o país forme esses seres críticos, mas sim pessoas inseridas em um sistema que dite as regras à elas. A partir do momento em que passamos a questionar e nos inconformar com determinadas situações, prejudicamos o “status quo” dos que não querem mudanças e estão se beneficiando com a sociedade da maneira que está.

  28. Daniela Almeida Vega nº 09; Luana de Oliveira Silva nº 20,3ºE, Bentão diz:

    A sociologia é uma disciplina criticada, pois trata de fazer com que os alunos tenham um olhar crítico e questionem sobre as reais causas dos problemas que ocorrem na sociedade, criando assim pessoas que não se calarão perante situações erradas que tanto os politícos, como os próprios indivíduos tentam nos impor. O intuito de retirar disciplinas como sociologia e filosofia é deixar de certa forma alunos “burros” sem conhecimento suficiente para argumentar e questionar as decisões tomadas pelo governo, decisões essas que na maioria das vezes só trazem vantagens para uma parcela bem pequena da população ou muitas vezes só para eles próprios, sendo impedidos de resolver problemas realmente importantes como a miséria, o desemprego, a falta de moradia, a educação e saúde pública precária, o que a maioria da sociedade enfrenta.

  29. Gabriel nº 11 e Vitor nº 34 3ºE diz:

    A Sociologia pode incomodar diversos setores da sociedade, pois para a mídia, o governo, seria mais beneficioso para eles que o povo não tivesse um censo crítico para analisar os valores que estes tentam impor em nossa sociedade brasileira.
    A mídia tenta “alienar” o povo, dizendo que o Brasil é um país muito bom e próspero, sendo que na verdade tem milhares de problemas que prejudicam nossa sociedade, como a falta de estrutura em órgãos públicos, enquanto os políticos têm salários exorbitantes e o povo passa fome.Essa notícia da revista Veja é um exemplo dessa tentativa da mídia de nos manter ignorantes desejando ter um carro melhor, uma televisão melhor etc.

  30. Marília nº 24; Mayra nº26, 3ºE , Bentão diz:

    O ensino de Sociologia incomoda tanto alguns setores da sociedade brasileira, pois não interessa a esses setores que a sociedade tenha a informação por completa, mas sim, aquilo que gostariam que nós enxergássemos. Matérias como sociologia e filosofia formam pensamentos e opiniões, assim as pessoas começam á questionar aquilo que vem sendo imposto á elas. Exemplificando esse fato, temos as classes mais baixas que são “compradas” pelas bolsas que o governo oferece, mascarando a realidade, fazendo assim as pessoas se acomodarem sobre a real situação.

  31. Júlia Abreu nº 19; Otávio Oliveira nº 27; 3ºE Bentão diz:

    A Sociologia acaba se tornando um contraposto da sociedade, pelo fato de influenciar o cidadão a formar e seguir suas proprias ideias e pensamentos. Com essa atitude este, poderá deixar de seguir costumes e atitudes impostas indiretamente por uma sociedade movida pelo lucro. Sendo assim tal individuo terá conciência de seus atos, portanto deixando de votar em determinado politico ou partido, ou até mesmo deixando de comprar produtos, com o ideal de que está fazendo o certo. Assim a Sociologia incomoda diretamente as pessoas que tentam conseguir algo em cima de pessoas que não tem autonomia das suas ações (alienado).

  32. Bianca Carvalho N.04 3ºE; Lucas Alves N.21 3ºE - Bentão diz:

    O ensino da sociologia nas escolas incomoda grande parte da população pois estimula os alunos e pensarem e debaterem sobre a sociedade, porque percebem aspectos da sociedade que são falhos e os políticos querem esconder, como por exemplo, a precaridade da saúde pública, a falsa democracia em que vivemos, e a tentativa de reprimir a liberdade de expressão.
    Criando alunos e cidadãos críticos o governo se depararia com vários revoltas, reivindicações e protestos com o intuito de lutar pelos seus direitos.

  33. Mailson, Nº 23, 3E, Bentão diz:

    A Materia deixa bem claro o qanto a sociologia incomoda as classes dominantes neste país , que só se importam com que suas “maquinas” estejam trabalhado e revertendo lucro, sendo asim querem apenas continuar formando apenas “maquinas” que não pensam apenas executam suas funçoes em vez de formar cidadoes que se preucupe com seus direitos, qualidade de vida e principalmente tendo senso critico para nao ser alienado pelo que nos é imposto mais lutando pelosmseus direitos.

  34. Giovanni nº14 3ºE, João nº17 3ºE Bentão diz:

    A sociedade se impõe em relação ao ensino da sociologia, pois quer cidadãos que não sejam críticos e que não perceba o que ocorre no mundo por isso querem que sejamos cidadãos não críticos e que não liguem pra o que esta ocorrendo na sociedade. Com a matéria sociologia nas escolas serão formando cidadãos que criticam as emissoras de TV questionam, os políticos e criticam a sociedade como um todo.

  35. Carolina nº07, Gabriela nº12 -3ºE bentão diz:

    Hoje em dia para o governo o melhor é que as pessoas não pensem, assim suas propostas não cumpridas e suas “metas” não atingidas alem claro de suas mentiras vão continuar como estão, sem solução e também sem cobrança.Eles não querem ser questionados pela população, preferindo que esta seja alienada e sem conhecimentos sobre seus direitos e sobre as obrigações dos”poderosos”.
    O governo tem o controle sobre a mídia de massa e a manipula para parecer que esse estudos vão trazer malefícios para todos, quando na verdade é o contrário.
    Sociologia e outras ciências sociais devem sim aparecer no currículo obrigatório das escolas públicas, para que assim as pessoa e os futuros eleitores possam julgar melhor quem colocaremos no poder e assim melhorar nem que seja um pouco o país.

  36. Beatriz (N°3) / Bruno (N°5) - 3ºE - Bentão diz:

    O ensino da sociologia nas escolas, incomodam o governo pois cria um pensamento crítico na população jovem, que está chegando ao mercado de trabalho, e sendo assim, se essas pessoas fossem mais ignorantes, não existiram greves, revoltas, protestos, luta pelos seus direitos, o que facilitaria muito a vida dos políticos brasileiros, pois não teriam que aumentar a verba encaminhada para cada cidade.

  37. Edmeris N°07 3°B BENTAO - Letícia Cassela nº 18 diz:

    Com certeza a Sociologia incomoda muito os vários setores da sociedade brasileira. Pois, passamos a ter um olhar crítico e analítico sobre vários assuntos da sociedade como, por exemplo, a mídia que influencia a nos tornarmos alienados e manipulam nossas ideias fazendo com que o nosso senso crítico diminua nos acostumando a assistir programas que não tragam conhecimento. Outro exemplo são as escolas, onde somos treinados a reproduzir o que nos é dado para passar no vestibular. E também na economia, na saúde, na política, entre outros.
    Se a sociedade soubesse criticar, as pessoas que desejam manipular, não conseguiriam fazer tudo que querem.

  38. Luiz Carvalho , nº21;Raissa Carolina, nº 26, 3°B - Bentão diz:

    A sociologia tem como propósito formar pessoas críticas, e consequentemente, pode fazer com que uma sociedade submissa tome os rumos do país. Não é isso o que acontece hoje no mundo inteiro. Os mais poderosos, os controladores das nações, não são aqueles que constroem-nas e sim os trabalhadores comuns, e por isso há divergência em seus interesses. Para que não haja essa diferença, esses poderosos escondem a verdade por trás dos discursos, pois o povo, o mais poderoso elemento de uma revolução, não pode ir contra seus interesses. Mas esses discursos caem quando são analisados criticamente, e o governo passa de vítima a réu. Então, a sociologia é criticada, ainda mais no ensino médio, período da vida de um jovem onde sua formação e opinião, na maioria das vezes, não está completa.

  39. Nathalia, nº24; Bruna, nº01 3ºB Bentão diz:

    Acreditamos que a Sociologia incomoda tanto alguns setores da sociedade pois é uma matéria que desenvolve o senso crítico e forma pessoas capazes de analisar os acontecimentos sociais . E a grande massa popular é ensinada a manter a ordem estabelecida pela sociedade e não a criticá-la. Além disso, o ensino da Sociologia impede que os indivíduos sejam facilmente manipulados pela grande mídia. E com isso provoca um grande incômodo nos grupos que procuram ocultar determinados fenômenos e atos do grande público.

  40. José Matheus Monteiro n°16 Serie: 3°B / Lucas Chiconini n°19 3°B - Bentao diz:

    O estudo da sociologia incomoda alguns setores, principalmente a mídia e a política, pois a sociologia dá aos jovens brasileiros a capacidade de ler ou ouvir um texto e criticar.Assim impedindo que a mídia e a política consiga controlar nossas opiniões com seus discursos bem trabalhados.
    Quando a maior parte a população se tornar crítica, o povo não ira aceitar as coisas sem refletir, e começariam a fiscalizar a ação dos políticos, agindo contra a corrupção.

  41. Matérias como a sociologia e a filosofia tem como uma de suas características desenvolver o senso crítico das pessoas, coisa que vai completamente contra o governo, que grande parte busca criar pessoas ignorantes que aceitem suas ações cegamente, sem qualquer forma de protestos e revoltas,assim, facilitando qualquer ato voltado a corrupção.

  42. Gabriel Pessin - nº09, Gabrielle Trotti - nº10, 3ºB, Bentão. diz:

    Com certeza,pois como essa disciplina trata de assuntos relacionados à sociedade em que vivemos, fazendo-nos refletir sobre ela e consequentemente, enxergar seus “defeitos”, isso acaba por nos tornar seres críticos, que desejam mudanças e que provavelmente fariam alguma coisa para consegui-las, interferindo no sistema de todas as maneiras possíveis, o que incomodaria as classes sociais mais beneficiadas, tais como as autoridades, que já estão satisfeitas com sua situação atual,e por isso, não são à favor de transformações que podem influenciar em sua qualidade ótima de vida, mesmo que elas sejam feitas por um bem maior, pois, infelizmente, vivemos num mundo onde a desigualdade social é grande e os privilegiados nunca serão a favor do citado “bem maior”.

  43. Débora n.º6 João Vitor n.º14 3ºB Bentão diz:

    O estudo da sociologia tem como principal princípio, a formação de indivíduos críticos, que tenham o seu próprio ideal, no mundo de hoje, pessoas tentam nos persuadir aos seus mesmos pensamentos. Principalmente para a mídia e na política, a formação desse pensamento crítico incomoda porque assim temos base suficiente para poder confrontar as ideias impostas por eles.

  44. Raquel Froze nº 27/ Isabela Fontenele nº 11 3° B / Bentão diz:

    No nosso ponto de vista, a sociologia é uma matéria que faz os alunos e os cidadãos pensarem e questionarem a conduta que o governo implica sobre nós. Dessa maneira, fica mais difícil a manipulação dos governantes sobre a população.
    O senso crítico fica cada vez mais apurado nos alunos que estão em contato com a matéria, não deixando- se levar com a velha prática do ” Pão e Circo”.

  45. Leonardo Reale nº17, Marcelo Sansigolo nº23. 3ºB, Bentão diz:

    A Sociologia geralmente incomoda pelo fato de fazer com que as pessoas pensem de forma autônoma, ela acaba abrindo a mente das pessoas, fazendo com que elas construam suas próprias ideias e escolhas. Isso, não é bom para as pessoas que costumam ser conservadoras, e os governantes também costumam ser contra a liberdade de opinião e expressão, uma vez que quando isso acontece, as pessoas que construíram suas próprias ideias e opiniões começam a fazer questionamentos quanto à atual situação da sociedade, e isso envolve, em muitos casos o governo. Essas pessoas que adquirem essa liberdade de opinião acabam sendo consideradas anti-governistas, mas não é realmente isso que elas se tornam, elas só deixam de ser pessoas alienadas e de fácil controle, e passam a ser pessoas com a mente mais aberta. O fato da sociologia fazer visível coisas que os conservadores tentam ocultar também incomoda porque a partir do momento que as pessoas deixam de acreditar no que “deveriam” acreditar, fica mais difícil de controlá-las, e isso não é bom para o governo geralmente. A sociologia deveria ser encarada como algo que abre a mente das pessoas para a sociedade em que elas vivem, e não uma matéria que forma esquerdistas e revolucionários.

  46. Pedro nº25 e João nº13 3ºB Bentão diz:

    Porque a Sociologia incomoda? ela incomoda porque ela ensina a sociedade a aprender sobre ela ou seja, aprender a maneira em que vivemos os nossos direitos como cidadão, e por esse motivo querem que ela não seja bem vista pois, assim deixaria as “pessoas” sem opções para ir contra as regras do “sistema” imposto sobre elas.Então o que as pessoas que não estão interessadas nessa matéria fazem? Elas arranjam um jeito de mostrar isso explicitamente sem mostrar a realidade do desinteresse pela sociologia, assim “compram” a capa de uma revista importante modificando suas ideias inicias e colocando ideias que façam com que as pessoas vejam de uma maneira contraria, dizendo que isso cria ideias para as pessoas aderirem a movimentos de esquerda e causarem greves e outras coisas que destroem a sociologia. E o pior é que as pessoas simplesmente acreditam e não buscam a essência da sociologia.

  47. Anónimo diz:

    Bruna Marcondes Nº2 3ºB
    Camila Cremasco Nº4 3ºB

    Nós vivemos em uma sociedade em que é mais importante o individual do que o coletivo, enquanto quem tem mais poder sob a população impõe sua ideias para o seu benifiicio próprio, o povo sofre as consequências sem perceber. A sociologia tem como objetivo criar individuos que critiquem essa imposição,pensando por si mesmos, e se o povo começasse a pensar mais,e perceber que estão sendo manipulados,isso iria criar revoltas,e a força do povo junto,é maior do que apenas de algumas pessoas,o que prejudicaria os interesses dos mais ricos.

  48. Renan R. Sabalo n°28 3°B Bentão /José Geraldo n°15 3°B Bentão diz:

    Na nossa opinião a sociologia incomoda alguns setores politícos,porque ela estímula o debate sobre o país e o modo de governo e as açoes tomadas no nosso cotidiano,sem esses debates esses setores se aproveitariam da falta de interesse na politíca e consequentemente na sua administração.
    Com a sociologia se estímula mais o debate sobre esses tópicos fazendo com que os alunos fiquem mais atentos quanto as açoes dos governantes e as mudanças que ocorrem na sociologia.

  49. Danilo, nº5, 3ºB, Bentão diz:

    O ensino de sociologia incomoda algumas pessoas, já que estimula o pensamento e reflexão sobre os acontecimentos, o que faz com que essas pessoas sejam mais dificeis de serem influenciadas.

  50. Ricardo n°29 3°b diz:

    a sociologia é muito importante para que nós começamos a entender o nosso dia a dia, com uma visão mais crítica dos acontecimantos da sociedade, isso incomoda alguns setores como por exemplo a mídia que tenta fazer com que agente acredite no que ela nos impoe ,e ela tem medo de uma sociedade mais pensativa .

  51. Bruno Nº03 // Lucas F. Nº20, 3ºB, BENTAO diz:

    Nessa matéria a revista Veja deixou clara sua intenção de “capitalizar” o ensino, fazendo com que ela sirva ao desenvolvimento industrial/comercial deixando valores culturais, por exemplo, de lado. Nossa opinião é que o governo também acorda com isso, pois, a sociologia ensina a pensar de uma forma diferente, criando cidadãos mais críticos e propositalmente melhores governantes.

  52. Gabriel Mendes,Nº 09, 3º C, Bentao / Ítalo Soares, Nº 13, 3º C, Bentao diz:

    As pessoas da nossa sociedade, devido a falta de estudo, são facilmente manipuladas pelos setores que tem poder político. O estudo da sociologia nas escolas promove aos estudantes ter um senso crítico e também conhecer os verdadeiros problemas da sociedade, que são ignorados pelos governantes. Sendo assim, a sociologia é importante para desenvolver uma sociedade melhor,com pessoas que tenham capacidade de refletir, questionar e lutar por mudanças a favor da sociedade, porém a sociologia incomoda os governantes que não querem cidadãos conscientes e participando da organização social.

  53. Janaina nº15; Beatriz nº04, 3ºF - Bentão diz:

    A obrigatoriedade da sociologia nas escolas, dá a possibilidade do aluno se conscientizar, pois ajuda na formação de jovens críticos, que possam questionar qualquer ideias, ideologias que a mídia e a política nos passe. Isso incomoda alguns setores da sociedade brasileira porque dessa forma a classe dominante não consegue monopolizar a informação, o que pode ocasionar o atrito das classes sociais. Quando não há informação, não há o próprio pensamento e julgamento sobre os fatos. Como de exemplo, tivemos o caso do ex prefeito Hélio de Oliveira Santos, com a repercussão que teve, nos deu uma noção do que estava acontecendo e houve a pressão da sociedade para seu impeachment.

  54. Brena nº 05, Talita nº25, lindo 3ºF Bentão diz:

    Nós vemos no Brasil atual um certo pré-conceito com as disciplinas como sociologia, filosofia e até Ed. física por serem julgadas “inúteis” e não terem tanto peso no vestibular (o que pessoalmente achamos que é o que rege a educação atual do país) quanto o português ou a matemática, apesar que isso vem mudando com o passar dos anos.
    Outro ponto importante é o interesse dos nossos governantes em nos tornar alienados e fáceis objetos de manipulação, nos privando dessas disciplinas que ajudam a pensar de maneira crítica sobre a nossa sociedade.

  55. Cesar , nº9 ;Guilherme, nº 12, 3ºF, Bentão diz:

    A sociologia tem como função nos tornar pensadores independentes para que tenhamos a capacidade de analisar a mídia, não deixando que a população fique alienada, incomodando assim os setores que querem influenciar a todos através da mídia. A reportagem expressa o que as pessoas influentes da mídia querem que nós, que a Sociologia não tem importância e ” não incomoda ” mas, se ela não incomoda, por que fazer uma reportagem numa revista famosa tentando difamar a Sociologia ? Logo, a Sociologia incomoda sim, mas apenas as pessoas que tentam nos influenciar.

  56. Bruna Vieira, nº 06, 3ºF - Bentão / Larissa Sousa, nº 18, 3ºF - Bentão diz:

    Em nossa opinião, o assunto que a matéria de sociologia provoca e tem gênero polemico, citando assuntos políticos e o meio em que a sociedade se encontra, ajudando ao aluno aprender a discutir e debater sobre determinados assuntos, regras e opiniões, fazendo com que alguns governantes ou até mesmo cidadãos se incomodem, isto é, quando o governo impõe uma regra ou dever para o cidadão e a sociologia ensina que se deve debater e discutir, pessoas do governo se sentem ameaçadas, por medo de que sejam descobertas supostas mentiras e segundas intenções.
    Algumas dessas segundas intenções podem vir ligadas ao alto nível de pensamento “lucro” na cabeça dos governantes, mesmo se encontrando na posição política de direita, pois, em uma das suas “regras” o intuito é colocar em primeiro lugar o direito do cidadão, mas para eles, o objetivo é intervir de maneira que os lucros aumentem, sem pensar na vida social da população, sem seguir a linha de pensamento político de esquerda.
    A mídia quer influenciar no pensamento das pessoas, colocando-as em um circulo estreito de pensamentos políticos capitalistas, ajudando a linha de governo de direita, dessa forma, procura apoiar o fato de não haver a matéria de sociologia nas escolas.

  57. Guilherme 13 3F Bentao diz:

    O ensino incomoda pois traz discussoes sobre os assuntos da atualidade, fazendo refletir sobre determinadas decisões de empresas e decisões poíiticas. E isso em alguns casos acaba em uma oposição a tal decisao tomada. Mas no caso do nosso pais, eu nao creio que realmente incomode pois a maioria nao ira realmente tomar atitudes que irão gerar impacto sobre o governo.

  58. Erick n°10 Victor Cerqueira n°xx 3°F diz:

    A Sociologia pode incomodar indiretamente ou diretamente alguns setores da sociedade, pois ele tem receio de que os alunos saibam da verdade por trás das coisas, ou seja, querem ocultar do publico algumas verdades manipulando-os, principalmente feito por políticos, grandes empreendedores.
    Mais nossa opinião é que a sociologia não incomoda e sim ajuda ver algumas verdades que nos não vemos sozinhos.

  59. Alex t Nº01,Yuri Grillo N°30 3ºF Bentão diz:

    sim a Sociologia incomoda tanto alguns setores da sociedade brasileira porque vai contra os princípios de direita, no qual os ideais são compostos com base no senso comum. Quando a Sociologia é apontada, a posição de esquerda também pode ser vista, assim,abrindo a mente da sociedade para o desconhecido. Outro motivo pelo qual o autor é contra a Sociologia, é o fato de que o ensino das matérias relacionadas aos estudos de exatas está defasado, portanto a Sociologia perde espaço, porém, é muito importante que as pessoas tenham conhecimento do que acontece na sociedade, mesmo que a sua perspectiva de vida seja diferente de alguns pontos abordados pela Sociologia.

  60. Igor S Souza nº 14, Caio M. B. Faxina nº 8 3ºF Bentão diz:

    O estudo incomoda muitos grupos, tais grupos que tentam manipular e ocultar, portanto a sociologia faz com que as pessoas pensem e tomem atitudes em relação á essa manipulação tornado-se inimigo dos grupos que vão contra uma população pensante e ativa.

  61. Aline nº02, Jéssica nº 16 - 3ºF Bentão diz:

    “Leu na Veja, azar o seu!”
    Os noticiários nos trazem informações na maioria das vezes alteradas pelo ponto de vista e partido do escritor. A Veja como uma revista de grande influencia na sociedade tem o poder de afetar opiniões e mostrar a sua própria verdade como se fosse a soberana. Por isso o povo tem que aprender a filtrar informações e não aceitar de logo de cara, deixando espaço dentro de si para encontrar sua própria idéia e opinião.
    A matéria de sociologia nos oferece esse tipo de ensino crítico que o povo necessita, além de ser uma das únicas matérias que traz a tona para o aluno a política, economia, problemas sociais. Nos auxilia a ligar momentos do passado e do presente e criar soluções ou formas de sair da manipulação do sistema.

  62. Anderson Nº03 // Victor S. Nº28, 3ºF, BENTAO diz:

    O estudo da Sociologia nas escolas, acaba incomodando por alguns fatores, que rodeiam nossa vida atualmente: preguiça de pensar, refletir e analisar os acontecimentos da nossa sociedade, e quando deixamos esses fatores de lado, acaba gerando a outra consequência, que é a que realmente incomoda, pois ao analisar e refletir sobre os acontecimentos, criamos opiniões sobre estes, e caso não concordemos com os mesmos, causaremos transtornos aos políticos, gerando assim, problemas. Por que quando começamos a nos inteirar sobre os problemas que a nossa sociedade está passando, e nos deparamos com programas na televisão que nos fazem parecer “burros” perante a todos os acontecimentos e problemas que estamos passando, passamos a correr atrás de soluções e protestos contra o sistema, o que acaba por ser um ponto negativo para a imagem dos partidos e políticos envolvidos.

  63. Caio Guilherme, nº7;Ricardo Vannucchi, nº 23, 3°F - Bentão diz:

    O governo expressa na revista, que as escolas estão mais precupadas em ensinar materias de exatas, ocultando matérias como sociologia que faz as pessoas se “transformem em pensadores independentes, capazes de analisar o noticiário, as novelas, a televisão, os programas do dia a dia”, e isso encomoda o governo, pois com pessoas mais criticas é mais dificil de ter corrupçao

  64. Paula nº19; Renata Maria nº22 - 3ºF Bentão diz:

    O ensino de Sociologia pode incomodar alguns setores da sociedade brasileira justamente por “revelar aspectos da sociedade que certos indivíduos ou grupos se empenham em ocultar”, além de ser uma tentativa de “formar indivíduos autônomos”, o que dificulta a influêcia que os veículos de informação como a televisão tentam passar a seus telespectatores. A matéria serviria para fazer com que os alunos aprendessem a questionar algo antes de apenas aceitar sem saber a explicação para algo ser de um jeito ou de outro.

  65. RodrigoNº24; Tamires Nº26 3ºF BENTÃO diz:

    O estudo da sociologia não nos incomoda, pois o estudo sobre a mesma, trás até nos a possibilidade de debatermos sobre questões sociais e chegarmos a alguma conclusão, assim podemos entender o funcionamento da sociedade em que vivemos.

  66. João Gabriel Martins Souza nº17/ Thayná Soares Silva nº36 1ºC BENTÃO diz:

    Adair Neto, nº01 e
    Amanda Landy, nº03 – 3ºA Bentão

    O ensino de Sociologia incomoda alguns setores da sociedade brasileira porque o intuito da mesma é criar pessoas com pensamento crítico. Com isso, é possível que as pessoas comecem a impor suas opiniões perante os grandes empresários e políticos, limitando-os. Além de tudo, com ideias próprias, os cidadãos passariam a lutar pelos seus direitos e então começariam a agir contra leis que não são de sua vontade e contra a exploração no trabalho, começariam a fiscalizar a ação dos políticos, agindo contra a corrupção e fazendo com que os mesmos tivessem mais trabalho na hora de fazer suas propagandas eleitorais, afinal iriam começar a selecionar melhor os seus candidatos.
    Em síntese, as pessoas começariam a criticar as “verdades” impostas pelas instituições sociais e agir em defesa do que acreditam ser o certo.

  67. Eduardo n°8 ; Renan guedes n° 26, 3 °C Bentão diz:

    Com a sociologia, nosso senso crítico é estimulado, deixamos de ver o mundo como querem que o vejamos. Isso incomoda, de fato, alguns setores da população brasileira que querem introduzir em nossos pensamentos os deles, tais setores como a mídia é muito eficiente nesse aspecto, monopolizando a informação, transmitindo apenas aquilo que lhes interessa. Por isso o estudo dessa materia é importante na formação de indivíduos menos ignorantes.

  68. João Paulo nº14; Jullyane nº15 - 3ºC Bentão diz:

    A pergunta deve ser feita a todas as disciplinas hoje estudadas. “Por que estudar biologia se quero se músico?”. A discussão se faz em torno da sociologia e da filosofia pois são disciplinas humanas, e hoje no Brasil elas se confundem muito com filosofia esquerdista, não que seja um problema ser de esquerda, mas a alta burguesia paulista, carioca e agrária olha com olhos de capitalistas da Guerra Fria. Hoje se fazem necessárias, pois nos fornecem conhecimento da sociedade e da política que muitas pessoas carecem.

  69. Taynna, nº28; Valdemar, nº 30 - 3C - Bentão diz:

    A sociologia possibilita que os indivíduos desenvolvam uma analise mais critica dos fatos, apartir dessas análises os mesmos seguem uma opinião própria e não opiniões impostas, sendo assim não são manipulados facilmente a aceitarem estratégicas políticas que favoreçam os mais poderosos, contrariando seus interesses e por esse motivo a sociologia incomoda tanto.

  70. Leonardo Pitton, 16,3C,Bentão; Thaís Genesini,29,3C,Bentão diz:

    A ciência Sociologia aborda temas da relação individuo sociedade, cujo os quais, o capitalismo tende a ocultar.
    Na sociedade contemporânea, a grande parcela da população tende a não analisar a forma de governo, assim como as coisas que as rodeiam, não desenvolvendo o senso crítico, que é um conceito básico e constantemente abordado na ciência Sociologia.
    A revista Veja, no artigo citado a cima, demonstra sua ideologia capitalista contra argumentando o inserimento da ciência Sociologia como disciplina escolar, o que mostra a preocupação da revista em manter o leitores e a população como “zumbis” do capitalismo, não os deixando desenvolver o senso esquerdista.

  71. Leonardo Accorsi Nº 19 /// Luis Philipe Nº 22 ==3ºC==G36£ diz:

    G36£

    O ensino da sociologia incomoda vários setores, pelo fato de que esta matéria encaminha o individuo a criticar e entender o que outros individuos querem ocultar , como por exemplo os politicos. Eles tentam manipular as pessoas as induzindo a terem uma opnião foramada por eles, mas á sociologia mostra outras visões sobre estas opniões, para que as pessoas formem então sua propria visão.

  72. gustavo mathias,11,3C;vinicius portapila,32,3C,bentao diz:

    Hoje em dia, a Sociologia não incomoda as pessoas, que só pensam em tirar nota e não se preocupam em aprender a ser um pensador, por isso que a politica do brasil esta nesse estado. As pessoas deveriam ter mais senso sobre os assuntos, argumentar e sobre a política, estamos em uma democracia onde temos o direito de argumentar, criticar, etc. Na época da ditadura militar, os intelectos eram perseguidos pelos militares por terem opinião, por criticarem o modo como o país era governado, com esse raciocinio conseguimos sair da ditadura militar e é com esse raciocinio que deviamos agir atualmente.

  73. Gabriela, 10, Regiane, 25, 3C, Bentão diz:

    O estudo da sociologia pode incomodar alguns setores de nossa sociedade, principalmente o político, pois, por ter caráter crítico, está sempre questionando fatos e verdades que muitas vezes despertam nos indivíduos pensamentos autônomos e contraditórios aos da sociedade, sendo que pode tornar público assuntos que deveriam se manter ocultos. Isso pode acabar provocando uma certa controvérsia na aplicação da matéria nas escolas, já que para os políticos não seria interessante o ensino de ideologias e opniões que futuramente poderão “prejudicá-los”.

  74. Caroline Oliveira Nº6; Ciro Ruiz Nº7 - Bentao diz:

    Segundo a opinião da dupla,a sociologia ensina, segundo nosso livro, a ter senso crítico, nos ensina a olhar a sociedade de maneira construtiva, não apenas a concordar , e sim, discutir para gerar novas concepções de mundo e sociedade como um todo. Isso incomoda a grande nata de manipulação, incluindo principalmente os grandes meios de comunicação e a política, eles não querem possuir um público que critique e sim um apenas concorde. A clássica política do pão e circo, como por exemplo, por parte da política juntamente com o setor privado, trazer grandes eventos mundialmente vistos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, e por parte da mídia programas fúteis como o Big Brother Brasil que prendem a nossa atenção fazendo com que não nos preocupemos com o que realmente importa, tanto que se repararmos as “grandes mudanças” no meio político são decididas ao mesmo momento em que ocorrem esses eventos que nos distraem. A sociologia não nos torna obrigatoriamente críticos para sempre ter opiniões opostas, mas sim, para lutar pelo que acreditamos, para abrir a mente em relação ao mundo e tudo o que ocorre.

  75. Hélen Veríssimo, Nº 12, 3ºC, Bentão diz:

    Os cidadãos brasileiros estão acostumados a ouvir e seguir os conceitos impostos pelas pessoas de maior ‘importância’, sem se quer avaliar se o que lhe é passado tem algum fundamento, simplesmente abaixam a cabeça e aceitam, sendo induzidos a ‘praticar ações’ que favoreçam essas pessoas.
    Com o ensino de sociologia e filosofia nas escolas, todos passaram a interpretar os fatos e criar seus próprios conceitos deixando de acreditar em tudo que é dito. Poderiam até mesmo começar a lutar pelos seus direitos, pois uma vez que conseguem enxergar e compreender o que está incorreto através de sua própria visão, deixariam de ser manipuladas e agiriam pelo que consideram correto.

  76. Anna Beatriz nº01 / Luana nº19 - 3ºC - Bentao diz:

    Em nossa opinião, a Sociologia incomoda tanto porque nos mostra como as coisas realmente acontecem ou aconteceram. Ela tem o papel de formar alunos críticos, que formem opinião sobre diversos assuntos que importam à sociedade. Para o Governo, o que realmente importa é que sejam formados indivíduos que contribuam para o enriquecimento do país, não levando em consideração aspectos críticos. Em certos casos, a Sociologia pode se tornar até um empecilho, pois os indivíduos passarão a discutir e questionar aspectos do Governo, ou até mesmo da classe mais alta, que é constantemente privilegiada e beneficiada, e revogar seus direitos. A sociedade está se formando voltada para aspectos capitalistas, e não sociais, como deveria ser. Com a Sociologia fazendo parte da formação de cidadãos, isso poderá mudar, pois aspectos sociais serão levados mais em conta, do jeito que realmente deveriam ser.

  77. Luis Gustavo Nº21 3ºC/ Marcus Vinicius Nº23 3ºC - Bentao diz:

    O ensino da sociologia e da filosofia nas escolas transforma os alunos em pessoas mais críticas e conscientes. Isso muitas vezes incomoda o setor de jornalismo, por exemplo, que tem suas matérias (como a citada no exercício) consideradas fracas, sem sentido algum. Um cidadão crítico analisa melhor o que é dito por esses mesmos jornais ou revistas, e também por políticos.
    Esses políticos fazem parte dos incomodados, porque se um cidadão é consciente e crítico, ele tem a iniciativa de cobrar e contestar o que é dito e feito por tais governantes.
    Pessoas do alto escalão econômico podem ser inseridos nesse grupo, por considerarem o ensino de sociologia algo ligado à esquerda, ao socialismo, que prega a igualdade total entre as pessoas. E o maior problema é que esses incomodados são os mais poderosos dentre o povo brasileiro.

  78. Caio Fernando 3ºC nº:4 , Renan Gutierrez 3ºC nº:27 Bentão diz:

    O estudo da Sociologia incomoda alguns setores da sociedade porque estes mesmos tem medo de que os alunos se tornem indivíduos autônomos; a sociologia revela aspectos que alguns setores querem ocultar da população que atualmente tem seus conhecimetos manipulados pelos políticos.

  79. Tamiris e Thainá diz:

    Tamiris Cristina Nº30 3ºA Bentão
    Thainá Gonçalves Nº31 3ºA Bentão

    Hoje, no Brasil, as pessoas estão acostumadas a escutarem politicos ,por exemplo, e não terem uma opnião sobre o falado por estes, isso porque não aprenderam a pensar por si próprio. Até os politicos estão acostumados a isso e não querem mudar esse fato pois pessoas que tem pouca escolaridade ou não tem opnião sobre as coisas são facilmente manipuladas. Ao aprender sociologia na escola, as pessoas começam a desenvolver essa capacidade de ter sua opnião sobre tudo e isso incomoda muita gente pois o Brasil é um país que as pessoas são omissas na politica pois pensam que todos ligados a ela são corruptos, isso leva as pessoas votarem no candidato “menos pior”. Se aquela parcela de pessoas que são manipuladas por politicos ou por quem quer que seja aprenderem desde cedo a pensarem e terem uma opnião formada, encomodaria muitas pessoas que antes manipulavam para conseguir o que queriam.

  80. Anónimo diz:

    tiago augusto nº32
    vinicius barone n°33 serie :3A Bentão
    O texto mostra que a critica à sociologia ocorre devido ao fato das pessoas não aceitarem fatos reais da sociedade,todos gostam de achar que a sociedade esta boa do jeito que está e querem camuflar a verdade; porem a sociologia abre a mente das pessoas e isso ajuda a vermos os nossos reais problemas e fazermos criticas a eles.
    No texto da revista veja eles falam que o governo esta implantando a sociologia como matéria obrigatória para esconder a defasagem das outras matérias, porem achamos que isso não tem sentido, pois a sociologia é tem necessário quanto qualquer outra matéria e acho que isso vai influenciar o pensamento das outras pessoas em relação ao jeito com que a educação publica é levada no Brasil

  81. Netto diz:

    Nome: José Oswaldo Luizon Netto /n° 19 / 3ºA

    Pois, com a sociologia tudo fica mais claro, os alunos formados em sociologia viram pensadores independentes que intrpretam mais claramente os descursos e as matéris divulgadas em revistas e em jornais como a matéria publicada acima, e o governo queria que fossemos fantoches em suas mãos.
    E com a sociologia isso não seria possivel pois o setor que mais é incomodado com isso é o setor onde se localizam os corruptos.
    A sociologia ira nos ajudar a raciocinar e nos ajudar fazer nossas próprias perguntas com base nas coisas ocultas em discursos e programas etc.
    Se a sociologia não se colocasse em um padrão critico não iri incomodar ninguem pois seria como história, mais como ela se coloca muitas vezes em um padrão critico incomoda muitos pensadores e governadores que querem que tudoseja mais facil pra eles.
    A sociologia preza o padrão de bem estar no meio social que tem como base pensar em acabar com a pobreza, miséria etc.

  82. Anónimo diz:

    Gustavo Henrique, nº14, 3ºA, BENTÃO
    Acho que a sociologia incomoda alguns setores, pois a sociologia faz as pessoas argumentarem sobre tudo o que leem e ouvem, eles não aprovaram a entrada da matéria de sociologia no ensino médio porque essa matéria analisa o que as pessoas fazem e tenta conscientizar as pessoas a tomarem atitudes diferentes.

  83. Patrícia diz:

    Patricia Barbosa Pacheco, 25, 3ºA, Bentão.

    A posição da Veja e o modo q foi colocada parece querer enfiar na nossa cabeça q a socilogia e a filosofia não são tão necessárias quanto as demais. É de fato não são, não para os grandes do nosso sistema, porque com a filosofia e a sociologia no ensino médio os jovens poderiam se tornar mais politizados REALMENTE e não apenas aparentemente (o q não acontece lhufas pq sabemos muito bem q a maioria das escolas nem tem professores dessa disciplina e se tem são despreparados ou sem material, pouco realmente tem acesso). Agora, Jovens que sabem todos os demais componentes curriculares são como bons cavalos de um haras ou fazenda, fazem o serviço sem questionar as ordens e fazem o q se deve com belas vendas nos olhos! (no caso trabalhar em empresas ou sub-cargos sem questionar ou se mobilizar contra baixos salários politica da empresa etc até porque além de não ver nada sobre isso eles não têm interesse mesmo). Há um ditado da epóca da minha avó que diz “não se dá assas a cobras” acho q é assim que os políticos e grandes empresas vêem o ensino adequado de sociologia e filosofia (principalmente se adequado as demais), alguém capaz de “avacalhar” (o termo velho!) todo o sistema deles causando o q no artigo é chamado como “vetor de pregação ideológica de esquerda” ou seja um movimento contrario capaz de derrubar a ideologia imposta hj por eles um inimigo deveras perigoso.

    Agora veja bem é muito óbvio que ninguém quer criar seu próprio inimigo, ainda mais se for um inimigo poderoso….

    (mals o tamanho não consigo resumir uahsuahshahs..)

  84. Anónimo diz:

    Lucas Marques Ribeirinho nº22, Rodolfo Rodrigues nº29 e Raquel Fontes nº26, 3ºA, Etec bento Quirino.

    Incomoda alguns setores da sociedade, pois a sociologia tem o objetivo desenvolver indivíduos com opinião própria, capaz de questionar antes de aceitar. Ou seja, capaz de refletir sobre questões que envolva a sociedade em que vive, como educação, saúde, diretos, etc. Sendo que muitas questões da sociedade, hoje em dia, sofrem corrupção e intervenção do governo.
    Uma pessoa com essa capacidade, de formar opinião própria, é muito mais difícil de ‘se deixar levar’ ou até mesmo sofrer grande influência de grupos sociais do que uma pessoa que não consegue desenvolver essa capacidade.

  85. Aline (Nº02), Ederson (Nº09) e Leonardo (Nº21), 3º ano A, Bentão. diz:

    A Sociologia, bem como a Filosofia, tem o poder de formar indivíduos capazes de construir conceitos próprios. A maioria das pessoas que sentem-se incomodadas com a implantação das matérias nas escolas do país são políticos e capitalistas, que visam acima de qualquer coisa, a “subordinação” dos demais. Desse modo, tudo o que é exposto e dito por essa minoria da população (políticos e capitalistas) através da mídia influencia aquelas pessoas que não tiveram a oportunidade de aprenderem a criar seus próprios conceitos, devido à defasagem da Sociologia e Filosofia nas escolas.
    O governo implantou as matérias para mascarar a tentativa de formar pessoas incapazes de expor suas opiniões, pessoas que aceitem qualquer coisa que lhes forem imposta. Na verdade, o governo não “quer” que seus futuros eleitores tenham uma visão crítica da sociedade.

  86. Anónimo diz:

    Lucas Marquês Ribeirinho nº22, Rodolfo Rodrigues nº29 e Raquel Fontes nº26, 3ºA, Etec bento Quirino.

    Incomoda alguns setores da sociedade, pois a sociologia tem o objetivo desenvolver indivíduos com opinião própria, capaz de questionar antes de aceitar. Ou seja, capaz de refletir sobre questões que envolva a sociedade em que vive, como educação, saúde, diretos, etc. Sendo que muitas questões da sociedade, hoje em dia, sofrem corrupção e intervenção do governo.
    Uma pessoa com essa capacidade, de formar opinião própria, é muito mais difícil de ‘se deixar levar’ ou até mesmo sofrer grande influência de grupos sociais do que uma pessoa que não consegue desenvolver essa capacidade.

  87. Anónimo diz:

    acredito que o que o governo faz é simplesmente ocultar alguma falha ou erro criando alguma coisa por cima assim esquecemos do que eles fizeram … algumas pessoas vão achar que o governo não fez isso com ele mais quando ele estava no ginásio pode ter ouvido fala em ensino fundamental apenas pra disfarça a calamidade que é o ensino publico … e agora incluir duas matérias importantes para o conhecimento de muitos mais não resolvera o problema que é a educação, acredito que é isso mesmo o que eles querem que esqueçamos a pouca vergonha que é o ensino publico e continuemos elegendo as mesmas pessoas para que o poder continue com eles e eles continuem fazendo o que eles quiserem com a população. acredito sim que algum dia poderemos ir pra algum ensino de qualidade mais não com esse governo e não com essa população.
    cesar augusto costa n°8 , 3 °A ,Bentão

  88. Anónimo diz:

    Adair Neto, nº01 e
    Amanda Landy, nº03 – 3ºA Bentão

    O ensino de Sociologia incomoda alguns setores da sociedade brasileira porque o intuito da mesma é criar pessoas com pensamento crítico. Com isso, é possível que as pessoas comecem a impor suas opiniões perante os grandes empresários e políticos, limitando-os. Além de tudo, com ideias próprias, os cidadãos passariam a lutar pelos seus direitos e então começariam a agir contra leis que não são de sua vontade e contra a exploração no trabalho, começariam a fiscalizar a ação dos políticos, agindo contra a corrupção e fazendo com que os mesmos tivessem mais trabalho na hora de fazer suas propagandas eleitorais, afinal iriam começar a selecionar melhor os seus candidatos.
    Em síntese, as pessoas começariam a criticar as “verdades” impostas pelas instituições sociais e agir em defesa do que acreditam ser o certo.

  89. Fillipe Stech Ruzza n°11 3ºA Bentão /Geovane Lemos de Assis n°12 3ºA Bentão diz:

    Na nossa opinião, a matéria de Sociologia incomoda a população pois eles procuram esconder certos aspectos que acontecem no cotidiano da sociedade.
    A Sociologia nos permite aprender sobre a sociedade de diferentes visões.

  90. Anónimo diz:

    André Gustavo, nº 04, 3ºA Bentão
    Rebecca Bissoli, nº 27, 3ºA Bentão

    O estudo da sociologia incomoda alguns setores da sociedade brasileira, pois a sociologia abre um leque de opiniões nas pessoas, gerando uma maior opinião critica, esta leva as pessoas a não aceitarem determinados tipos de comportamento vindo desses setores,e isso não é conveniente pra essas áreas, como por exemplo na política, pois quanto menos crítico for um cidadão, mais facil este aceitará determinadas imposições. Se o povo brasileiro discorda tanto do ensino público no Brasil e se dizem tão politizados a ponto de achar a sociologia e a filosofia sao matérias desnecessárias na escola, porque não tomam uma atitude perante o governo para que seus direitos (educação, saude..) sejam validos?

  91. Anónimo diz:

    Nomes:Natália Fernanda Silva e Heitor Augusto Munaretti Pires N°24 e 15 Série:3°A, Bentão

    O incomodo causado é a de que a sociologia por objetivo estuda o comportamento humano em função do meio e os processos que interligam os indivíduos em associações, grupos e instituições.Fazendo assim as pessoas criam questionamentos de como nossa sociedade é regida, sendo assim incomodo para estas associações,grupos e instituições que tem por busca seus interesses de manipulação entre as pessoas.

  92. Anónimo diz:

    Renata, n: 28, 3A, Bentão:
    O fato de agora estudarmos sociologia nas escolas incomoda alguns setores da sociedade brasileira porque a sociologia nos ajuda a entender melhor a sociedade em que vivemos, porque as coisas acontecem, e medidas para resolvermos os problemas, mas, a sociologia como outras matérias fazem com que os alunos fiquem mais atentos ao que está acontecendo, sendo assim ficam mais espertos, o problema que incomoda os politicos é que esses se aproveitam do fato de não termos idéia do que está acontecendo,para fazer leis e conseguir governar melhor, pois as pessoas são ignorantes ao fatos ao seu redor, mas com a sociologia isso muda, e as pessoas estão deixando de ser ignorantes o que dificulta o nosso modo de governo, e nos ajuda a entender o que realmente está por trás de discursos políticos, campanhas, nas resvistas, elas conseguem ter conhecimento o bastante para formar uma opinião prórpia e ter argumentos para defende-la.

  93. Evandro diz:

    Evandro Trevizan Domiciano Nº10 3ºA Bentão

    eu acredito que alguns setores da sociedade brasileira tem medo de um povo novo e com ideias novas com coragem e com o direito de sue lado medo de perder seu lugar para pessoas justas, mais a critica da revista veja tem seu lado “certo” também porque a educação do Brasil não ta as da melhores.
    Temos muito oque fazer!

  94. Anónimo diz:

    Caio Augusto Rovaron Maião, nº6, 3ºA, Bentão
    Caroline Gerei Fernandes, nº7, 3ºA, Bentão
    Layla Garcia Cortizo, nº20, 3ºA, Bentão

    A sociologia e a filosofia criam pessoas mais críticas e questionadoras, sendo assim, mais difícil para o governo fazer imposições. A implantação destas matérias é de suma importância para a formação do cidadão crítico perante a sociedade, que tem conhecimento para buscar suas metas e não aceitar o que lhe é imposto.

  95. Anónimo diz:

    Jennifer, 17,3ºA, Bentão
    Marcelo, 23, 3ºA, Bentão
    Acreditamos que a Sociologia incomoda tanto alguns setores da sociedade brasileira porque vai contra os princípios de direita, no qual os ideais são compostos com base no senso comum. Quando a Sociologia é apontada, a posição de esquerda também pode ser vista, assim, “abrindo” a mente da sociedade para o desconhecido. Outro motivo pelo qual o autor é contra a Sociologia, é o fato de que o ensino das matérias relacionadas aos estudos de exatas está defasado, portanto a Sociologia perde espaço, porém, é muito importante que as pessoas tenham conhecimento do que acontece na sociedade, mesmo que a sua perspectiva de vida seja diferente de alguns pontos abordados pela Sociologia.

  96. Anónimo diz:

    Tamiris Cristina Nº30 3ºA Bentão
    Thainá Gonçalves Nº31 3ºA Bentão

  97. Anónimo diz:

    Vinicius Lima de Macedo Nº:34 3ºA Bentão

    “…revela aspectos da sociedade que certos indivíduos ou grupos se empenham em ocultar.”
    …uma das preocupações da Sociologia é justamente formar indivíduos autônomos, ”

    Hoje vivemos em uma sociedade em que está mais evidente a busca de riquezas e capitais, pessoas que possuem poder e grande influência, não tem nenhum interesse em que a “baixa” sociedade tenha opinião própria, pois seria muito difícil de controlá-los. Como a sociologia tem como base a formação de um indivíduo crítico, que poderia criar problemas para os poderosos, não é de interesse algum por eles. Então a mídia, ocultando informações e até mesmo passando da forma que mais lhes agradam, moldam a sociedade, pois há poucos críticos e pensadoras.

  98. Breno diz:

    Essa matéria deixa claro a relação estreita da veja com a direita. No sentido colocado sobre a educação, a veja me vem com essa matéria colocando de forma explicita o plano do capitalismo sobre a educação, colocando a educação num patamar onde sirva ao desenvolvimento industrial e comercial sem a menor responsabilidade social e ambiental. De fato a educação brasileira é péssima, com isso a pergunta não é apenas os 10% do PIB para a educação, mas qual será nossa educação! num sentido de buscar o nível estados-unidense, onde os níveis de consumo levaram a uma crise? europeu, onde a educação foi tão bem elaborada para o capitalismo que estão estourando bombas contra seu próprio regime? A sociologia nos permite analisar a situação de hoje para que possamos construir nosso futuro, nossos planos para a sociedade. e isso para aqueles que visam conservar o estado de exploração, miséria, a sociologia é um emperro a tal plano!

Deixar o seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s